Warning: ob_start(): non-static method wpGoogleAnalytics::get_links() should not be called statically in /home/intercam/public_html/wp-content/plugins/wp-google-analytics/wp-google-analytics.php on line 259
Aplicativo | Blog do intercambio - Intercâmbio de A a Z por Marina Motta

Search Results

Conheça os 5 melhores aplicativos para tradução de idiomas

27 de julho de 2013 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Mesmo no mundo sem fronteiras a língua muitas vezes ainda é uma barreira. No entanto, com o surgimento e a popularização dos aplicativos de tradução em celulares, comunicar-se em outras línguas ficou muito mais fácil e divertido. O tradicional site “Travel and Leisure” selecionou os 5 melhores aplicativos para tradução de idiomas de 2013 em várias categorias. Desde o aplicativo com “Mais idiomas” até o melhor aplicativo para “Conversas Longas”, existe um app de idiomas para cada necessidade. Confira a lista dos melhores aplicativos para tradução de idiomas para sua viagem.

Google Translate

Foi eleito como o melhor da categoria ‘Mais Idiomas’, pois possui incríveis 64 línguas para tradução escrita ou falada. Sua principal característica é o fato de interligar os dados e saber diferenciar expressões populares da tradução literal, além de pesquisar as expressões na gigantesca base de dados do Google para todos os assuntos.

Serviço

Plataforma: Android e IOS
Preço: Grátis
http://www.google.com/mobile/translate/

Jibbigo Tradutor

São 20 idiomas escritos e 13 falados, além de um banco de dados com mais de 40 mil palavras em cada um destes idiomas. A grande diferença dele para o Google Translate é o fato de ser menos conhecido, pois são muito semelhantes para uma viagem a ‘destinos comuns’. Ele foi eleito como o melhor aplicativo para “Viagens Internacionais”.

Serviço

Plataforma: Android e IOS
Preço: Grátis, mas com pacotes de idiomas offline por US$ 4,99.
http://www.jibbigo.com/ Continuar lendo

+ TOP 8 aplicativos de viagem que você vai amar!

19 de dezembro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes! tudo bom?!

Quem aqui gosta de aplicativos de viagem?!! – Euuuu!!!

Demorei muito para abandonar o meu amado Blackberry, eu era daquelas “there is no life without blackberry” e eis que depois de muito relutar mordi minha língua quando finamente descobri o I-phone. Como eu consegui viver tanto tempo sem ele?! (I have NO Idea!)   Se você também curte esse assunto, leia  os post anteriores sobre aplicativos aqui

Continuando esse assunto delicioso e sem fim, vamos a mais algumas opções!

Continuar lendo

Gogobot: o Aplicativo que não pode faltar na sua viagem

17 de maio de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Aplicativo social de viagens atinge marca de 1 milhão de usuários e oferece um app gratuito para iPhone!

O Gogobot funciona como qualquer aplicativo social: a partir do login do Facebook, o sistema absorve as principais informações e os amigos já registrados. Para completar o perfil, o usuário pode adicionar pins em um mapa, pontuar os locais já visitados e produzir os seus próprios guias de viagem.

 

 

O mais bacana do aplicativo, porém, é a parte que permite ao usuário organizar e pesquisar sua viagem. Basta adicionar o destino e data de partida e o Gogobot apresenta todas as informações existentes em seus servidores sobre o local. Ao clicar em um restaurante, por exemplo, são apresentadas todas as informações acerca do estabelecimento, além de avaliações deixadas por outros usuários, não necessariamente amigos. Continuar lendo

TOP 10 aplicativos para o viajante esperto:

13 de fevereiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bem?!

Depois de alguns dias off-line, Im back!! Em breve teremos muita coisa da Espanha, país onde estou passando minhas férias!(Tá aí a razao para a falta do “til” no a! Aqui ele ja vem na tecla do n! tem tecla n com e sem o til) bueno…. Tem vários outros aspectos culturais que venho descobrindo e redescobrindo diariamente por aqui.

Uma viagem mais longa por um país nos permite isso. E diferente de várias viagens curtas que havia feito para cá em finais de semana quando morei na França. Além de, é claro, a ótica da gente vai mudando com o tempo pois já faz quase 7 anos que estive aqui a ùltima vez! Entao, tem sido muito bom redescobrir e me encantar com Madrid e com outras cidades que vou contando nos próximos posts.

Por agora, um post prático para todo viajante descolado! Para quem me conhece sabe que sempre defendi o blackberry pois para enviar emails, sempre achei a tecnologia touch style do I-phone muito sensível para o meu jeito ansioso de ser mas sempre soube que os aplicativos eram mais limitados. No entanto, principalmente nesta última viagem, acho que me rendi ao I-phone em especial por conta dos aplicativos realmente incrìveis. Alguns destes podem ser familiares para quem já tem I-phone ou outro celular com mais recursos,  porém achei que merecia um post pois fiquei realmente encantada com o que já existe disponivel e gratuitamente.

 

1) Viber: Versao gratuita para falar com o Brasil quando estiver viajando. Me recordo de quando fui intercambista em 1998, Cartas e postais combinados com chamada a cobrar pela embratel. Depois, por volta do ano 2000, emails e muitos cartoes telefonicos com os pin numbers. Para os mais novos, podem falar do Skype, ok isso já foi um senhor avanço mas e diferente pois precisa colocar crédito dependendo da situacao sendo mais economico do computador mesmo. Gostei desse Viber pelo fato de ser 100% gratuito do celular, a única questao é que a outra pessoa tambem tem que ter viber e ambos precisam ter acesso a internet.

2) I wanna go there: Imagine um aplicativo que te deixa por dentro de todos os achados e lugares secretos que só os locais conhecem? Isso já existe! iwannagothere.com/city-guides

3) XE Currency: Quanto custa esta camisa linda que voce viu em Dubai em Reais? Na tela do seu celular voce tem a resposta com este aplicativo

4) Wi-Fi Finder: Esse é ótimo para quem nao quer fazer um plano de internet no Brasil. Aqui voce localiza as redes gratis e pagas de wi-fi que estao ao seu redor.

5) Google Translate: Traduz palavras e frases em mais de 60 idiomas. Nao precisa mais ter medo de viajar se tiver um nivel iniciante do idioma. Ate voce se tornar fluente em seu intercambio este aplicativo vai te dando um help!

6) World Time Zones: É uma informacao basica quando voce vai fazer apenas um pais ou uma regiao com o mesmo fuso horario. Porem, experimente fazer viagens para paises com horarios diferentes e verá que chega um momento que voce acaba ficando confuso mesmo. Na dúvida, este aplicativo é a solucao!

7)Airbnb:  Se voce esta cansado de ficar hospedado em hoteis ou simplesmente deseja experimentar um tipo de alojamento diferente conheca o AIRBND. Uma rede de alojamentos oferecido por gente local em todo mundo. www.airbnd.com/mobile/iphone

8) The Scoop: Cada vez mais brazucas estao visitando e revisitando NY, certo? Entao, nada melhor do que se sentir “local” com as dicas de lojas de especialistas em moda ou de restaurantes fornecidos por gourmets!

9) Monkey Mirror:  Esse é bom para las chicas, mas tambien para los chicos que sao mais vaidosos. Quantas vezes voce precisou de um espelho e a fila do banheiro estava grande (seja no aviao ou em um restaurante?) Seus problemas acabaram bebé, chegou o Monkey Mirror! Baixe já o seu e fique com o visual sempre bacana!

10) E-book Intercambio de A a Z:  Todas as dicas do livro fisico no seu celular e pela metade do preço do livro convencional! Aproveite e leve consigo para esclarecer duvidas mais frequentes a todo momento em todo lugar ou mesmo para passar o tempo com uma leitura leve e prática!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

 

 

VIAGEM CIBERNÉTICA: MAIS “CLIQUE A CLIQUE” E MENOS “BOCA A BOCA” – MEUS TOP 5 SITES OU APLICATIVOS DE VIAGEM!

08 de agosto de 2011 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Viajar podendo ter acesso prévio a fotos, localização, opiniões e vídeos dos destinos escolhidos e, sem duvida uma “mão na roda” para evitar surpresas indesejáveis e quebras de expectativa.A facilidade de poder simplesmente colocar a palavra no Google e “como em um passe de mágica” encontrar todas as informações que deseja é realmente fantástico. Além de e claro, poder xeretar bairros e ruas com o Google Earth e já ir criando uma opinião própria sobre as redondezas e ir se planejando quanto ao entretenimento e ao transporte locais. Santa Internet…..

Imagine agora como fica mais fácil a questão do intercâmbio? Em dois tempos você localiza sua futura casa e bairro e ainda vai mais além, checa também o perfil dos seus futuros familiares no facebook com fotos, preferências, etc. Imagine só há alguns anos atrás, (não precisa ir tão longe, para a época dos seus pais) apenas cerca de 10 anos, eu própria vivenciei de perto esta mudança. E, sem Google Earth, existia um mistério maior quanto ao local onde iríamos viver. Enquanto poderíamos nos sentir mais inseguros, de certa forma, o fator surpresa tinha lá a sua graça.Também escrevi e recebi muitas cartas e cartões postais em meus primeiros intercâmbios até os 18 anos. Melhor do que receber um e-mail? Ou, mesmo conversar cara a cara via Skype?! Bem, nem melhor, nem pior, diferente. E, como tudo na vida, nos adaptamos a mudanças (inclusive as tecnológicas). A verdade é que sempre gostei muito de papel. Quando criança, colecionei muitos papeis de carta e, até hoje faço álbuns com fotos, recortes no estilo scrapbook , assim como adoro folhear uma boa revista da semana ou “me abraçar” com um livro que, eventualmente, me coloca “para dormir”. No entanto, conviver com as duas fases talvez tenha me tornado um pouco nostálgica deste lado imaginativo e lúdico e do timing que gerava mais expectativa e ansiedade, no entanto, em tempos cibernéticos, a praticidade do e-mail e das mensagens via redes de relacionamento são mesmo incontestáveis e, me encanto com as descobertas diárias da tecnologia, mas, acredito no equilíbrio!

Semana passada, por exemplo, fiquei chocada ao ler um artigo em que educadores do Estado de Indiana nos EUA vão abolir a escrita tradicional das escolas alegando que, em um mundo digital, ela não mais teria sentido. Hãaa? Como assim?! Isto não seria demasiadamente radical? Pergunto-me como estes adultos poderão então deixar um recado telefônico na geladeira ou escrever um cartão de amor daqueles em que a pressão da caneta por vezes diz mais do que meras palavras? Ou, ainda, como então entenderão as cartas de seus avós, caso, por ventura, tivessem a sorte de encontrá-los em um baú? Aquelas letras poderiam até mesmo parecer outra língua, não eh?! Um intercambio de palavras no passado ou de palavras ao vento onde o tempo os impediria de interpretar?! Deixando os meus devaneios de lado e, voltando à questão da busca pelo equilíbrio, não podemos ignorar que, estas novas ferramentas ajudam não só intercambistas, com viajantes em geral. Então aqui, segue uma lista de sites ou aplicativos que considero bastante interessantes:

1) TripAdvisor: Como pesquisar hotéis sem checar este site? Quase impossível não é? Considerado o site mais completo e confiável para viagens do mundo, aqui viajantes colaboram com resenhas e notas de hotéis e restaurantes. www.tripadvisor.com.br

2) Qype: Fundada na Alemanha e operando em diversos países (inclusive o Brasil), aqui internautas também postam desde 2006 suas dicas sobre viagens. www.qype.com.br

3) Booking: Para reservar hotéis com tarifas bastante competitivas, este site oferece milhares de opções, mas é importante ficar atendo as regras de cancelamento e saber que como o serviço é todo on-line é mais indicado para um tipo de viajante mais descolado e independente. www.booking.com.br

4) AroundMe: A partir de sua localização via GPS, é possível baixar gratuitamente este aplicativo viaI phone ou I pad para descobrir o que há de serviços e atrações a sua volta. Restaurantes. Lojas, etc.

5) TripTracker: Outro aplicativo excelente para I pad ou I phone que permite que você tenha informações atualizadas em tempo real sobre status dos vôos, condições climáticas e portões de embarque.

Tem outra dica de site ou aplicativo legal para compartilhar?! Então, escreve para a gente!

Bjs e até a próxima viagem!
Marina

STB lança aplicativo no Facebook que incentiva fãs a viajar!

02 de junho de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Adora conhecer novas culturas e só se sente em casa quando está no exterior? Tem um espírito livre e aventureiro, se dá bem em qualquer canto do mundo, e não aguenta mais de 6 meses sem viajar. Então você vai curtir isto: o STB Student Travel Bureau lançou no Facebook o aplicativo “Quão multicultural você é?”, um quiz composto de seis perguntas sobre gostos e preferências que calcula o quão viajados e cosmopolitas são os fãs da página da marca na rede social.

                                       

De acordo com as respostas do usuário, o aplicativo monta um rosto masculino ou feminino (conforme o participante) que mistura faces de diferentes etnias, como uma espécie de mosaico multicultural. Ao final, é revelado o percentual do quão internacional o usuário é, além de uma análise irreverente do resultado e uma foto que pode ser compartilhada em seu mural e álbum do Facebook. O quiz já divertiu mais de 4 mil pessoas, totalizando mais de 48 mil visualizações de página na primeira semana após o lançamento. o aplicativo consolida a presença do STB nas redes sociais e incentiva o fã da marca a adquirir cada vez mais experiência internacional.

Serviço: Aplicativo “Quão multicultural você é?”

Link: http://www.facebook.com/STB.Brasil?sk=app_118415168241629

Facebok.com/STB.Brasi

TOP 4 ferramentas para conhecer locais (e outros viajantes) em suas andanças mundo afora!

21 de setembro de 2017 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá Viajantes!

Tudo bom?

I´m back! Depois de um tempinho sem postar, devido a chegada do meu #BabyTheo (vide meu instagram @mottamarina pra conferir a fofura deste futuro viajante), estou de volta pra compartilhar aquelas dicas de intercambio e viagens que você respeita! : )

Bem, como sempre falei aqui, toda viagem nos permite expandir nossos horizontes e adquirir novas perspectivas. Mesmo que estejamos voltando pela décima vez a um mesmo lugar sempre tem algo diferente: É um museu que abriu, é um bistrô que fechou, aquela rua calma só de casas que agora foi ocupada por arranhas-céus…

Infelizmente nem todos podem conhecer outros países ou estão abertos a vivenciar outras culturas de forma mais plena – o que é uma pena. E, para aqueles que estão de coração aberto porém não sabem bem por onde começar, poder entrar em contato com as pessoas do local e conhecer os destinos da forma que um turista jamais conheceria é definitivamente um bom começo! Sendo assim, aqui vão algumas dicas de serviços úteis para turistas, intercambistas e pessoas que estão de mudança para outro país:

 

1)A SMALL WORLD: Espécie de clube formado por pessoas que viajam pelo mundo que marcam encontros pessoalmente para compartilhar experiencias e aventuras. www.asmallworld.com

 

2)INTERNATIONS: Rede criado por expatriados (pessoas originárias de um país mas que residem em outro) que promove encontros em diferentes cantos do planeta. Existem eventos para quem curte esporte, idiomas e até eventos voltados para solteiros. www.internations.org

 

3)SPOTTED BY LOCALS: Aplicativo onde é possivel “contratar” um amigo local para ter uma experiência real na cultura do país. É possivel listar atividades de interesse no processo de escolha como vida cultural, vida noturna ou gastronomica. www.spottedbylocals.com/

 

4)RENT A LOCAL FRIEND: Proposta similar ao serviço acima. Onde você pode “alugar” um amigo local para lhe mostrar os maiores achados da região. Aqueles que só quem é de lá conhece muitas vezes inacessível aos turistas comuns. www.rentalocalfriend.com

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E aí gostaram das sugestões?

 

Em tempos onde a tolerância se faz cada vez mais necessária nada melhor que abrir seus horizontes, aprender um novo idioma e estar aberto ao mundo! Afinal, é conhecendo verdadeiramente pessoas de outras culturas (e não apenas seus principais monumentos e museus) que enfim nos livramos dos esteriótipos e passamos a aceitar mais as diferenças, amar os contrastes e julgar menos os outros. E, em troca, nós também deixamos como legado e nossa tão rica cultura brasileira por onde passamos. Pense nesta idéia!

 bjs e até a próxima viagem!

Marina.

TOP 5 dicas para você se comunicar em países com idiomas exóticos

28 de maio de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?!

Ai como eu adoro viajar para lugares diferentes….. Quanto mais exótico melhor…..as roupas, os costumes, os temperos, os sotaques, os hábitos….tudo me encanta!

Como aprender idiomas sempre foi minha maior paixão, de uma maneira geral comunicar-se sempre foi um assunto tranquilo falando português, inglês, espanhol, francês e alemão  porém,  não se engane,  já passei por algumas situações onde as pessoas não conseguiam se comunicar em nenhum desses idiomas e, consequentemente eu fiquei (inicialmente) a ver navios…Quer alguns exemplos? Na nossa floresta amazônica brasileira, em tribos africanas e até, em vilarejos menos turísticos na Indonésia, na Índia ou na Hungria. Ah! e muitos amigos também me relataram episódios semelhantes em grandes metrópoles da China, Rússia e Japão então,  se o seu próximo destino é um destes, estas dicas serão super bem vindas, vamos a elas?

1)Nada de pânico

O bom senso, uma boa dose de lógica serão seus melhores amigos, tudo vai dar certo, no final, sempre acredito muito naquela música “ o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraída” porque vai por mim, acaba aparecendo alguém que faz uma mímica melhor ou que você consegue associar com alguma coisa que lhe parece familiar. No final tudo dá certo (e de bônus? – Ainda virão muitas histórias engraçadas pra contar!)

2)Tente escrever em um papel algumas palavras-chave do idioma ou baixe um desses 3 aplicativos

Em países asiáticos eu costumava sempre pedir na recepção do hotel pra alguem escrever pra mim no idioma local algumas frases que eu poderia precisar tais como as coordenadas do meu hotel, as minhas alergias (no meu caso frutos do mar) , ou ainda a minha preferida “está muito caro, moço, veja aí um desconto, por favor?!”  kkkk Hoje com aplicativos no celular nem precisa mais,
porém essas frases emergenciais sempre ajudam então já baixe logo um aplicativo antes de viajar e familiarize-se  com ele. Alguns deles são tão bacanas que você escreve a palavra em ingles e ele fornece a escrita e o audio da pronúncia no idioma pretendido. Aqui vão 3 exemplos de apps legais:

Duolingo: Completo, disponível em vários idiomas e ensina vocabulário, gramática, pronúncia e compreensão auditiva.

Babbel:  É um dos melhores, mais populares apps de ensino de idiomas e tem apps para aprender não apenas as línguas mais populares, como inglês, espanhol, francês e alemão, mas também turco, sueco e até indonésio.

AccelaStudy: Ajuda a memorizar palavras através de um método que exibe cartões com o vocabulário e está disponível em mais de 18 idiomas diferentes. É excelente para o aprendizado de vocabulário e para aperfeiçoar a pronúncia. Continuar lendo

TOP 5 razões para falar um terceiro idioma

05 de março de 2015 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

“Os limites da língua são os limites do seu mundo” já dizia Ludwig Wittgenstein. Mesmo com os milhares de aplicativos on-line para tradução de idiomas, estar confortável para efetivamente desenvolver uma conversa e conhecer mais a fundo uma outra cultura são algumas das vantagens de dominar outros idiomas. Mas se você precisa de mais motivos para se convencer de que falar bem um terceiro idioma faz a diferença, aqui vão eles:

1) Mais oportunidades de emprego: Imagine-se gestora de recursos humanos de uma grande empresa que recebe milhares de currículos diariamente. A maioria deles com formação acadêmica e com inglês intermediário. Aí, um belo dia aparece por lá o currículo de uma pessoa que fala inglês fluente e também mandarim.  Será que você não ia considerar essa pessoa para uma entrevista? Pois é, os recrutadores de RH também pensam assim.

2) Maior networking: Quando fui fazer intercâmbio no Canadá, além de conhecer bem a cultura canadense, também pude entender melhor as diferenças entre os nativos de países asiáticos por ter convivido bastante com eles. Por exemplo, aprendi a diferenciar japoneses, coreanos e chineses pelos nomes e formas de se comportar. Antes disso, claro, não tinha a menor ideia e generalizava, como muitos ainda fazem, chamando todos de “japas”. Já quando fui a um intercâmbio na França, fiz muitas amizades com pessoas da Colômbia, Argentina e México: mais uma vez, eles não eram meramente “latinos”, existia um emaranhado de divergências culturais. Hoje, se eventualmente tiver que negociar com qualquer uma destas seis nacionalidades, como tive amigos de todas elas, poderei não só melhor me relacionar como compreender comportamentos em negociações, ou mesmo em uma mesa de bar.

3) Inovar no seu mercado: Ok, você nunca teve a oportunidade de morar fora mas aprendeu, seja por conta própria ou com a ajuda de cursinhos aqui no Brasil, a se comunicar e entender super bem o idioma italiano. Eis que você, recém-formado na faculdade de arquitetura, começa a pesquisar novas formas de construir um novo material diretamente nos sites/blogs italianos que falam de um novo produto recém-criado em Milão. Você entra em contato e consegue, por já dominar o idioma, representar aquele material no Brasil. Bingo! Será que se você só falasse português (ou apenas português e inglês) esse caminho não seria mais longo?

4) Ler obras primas em seu idioma original: Só quem ama um autor estrangeiro e consegue ler seus clássicos no idioma nativo sabe do que estou falando. Li Albert Camus e Simone de Beauvoir em francês e Gabriel García Marques e Mario Vargas Lhosa em espanhol e, vai por mim: é diferente. É mais profundo, tem mais encantamento, sei lá. Quanto a obras mais novas, para quem quiser experimentar um livro leve e facinho de ler, em inglês, um bom começo é “Eat, Pray, Love” (Comer, Rezar e Amar). Depois de ler esse livro, coloquei na cabeça que precisava conhecer Bali e Índia e só sosseguei depois que consegui ver de perto o que Elizabeth Gilbert descreveu em sua trama.

5) Conhecer o lado B de algumas coisas: Vou dar dois exemplos: certa vez fiz uma viagem de trem de Hamburgo (Alemanha) para Copenhagen (Dinamarca) e dividi o vagão com um casal de poloneses judeus super velhinho que vivenciaram a Segunda Guerra de forma intensa e brutal. Tinha ali na minha frente um testemunho vivo de percepções que nenhum livro de história jamais poderia me dar, e foi com os olhos cheios de água que me emocionei muito com uma conversa de mais de duas horas (em alemão) com eles. Se aprender alemão valeu a pena pra mim? Só valeu! Ainda na Alemanha, tive um amigão da Síria que se preparava para fazer faculdade lá e, sim!, só falava alemão e árabe. Qual a melhor forma de conhecer a cultura muçulmana do que tendo um amigo árabe? Por falar nisso, se pelos menos metade das pessoas entenderem que muçulmano e terrorista não são sinônimos, já teremos aí um bom avanço.

E aí?? Precisam de mais motivos? Vamos fazer um Intercâmbio em 2015? Mais informações, fale com o STB/Recife (81-2123-4522) ou recife@stb.com.br

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.

6 apps de viagem que você ainda não tem (mas vai amar!)

17 de novembro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

As férias estão chegando! Quem está fazendo as malas? Se você está se preparando para curtir os dias off, não deixe de conferir os aplicativos que sugeri na minha coluna do PortalTagIt desta semana aqui: – eles certamente deixarão suas viagens ainda melhores!

1) Viajante Esperto: quem nunca passou pela situação de chegar no aeroporto e descobrir que o vôo estava atrasado? Poxa! Você bem que poderia ter almoçado com mais calma ou ter descansado no hotel antes de fazer o check out… Da próxima vez, fique atento: com o Flight +, você recebe atualizações sobre atrasos de vôos em mais de 16000 aeroportos no mundo.

2) Viajante Localizado: quer saber qual é o transporte público disponível que te leve da balada até a sua acomodação, esteja você em Londres ou Los Angeles? Metro, ônibus, trem ou todas as alternativas? Com mais de 65 cidades na Europa e América do Norte, com TrasitApp você poderá ver a melhor rota e também o horário que precisa sair da “night” para conseguir pegar o transporte público e economizar com o táxi.

3) Viajante Conectado: Vôos longos e com conexões? Quer dar uma paradinha para tomar um banho ou ter acesso a internet ilimitada wi-fi? Com o aplicativo Loungebuddy você ficará sabendo dos lounges gratuitos ou que podem ser pagos in loco em mais de 500 aeroportos no mundo.

4) Viajante “em casa” mundo afora: Claro que viajar e conhecer os melhores restaurantes é muito bom sempre, mas imagina ter uma experiência gastronômica na casa de nativos? Baixe agora mesmo o EatWith para ir jantar uma comida típica na casa de alguém em mais de 30 países. Os preços variam entre R$ 60 e R$ 300.

5) Viajante Feliz: Vôos baratos podem vir com alguns inconvenientes, como muitas paradas e conexões, sempre cansativas e estressantes! Este aplicativo utiliza o critério felicidade para priorizar aqueles que terão a melhor logística aliada ao melhor preço. Baixe agora mesmo gratuitamente o RouteHappy!

6) Viajante em forma: Viajar, experimentar novas comidas e não perder a forma, tem coisa melhor? Na onda das corridas e maratonas que estão super em alta, o aplicativo WalkJogRun vai te indicar ótimas rotas em milhões de lugares no mundo. Você pode selecionar a sua corrida por duração, nível de dificuldade ou até pesquisar por trajetos em lugares históricos, além de ter uma indicação dos melhores lugares para lanchar após a corrida. Integrado ao GPS, ele também garante que você não irá se perder!

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.
Página 1 de 3123