Search Results

Vino, Vibe & Dulce de Leche em Buenos Aires

01 de agosto de 2011 | Postado por Marina em Argentina

Uma tarde com alfajores de doce de leite ou uma noite degustando um bom “vino de la casa” acompanhado de uma suculenta picanha Argentina. A autora do livro Intercâmbio de A a Z, Marina Motta – que já fez 11 intercâmbios e percorreu 33 países! – dá algumas dicas para descobrir melhor a capital portenha do nosso vizinho mais próximo, a Argentina.

“Escolhi a Argentina porque este deve ser o país mais procurado por brazucas. Fica próximo da gente, dá para usar milhas do cartão de crédito para a passagem, os pacotes são normalmente bastante convidativos, o passaporte não é uma exigência, você consegue usar o dólar em vários lugares e, mesmo sem falar espanhol, dá para se virar com clássico dialeto portuñol”, brinca.

Marina entrega outros segredos que descobriu nos dias em que passou na capital Argentina: “hotéis, restaurantes e vinhos bons, bonitos e baratos – e táxis com preços mega camaradas!”.

É impossível ir para Buenos Aires e não se deliciar com as carnes argentinas. Temperadas com sal e assadas na brasa, a picanha argentina é de comer rezando! O Restaurante mais tradicional para provar o seu bife de chorizo argentino (que mais parece uma picanha) é o Cabana de Las Lilas. Para acompanhar, um vino de la casa, claro! O restaurante tem um bom custo x benefício, serviço excelente e ótima adega.

Já conhecido por muitos brasileiros, é uma explosão de sabores do cardápio nipo-peruano. Um local gostoso e com ceviches maravilhosos. Peça um bom champanhe e não abra mão da sugestão surpresa ao chefe!

Se você quer se sentir a Carrie de “Sex in de City” (ao invés de em Nova York, na América do Sul), este é o lugar! Experimente o ceviche de linguado e esqueça a dieta para mergulhar em um cheesecake de “Dulce de leche”.

No lugar mais cool e descolado de Buenos Aires, seus pesos são convertidos em “isabelinas” (moeda local deste hipado point) e, com ele, você pode pedir champanhes e coquetéis. Não deixe de experimentar o cardápio degustação de batatas trufadas e o carpaccio! Depois, enjoy the music e prepare-se para perder todas as calorias dançando até às 5 da manha!

Fonte: http://lolamag.abril.com.br/gastronomia/vino-vibe-dulce-de-leche-em-buenos-aires/

Vino, Vibe & Dulce de Leche em Buenos Aires

04 de julho de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Contribui com o Jornalista Igor Zahir no TOP 5 de Gastronomia de uma revista que adoro! A LOLA! Quem quiser conferir minhas dicas de BUENOS AIRES o link é este aqui: http://lolamag.abril.com.br/gastronomia/vino-vibe-dulce-de-leche-em-buenos-aires/

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Top 5 mercados de pulgas no mundo: Comprar aqui é mais barato e, passear também é “um barato”!

24 de outubro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Quando o assunto é viagem, qual a diferença entre experimentar os quitutes e iguarias locais ou  ir sempre ao “same old same old” Mac Donalds?

Resposta: Os dois matam a fome, mas o primeiro te permite sair da mesmice e explorar outros paladares e sabores. No quesito compras, faço o mesmo paralelo entre os grandes outlets e os mercados de pulgas.

É claro que, em dias de inverno ou mesmo no caso de excelentes galerias ou shoppings em especial, pode-se sim, encontrar de A a Z tudo o que se precisa nestes grandes outlets alguns exemplos são: na Galeria Lafayette de Paris, no El Corte Inglês de Lisboa, no Eaton Center de Toronto e em milhares de outlets espalhados pelos EUA.  Sendo assim, quando o objetivo é puro e simplesmente o consumo e, principalmente se o foco maior são marcas especificas claro que estas opções são válidas demais! No entanto, Se você dispuser de um diazinho a mais no exterior para, digamos um passeio com “eventuais compras” (sem compromisso), a sugestão de hoje são os Mercados de Pulgas!

Para quem nunca ouviu este termo antes, calma! Não se trata de um mercado cheio de cachorros e animais pulguentos que vão te fazer sair de lá se coçando que nem um cão sarnento! Kkkkkk!  São apenas mercados públicos (alguns ao ar livre) que propõem uma diversidade enorme de itens! Desde artesanatos locais, jóias, artigos de segunda mão (estilo brechó) além de tecidos, tapetes e até artigos fakes de marcas famosas como Adidas, Dior e Cia limitada. Enfim, como diz o matuto, tem “de um tudo” nos Mercados de Pulgas e, com certeza, são uma atração interessantíssima de conferir! Aqui listei os TOP 5 que estive e recomendo:

Continuar lendo

Comida, Comida,Comida-qualquer viagem passa pela culinária! Conheça as principais mundo afora!

26 de junho de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Não sei se isso também acontece com vocês, mas nesse época junina fico um tanto quanto gulosa! Isso porque simplesmente adoro todas as comidinhas de milho do São João e, é certamente uma das festas que mais gosto no ano. Falando que culinária. quando o assunto é viagens, sempre acabo dando preferência pelos restaurantes árabes ou italianos. Mas também não abro mão de especialidades francesas e mexicanas. Afinal,como não amar viajar para comer?

Confesso que, quando viajo, a escolha dos restaurantes é um dos pontos altos. Posso economizar em outras (várias) coisas, quase não compro, por exemplo. Sou capaz de voltar com a mala exatamente como fui, salvo com alguns poucos souvenires mas a  gastronomia essa sim para mim é um capítulo à parte….Provar pratos típicos faz parte da viagem! Quem nunca se deliciou com uma comida que, a princípio, achou estranha ou exótica?

Você não precisa gastar muito com restaurantes caríssimos, como os que têm “três estrelas do Guia Michelin”, para degustar a autêntica gastronomia de cada lugar. A culinária é democrática, está em toda parte e acessível a todos. Afinal, sempre vou lembrar-me do gosto da torta de limão da doceria La Mie Calinie e das moules marinières quando estudava em La Rochelle (França); dos
crepes do Quartier Latin, de Paris, seja de queijo emmental ou de Nutella; dos fast-foods dos EUA, como Wendys e Subway; das massas prontas e congeladas da marca Michelinas a 0,99 cents; dos sacos de Nuggets, miojo,sorvetes Häangen Daz nos Wal Marts da vida espalhados pelos EUA; dos Cinabons de canela da estação Eglington, de Toronto; dos hot dogs de Nova Iorque; dos bagels de
Vancouver; da paella de Valência (Espanha), das pizzas de rua do bairro Trestevere, de Roma, a 1,50 euros; do suco de lichia em lata da África do Sul; do fish & chips da Inglaterra; dos waffles de morangos e chocolate de Bruxelas; dos peixes frescos da Nova Zelândia; da cerveja Kolsch de Colônia (Alemanha); da salsicha picante frankfurter da Alexanderplatz, de Berlim; da carne de canguru da Austrália; dos gelatos de um sábado de sol em Florença; dos alfajores na romântica Buenos Aires ou do bacalhau do boêmio Bairro Alto de Lisboa….

Dia desses achei esse site super legal que fala de todas as comidas tipicas do mundo   http://www.foodbycountry.com/  Vale a pena conferir e assim se programar para degustar as iguarias do seu próximo destino. Afinal, experimentar comidas típicas de cada lugar é  ter a chance de conhecer sabor do mundo , uma experiência que, definitivamente, não pode ser deixada de lado.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

 

Atenção mochileiros, várias cidades do planeta oferecem Free walking tours, aproveitem!

26 de agosto de 2013 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

             

Quando chegamos a uma nova cidade, seja para “turistar” ou para começar um intercâmbio, uma boa forma de dar um “rolê” e se ambientar localmente é fazendo um tour caminhando pelos principais pontos da cidade. E quando esses tours são grátis melhor ainda né?! Aqui selecionei alguns para você aproveitar na próxima visita à estes destinos:

Bjs e até a próxima viagem,
Marina.

Nossa impressão do mundo x a impressão do mundo sobre nós

05 de julho de 2013 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Olá viajantes!
Tudo bom?!

Acho que essa é, definitivamente, A definição do que vem a  ser INTERCÂMBIO!

Aqui no blog já falei sobre minha impressão dos canadenses, alemães, ingleses, franceses, australianos….. todos nativos de países onde fiz intercâmbio.A questão é, quando moramos em outro país não aprendemos somente a sua língua nativa. Isso é apenas o mote.O que vem junto aí sim, é uma bagagem tão ou mais rica do que puro e simplesmente a fluência em outro idioma.É aí que surgem as curiosidades da cultura, manias, gírias, gostos, crenças e todas as particularidades que envolvem uma nação.

Ano que vem com a COPA 2014 vamos mostrar um pouco mais do Brasil para o mundo. Sim, somos alegres, receptivos, gostamos de carnaval e de futebol mas o que mais um estrangeiro pode dizer do nosso jeitinho tão nosso e tão brasileiro de ser?!

Ao que parece muita coisa! Olivier é um francês que está morando há 1 ano no Brasil, mais precisamente em BH, lá na capital do pão de queijo e registrou algumas, muitas (mais precisamente 65 coisas que ele observou a respeito dos brasileiros).  Alguns deles me fizeram dar boas risadas. Vale a pena conferir!

Curiosidades Brasileiras (por Olivier Teboul, francês, 29 anos)

 

Aqui são umas das minhas observações, as vezes um pouco exageradas, sobre o Brasil. Nada serio.

  1. Aqui no Brasil, tudo se organiza em fila: fila para pagar, fila para pedir, fila para entrar, fila para sair e fila para esperar a próxima fila. E duas pessoas ja bastam para constituir uma fila.
  2. Aqui no Brasil, o ano começa “depois do Carnaval”.
  3. Aqui no Brasil, não se pode tocar a comida com as mãos. No MacDonalds, hamburger se come dentro de um guardanapo. Toda mesa de bar, restaurante ou lanchonete tem um distribuidor de guardanapos e de palitos. Mas esses guardanapos são quase de plastico, nada de suave ou agradável. O objetivo não é de limpar suas mãos ou sua boca mas é de pegar a comida com as mãos sem deixar papel nem na comida nem nas mãos.
  4. Aqui no Brasil todo é gay (ou ‘viado’). Beber chá: e gay. Pedir um coca zero: é gay. Jogar vólei: é gay. Beber vinho: é gay. Não gostar de futebol: é gay. Ser francês: é gay, ser gaúcho: gay, ser mineiro: gay. Prestar atenção em como se vestir: é gay. Não falar que algo e gay : também é gay. Continuar lendo

Amizade tem preço e muitos benefícios: #PapoViajante com Alice Moura do Rent a Local Friend

31 de julho de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes! tudo bom?!

Sabe quando você vai visitar aquele grande amigo em outra cidade (ou outro país) e ele te leva naquele restaurante que só quem mora conhece, depois passeia pelo bairro e por pontos turísticos mostrando peculiaridades e curiosidades únicas daquele cantinho do mundo?!  Ah, como é bom voltar de viagem com aquela sensação de “local” não é?! Bom, o problema é que, por mais viajado que sejamos, ninguém conhece uma amigo em cada cidade legal do mundo não é?!  

Imagina então poder “alugar um amigo” em Mumbai na Índia ou em Oslo na Noruega?! Ou até mesmo um hermano argentino em Buenos Aires!  Já existe uma empresa que faz isso e, olhem só:  é brasileiríssima!  E você? Curte trocar idéias com pessoas de outros lugares, praticar o inglês e até ganhar um dindin a mais dando uma de guia privativo mostrando tudo o que a sua cidade tem de melhor?! Você também pode se tornar um “amigo alugado”! Em épocas de Copa do Mundo e Olimpíadas que estão por vir nada mais interessante não?! Continuar lendo

5 oportunidades para viajar barato pelo mundo

28 de março de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

1. Programas e refeições “por conta da casa” na Islândia

O projeto Inspired by Iceland é a maior campanha já lançada pelo país para atrair visitantes. Logo na página inicial do site, é possível ver uma lista de atividades grátis, como restaurantes e pessoas que oferecerem refeições de cortesia, treinos de rúgbi com o time local e até contação de histórias de autores islandeses num hotel, apresentadas em inglês. Em junho, julho e agosto deste ano, uma agência de tours de barco oferece viagens grátis para duas pessoas para ver focas e quem sabe até baleias. O programa incentiva que os visitantes deixem sua mensagem e contem sua história no site.

2. Ensine inglês na Espanha

Se estiver com o inglês afiado, uma opção é inscrever-se num programa de 6 dias em uma pequena vila em Salamanca, na Espanha, apelidada de Vaughantown, para falar inglês com espanhóis que estão interessados em aprender ou praticar o idioma. Os voluntários têm hospedagem gratuita no hotel, com refeições incluídas, além de uma rica experiência cultural.

 

3. Redes de cicerones (Global Greeter Network)

Fundado em 1992 em Nova York, o conceito das redes de voluntários que mostram a cidade em que vivem para turistas estrangeiros tornou-se um sucesso no mundo todo. De Buenos Aires à Bélgica, cicerones de várias nacionalidades se dispõem a conduzir passeios e apresentar a cidade para os recém-chegados. Todos os programas são gratuitos e podem ser feitos em grupo ou individualmente. Continuar lendo

“Soy Loco por tí América”: Intercâmbio ou Turismo na Argentina:

06 de junho de 2011 | Postado por Marina em Argentina

A Argentina deve ser, provavelmente, o local mais procurado por brazucas para uma primeira viagem internacional. As razões são várias: Fica próximo da gente, dá para usar milhas do cartão de crédito para a passagem, os pacotes são normalmente bastante convidativos, pode-se viajar com RG apenas (o passaporte não é uma exigência), em muitos lugares além do peso argentino, você também consegue usar dólar e, mesmo sem falar espanhol, dá para se virar com clássico dialeto portuñol. É aquela coisa: Os brasileiros que vão a turismo, acham que falam espanhol e os Argentinos de olho no dindin, fazem questão de entender. Afinal nosso turismo também é uma super fonte de renda para eles! Ou seja, um casamento perfeito. Isso sem falar, é claro, de outras vantagens: hotéis, restaurantes e vinhos bons bonitos e baratos e táxis com preços mega camaradas. Então, “Dímelo!” Como não ser “Loco por ti América”?

 

Bueno, digo: Bem, a Argentina também é país excelente para aprender ou aperfeiçoar o espanhol, e, para tanto, recomendo a escola COINED (www.coined.ar) e, se possível, opte por cidades como Córdoba, Mendonza ou Ushuaia, pois você vai encontrar uma quantidade menor de brasileiros.

Diferente de Buenos Aires e Bariloche que não seriam as melhores opções para focar nos estudos, porém se o seu objetivo é turismo e diversão o primeiro tem a vida noturna mais agitada do país e o segundo, é o local mais procurado para esquiar. Possivelmente também o lugar onde a maioria dos brasileiros viu neve pela primeira vez e também caiu e levantou pagando micos (normalmente em família) com aquelas roupas impermeáveis e botas um tanto pesadas.

Em termos de acomodação você sempre poderá optar entre ficar em casa de família ou em residência estudantil e em quarto individual ou compartilhado. Se for a turismo, uma dica que dou quanto à hospedagem é: Sempre considere o hotel como se tivesse uma estrela a menos. Ex. fiquei em hotéis quatro estrelas que, na verdade, equivalem a um três estrelas. Entendem? Então é bom ficar atento a isso para não ficar desapontado.

Estive na Argentina por quatro vezes. As três primeiras vezes era criança e tinha cerca de 10 a 13 anos e fui diretamente para Mendonza com meus pais e um grupo de mais uns 100 bazucas para esquiar naquela que é considerada a maior estação de esqui da América do Sul – Las Lemas em um hotel que, por sua vez, era muito bom, o Piscis (http://www.laslenas.com/eng/lodging/hotel_piscis.php) . Em termos de pistas, são melhores que Bariloche, porém, a parte de restaurantes, lojinhas e passeios de Bariloche tem mais diversidade. Ainda me lembro dos campeonatos de esqui promovidos pelos brasileiros e do fato de ter ganhado a medalha de ouro por velocidade já que (por ser a única competidora menor de 18 anos) fui isenta da prova de beber cerveja no meio do percurso…Também me lembro do meu grande esforço para tentar passar na entrada do cassino com maquiagem e roupas “de adulta”, crente que ninguém ia perceber que era uma menina precoce que estava fantasiada de uma senhora para jogar nas “maquininhas”….Coisas da infância….

Cerca de treze anos depois voltei à Argentina para uma viagem a dois bem clássica: três dias em Buenos Aires e três dias em Bariloche….Em Buenos Aires, fiquei no hotel Dolmen, (http://www.hoteldolmen.com.ar/ ) fiz aquele city tour báaasico da Casa Rosada e arredores, alguns pontos históricos  e aquele calle (rua) florida que, confesso, me decepcionou muito pois não tem nada demais.

Ainda em Buenos Aires, parada obrigatória para jantar no Puerto Madero e em outro dia no bairro da Recoleta. Passeio ao bairro de La Boca (foto abaixo), espetáculo de tango, muita carne, ojo de bife…dulce de leche, alfajores, vino de la casa, e otras cositas más….No último dia, jantar no hotel mesmo, uma vez que, no check in, ganhamos um voucher que dava direito a um jantar no restaurante do hotel…

Seguindo para “Barilo” me hospedei no hotel Nevada (http://nevada.com.ar) bem no centrinho e achei a cidade fofíssima! Toda pequenininha, arrumadinha e romântica…neve, fondue, vinho, chocolates da loja mamuska, fotos com cachorros São Bernanrdo (aquele do filme beethoven) e, mais algumas calorias adquiridas…

 

e

Depois, City tour no Cerro Bajo e vista do hipado hotel llau llau (http://www.llaollao.com/ing/)- foto abaixo:

Por fim, no dia seguinte, dia  inteiro de esqui no cerro catedral... E eis que Argentina – lamento mas é hora de partir, mas parafraseado a canção da América de Milton Nascimento, garanto: qualquer dia eu volto amigo (e vizinho), pra te encontrar…

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Aproveite as férias para turbinar o Currículo!

05 de maio de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Se você quer aproveitar estas férias de julho para aperfeiçoar seus conhecimentos em inglês, espanhol ou francês, saiba que ainda dá tempo! Seguem aqui algumas sugestões:

ESTADOS UNIDOS
 Escola/Centro  INTRAX INTERNATIONAL INSTITUTE/San Diego
 Tipo de curso  Business English (Inglês para negócios)
 Data de inicio  04/07/2011
 Duração do curso / Carga horária  4 Semanas – 20 Lessons/week
 Tipo de acomodação / Quarto Casa de família com quarto individual
 Plano de refeições Meia Pensão
Pacote   USD 2.420,00 ( ou, em 12 x fixas no cartão)
ARGENTINA
Escola/Centro  COINED/Buenos Aires
 Tipo de curso  Espanhol
 Data de inicio  04/07/2011
 Duração do curso / Carga horária  4 Semanas – 20 Lessons/week
 Tipo de acomodação / Quarto Apartamento compartilhado com outros estudantes (quarto duplo)
 Plano de refeições Sem refeições
Pacote: USD 1.605,00 (ou, em 12x fixas no cartão)
FRANÇA
 Escola/Centro  EUROCENTRES/Paris
 Tipo de curso  Francês
 Data de inicio  04/07/2011
 Duração do curso / Carga horária  4 Semanas – 20 Lessons/week
 Tipo de acomodação / Quarto  Host Family – Single Room (Casa de família, quarto individual)
 Plano de refeições Café da manha incluso
Pacote   EUR 2.294,00 ( ou em 12x fixas no cartão)
INGLATERRA
Escola/Centro  EUROCENTRES/Londres
 Tipo de curso Inglês
 Data de inicio  04/07/2011
 Duração do curso / Carga horária  4 Semanas – 20 Lessons/week
 Tipo de acomodação / Quarto  Host Family – Single Room (Casa de família, quarto individual)
 Plano de refeições Café da manha incluso
Pacote   GBP 1.252,00 (Ou em 12x fixas no cartão)

EM TEMPO: Colaborei com a matéria APROVEITE AS FÉRIAS PARA TURBINAR O CURRÍCULO do jornalista Tércio Amaral no Jornal Diário de Pernambuco deste Domingo.Parabéns pela matéria Tércio!

 

Quer mais informações,  ligue: (81) 2123-4522 ou acesse: www.stb.com.br

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Página 1 de 212