Archive for the ‘Canada’ Category

Novembro chegou: 7 ótimas razões para você ir para o Canadá agora!

06 de novembro de 2015 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!

Tudo bom?

Ah o Canadá…Sou suspeita para falar deste país que sempre me recebeu de braços abertos e que representou uma fase tão legal da minha vida! Foi lá que passei 6 meses (3 meses em Vancouver e 3 meses em Toronto) e pude, ao longo desse tempo, percorrer vários dos seus cantinho super especiais. E olha que são muitos eih? Afinal, O Canadá é o segundo maior país do mundo em área territorial (perdendo apenas para a Rússia) Recentemente, tive o prazer de voltar ao Canadá e comentei os programas mais bacanas de Toronto aqui no blog!

 

Bem mas como o Canadá é sempre um destino super solicitado elaborei este post com lugares de leste a oeste do seu extenso território os quais acho que são imperdíveis! Vamos a eles?

Bem, claro que as cidades canadenses são ótimas, mas se o seu destino for o Canadá, não dá pra deixar de explorar também atividades ao ar livre em montanhas, praias e glaciais.

Antes de tudo vou responder a pergunta: Afinal, por que ir para o Canadá agora? Simplesmente porque as passagens para lá estão baratas, porque o câmbio canadense está bem mais desvalorizado que o americano. Porque existem excelentes opções de estudo e até mesmo opções que combinam estudo + trabalho e também porque agora é outono!! Sabe a aquela folhinha na bandeira canadense? É a folha de maple e ela vai estar por todos os lados em cenários que parecem de filme e em tons que oscilam do vermelho vibrante ao marrom. Simplesmente mágico. Se esses motivos não te convenceram ainda a ir para o Canadá aqui vão mais 7 bons motivos, vamos a eles?

 

1)Niagara Falls: Para apreciar as cataratas, normalmente se opta por, sobrevoar de helicóptero (tente não comer muito antes) ou fazer um passeio de barco (prepare-se para se molhar). Na região também tem algumas vinícolas. Continuar lendo

Pensando em fazer #Intercâmbio no #Canadá? Confira TOP 5 coisas que você vai adorar saber sobre #Toronto

17 de agosto de 2015 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!

Tudo bom?

Situada às margens do Lago Ontário, Toronto é uma cidade incrível e cheia de peculiaridades que a tornam uma cidade surpreendente. Organização, multiculturalismo e infraestrutura são bastante abrangentes e  caracterizam o Canadá de uma forma geral, mas existem certas coisas que são “muito Toronto”… Vou listar alguns fatos que me chamaram atenção:

1) EXTREMA EDUCAÇÃO POR PARTE DOS DRIVERS (TANTO DE TAXI, QUANTO DE ÔNIBUS E STREETCAR)

Não é novidade para ninguém que o transporte público de Toronto é um exemplo de eficiência, certo? Mas algo que me deixou extremamente impressionada, foi a absurda paciência e educação por parte dos motoristas. (Claro que toda regra tem sua exceção).

Taxistas e motoristas de transporte público das grandes cidades, às vezes demonstram uma certa impaciência com os turistas e
isso é bem comum em NY, já que simpatia por parte dos drivers, não é a especialidade da casa. (Rsrs)

Os Torontonianos são geralmente bem acolhedores, portanto, os turistas podem abusar da boa vontade de grande parte dos
motoristas. Normalmente eles são bem solícitos e auxiliam os visitantes com dicas de pontos de desembarque de acordo com o lugar turístico a ser visitado… Dependendo, você pode até abusar a little bit more e pedir para que  eles te avisem onde você deve descer. Mas isso é só em casos extremos, afinal,tudo tem limite, concorda?

DICA: STREETCAR  O BONDINHO ELÉTRICO DE TORONTO

Um dos grandes diferenciais de Toronto é o famoso streetcar, que em termos de popularidade se equivale ao taxi amarelo de Nova
York. As 11 linhas do streetcar system são operadas pelo Toronto Transit Commission (TTC) e circulam com a finalidade de conectar os passageiros às estações de metrô.

2) SEGURANÇA GERA CONFIANÇA

A segurança lá na gringa é algo que chama a atenção de qualquer brasileiro. Somos frequentemente desconfiados por conta da nossa realidade no Brasil. O fato é que não somente em Toronto, mas em vários outros  lugares do mundo, a galera leva a palavra segurança a sério e consequentemente ela se torna um pré-requisito.

As excelentes condições de segurança se manifestamm naturalmente no dia a dia da cidade… Em geral, os locais desfrutam do bom senso e isso faz com que as pessoas confiem umas nas outras – até demais.

Por exemplo: Nem sempre é preciso mostrar o ticket para utilizar o transporte público, pois subentende-se que tanto locais, quanto turistas, exprimem comportamento de coletividade.

Soa um tanto que inocente, pois vi várias pessoas “dando aquele famoso jeitinho” para adentrarem sem a necessidade da compra do ticket. PS: E antes de qualquer dedução, vale ressaltar que essa é uma prática executada por pessoas de todos os lugares
do mundo, não somente por brasileiros.

Claro que existem problemas e furtos, pois Toronto é uma cidade grande e infelizmente pessoas mal intencionadas estão  espalhadas por todas as partes do mundo, mas como já disse anteriormente, o bom senso está quase sempre em primeiro lugar, portanto, não há necessidade de andar em vigilância 24 horas.

 3) PREFERÊNCIA POR TIM HORTONS

Pubs e bares são bem característicos e marcam a vida noturna de Toronto, entretanto, sair em busca de um bom café, independentemente da época do ano é algo bem comum, não somente em Toronto, mas no Canadá como um todo. Nesse caso, não posso deixar de mencionar o favoritismo da maior rede de cafés do país, o Tim Hortons.

Tim Hortons a rede alimentícia considerada ‘queridinha’ no Canadá e por lá, o McDonald’s perde significativamente no quesito popularidade. Para comprovar a predileção, somente em Toronto, existem mais ou menos 250 lojas espalhadas pela cidade.

Depois de um google rápido, descobri que o Tim Hortons passou a ser venerado no Canadá pelo fato de a cultura americana sempre expressar mais evidência, por essa razão, os canadenses passaram a apreciar ainda mais algo que é verdadeiramente típico do país.

DICA: Caso esteja com viagem marcada para Toronto ou qualquer outra cidade do Canadá, lembre-se: Os locais agradecem a preferência por TIM HORTONS!

4) PATH – A CIDADE UNDERGROUND DE TORONTO

 O path é nada mais nada menos que uma cidade subterrânea que na realidade tem a aparência de um shopping. É o maior complexo subterrâneo de lojas do mundo e é bastante funcional para os Torontonianos no inverno, já que durante essa estação a
temperatura cai drasticamente na cidade.

Com 27 km de extensão, cinco estações de metrô e vários prédios interligados, o path parece na verdade um labirinto, ou seja,
ambiente mais que propício para deixar turistas perdidos (experiência própria). As letras da palavra ‘path’ apresentam cores diferentes e cada uma indica uma direção.

 Dica: Fique atento aos mapas!

5) PRAIAS DE ÁGUA DOCE

Toronto é uma cidade que esbanja requinte no quesito ‘belezas naturais’ e as praias espalhadas pela cidade afora são exemplos disso.

Toronto apresenta 11 praias banhadas pelo Lago Ontário, sendo que a maioria possui bandeira azul, o que comprova a qualidade
da água. Com excelente estrutura e ambiente favorável para a prática de esportes e até mesmo piqueniques, as praias de Toronto enriquecem ainda mais a programação turística de qualquer visitante.

DICA: Em algumas praias, o nudismo é completamente aceitável, portanto, se quiser sair do “modo reservado”, fique a vontade…

Toronto é uma cidade cheia de pormenores que expressam singularidade nos mínimos detalhes. Aos olhos de uma turista
fascinada por cultura e comportamento, a capital da província de Ontário é uma verdadeira escola e foi um prazer ter tido a oportunidade de aprender com a vivência in loco.

 *Este post foi feito pela leitora fofa e também blogueira Andréia Martins Simplício que acabou de chegar de um Intercâmbio em Toronto pelo STB. Confiram também o blog dela www.passaporteousado.com.br  que está repleto de dicas legais!

 

Intercâmbio em Toronto: TOP 15 experiências que você não pode perder!

14 de abril de 2015 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!

Tudo bom? Morei em Toronto há 15 anos para fazer um curso de inglês para negócios (Business English) com duração de 3 meses e havia simplesmente adorado a cidade. Mas é claro, em 15 anos muita coisa muda, tanto a cidade como nós mesmos. Imagine então minha alegria quando tive o privilégio de retornar a cidade esse mês para revisitá-la!

Primeiramente, quando se fala em Canadá muita gente tem um pouco de receio de sentir muito frio, sendo assim, vou começar pelo clima: Estive no Canadá na semana passada, portanto, início do mês de Abril e a temperatura média era de 8 graus (not bad! –  considerando que este ano eles tiveram um dos invernos mais rigorosos de todos os tempos e a temperatura em janeiro chegou a – 30 Kkk) mas como Recife anda MUIITO quente ultimamente até que gostei de pegar um pouquinho de frio… Minha semana em terras canadenses passou voando, dias de sol e um misto de déjà vu com diversas novidades. Ah, e  no final das contas, no inverno ou no verão, vamos combinar que viajar é bomdemais  né gente? Pode ser um roteiro de rotina ou a primeira vez em um lugar (ou, neste caso a segunda vez 15 anos depois…) nao importa. É sempre uma oportunidade para fazer descobertas sobre novos pontos de vista, novos lugares ou sobre nós mesmos.

Voltando ao nosso protagonista, a maior cidade do Canadá é sempre uma grata e agradável surpresa! De acordo com a revista The Economist, Toronto é um dos melhores lugares para se viver. Com mais de 3 milhões de habitantes, a cidade se divide entre estações bem definidas de verão e inverno. No período mais quente do ano, a população invade ruas e parques. Já no inverno, as galerias subterrâneas abrem as portas para quem quer aproveitar a cidade e fugir do frio intenso.

Toronto tem uma cena cultura vibrante, transporte seguro e organizado, lojas bacanas, restaurantes ótimos e o é povo dos mais acolhedores! Considerada o centro financeiro, cultural e de entretenimento da nação, possui mais de 120 museus e galerias, diversos musicais e peças de teatros incríveis (é o terceiro maior do mundo perdendo apenas para Nova York e Londres), tem 5 times de esporte profissional, é extremamente multicultural (50% da sua população é originária de outro país – por isso recebem tão bem quem é de fora). E, assim como Nova York também possui diversos bairros típicos, little Italy, Little Portugal, Little Greece e é claro, Chinatown são apenas  alguns dos mais interessantes.

O meu roteiro de 4 dias em Toronto foi enxuto porém bastante completo,  sendo assim, compartilho com vocês a seguir as TOP 15 experiências que não pode ficar de fora na sua próxima visita a cidade. A ordem dos fatores não altera o produto. Todas as experiências aqui listadas são ótimas. Levem em consideração o clima, sua vibe no dia e o que está mais interessado em fazer. E,  se descobrir algum endereço ou atração que não está listado aqui não esquece de compartilhar com a gente nos comentário,fechado? Continuar lendo

#Intercâmbio no #Canadá em alta: #TAM opera primeiro voo para #Toronto neste domingo, saiba 10 curiosidades sobre esse destino!

27 de março de 2015 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!

Tudo bom?

Quando o assunto é “destinos procurados por intercambistas”, não é de hoje que o Canadá é sempre um dos primeiros da lista!

Quando fiz Intercâmbio por 6 meses no Canadá em 2000 ( e lá de vão 15 anos O.M.G, como passa rápido!!) as pessoas sabiam pouco do “gélido Canadá” mas com o passar dos anos, cada vez mais brasileiros descobriram os encantos de passar uma temporada aperfeiçoando outro  idioma  na terra do maple leaf (folhinha que é símbolo do país e ilustra a sua bandeira)

Pensando nessa tendência que só faz crescer, neste domingo (29), a TAM Linhas Aéreas, membro do Grupo LATAM Airlines, vai operar seu primeiro voo para Toronto (Canadá). A operação será realizada cinco vezes por semana, em uma extensão dos voos JJ8102 e JJ8103 da TAM, que já ligam os aeroportos de São Paulo/Guarulhos e de Nova York (Estados Unidos). Os passageiros do Rio de Janeiro podem usufruir do novo destino e, a partir dos voos JJ8078 e JJ8079, que operam a rota Rio de Janeiro/Galeão – Nova York, fazer a conexão para Toronto. (Achei TOP, afinal, uma paradinha em NYC na ida e/ou na volta é sempre bem vinda né? kkkk) Com esse lançamento  a empresa passa a voar para todos os países da América do Norte e  será a única companhia brasileira a operar no Canadá  Obs: Ah, e para aqueles que não abre mão de conforto  tem a Premium Business Class do Boeing 767-300ER, com assentos full flat que reclinam até 180 graus. (Show né?)

Falando em Canadá, aqui vão 10 curiosidades e informações úteis desse país que tanto adoro:

1) Mais de 70% do país é desabitado devido a vasta extensões de terra selvagens geladas no norte.A maioria dos 30 milhões de
habitantes vive próximo da fronteira com os EUA

2) O Canadá tem um território imenso, sendo o segundo maior país do mundo.

3) Os esquimós recebem o nome de inuit.

4) O Canadá possui 6 fusos horários, com uma diferença de 4:30 de uma costa à outra

5) A moeda oficial do país é o dólar canadense (que, por sinal está bem  mais baixa que o dólar americano!)

6) Os idiomas oficiais do país são inglês e francês porém percebe-se um bilinguismo de fato apenas na província de Quebec onde se localizam a pequena Quebec City e a moderna e jovem Montreal. Por isso, para quem quer aprender francês Montreal acaba sendo o destino mais procurado. Já para inglês, Toronto e Vancouver estão sempre no topo da lista.

7) O Canadá exige visto de entrada para passeio, trabalho ou estudos. O visto é conseguido no consulado em São Paulo mas para quem é de outras cidade como eu não precisa de entrevista presencial ou seja, o processo pode ser enviado via sedex com contratação de um despachante, por exemplo.

8) O Canadá tem um dos melhores custos x benefícios para cursos de idiomas. Se estiver matriculado em um College para um curso mais profissionalizante, o estudante também pode requerer a permissão de trabalho remunerado (o que ameniza bastante os custos de manutenção do país)

9) Toronto é extremamente cosmopolita e é considerada “uma Nova York governada por Suíços” já que mesmo sendo metrópole é
muito organizada e segura.

10) Ottawa, capital do país, é uma cidade de porte médio e com localização estratégica próxima a Toronto e a Nova York.

 

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Mais mudanças no visto para estudantes internacionais no Canadá a partir de 01 de junho!

24 de março de 2014 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes! Tudo bom?

Pensando em fazer Intercâmbio no Canadá? Fique por dentro das mudanças já aconteceram e que ainda  vão acontecer em relação ao visto canadense:

Relembrando….
Desde fevereiro/2014, quem tirar o visto de residente temporário para o Canadá poderá visitar o país quantas vezes quiser, ou seja, com múltiplas entradas, dentro do período máximo de até cinco anos. Contudo, o oficial da imigração poderá designar uma validade do visto inferior, conforme o perfil do requerente. O limite de permanência máxima no país continua sendo de 6 meses.
A medida foi anunciada pelo governo canadense no início desta semana, com o objetivo de acelerar a economia local, e de simplificar o trâmite para emissão de vistos consulares, já que, desta forma, os turistas poderão visitar o país mais vezes, sem ter que tirar visto cada vez que for viajar.A mudança é válida para quem ainda vai tirar o visto canadense. Quem já tirou o visto anteriormente não precisará solicitar o documento de novo, pois já terá um visto ainda válido.Sobre como fazer para solicitar o visto de residente temporário,os trâmites continuam iguais.assim como o rigor para a aprovação dos vistos também continua o mesmo.O que mudou, mesmo, na parte do requerimento de visto para residente temporário, é que agora não existem mais uma taxa para única entrada e outra para múltiplas entradas. A taxa foi unificada, e ainda mais barata do que a cobrada para tirar o visto para os Estados Unidos (US$ 160).O visto de residente temporário é indicado para quem vai viajar a turismo, negócios, trânsito, ou para quem vai estudar até 24 semanas, e permite a permanência no país por, no máximo, seis meses, a cada entrada.

AÍ você vai me dizer: “Sim Marina, isso eu já sabia”, qual a novidade? A novidade é  que a partir de 01 de junho, 2014, as regras para os programas de estudo + trabalho também vão mudar para  os cursos de idiomas:

O CIC (Citizenship  and Immigration Canada) anunciou que o C30 que concedia autorização para que as escolas de  idiomas do Canadá oferecessem programas de trabalho aos estudantes, será cancelado a partir de 01 de junho de 2014. Ou seja:

– Estudantes não podem mais aplicar para uma permissão de trabalho C-30 para um programa de estudo + trabalho (Co-Op) em uma escola de línguas. (O que era uma coisa ótima pois trabalhar ajudava na mantenção do estudante durante o intercâmbio e possibilitava que passassam mais tempo no exterior)

– Estudantes já em um programa de estudo + trabalho (Co-Op) estão autorizados a completar o programa

– Estudantes que receberam uma carta de introdução para o programa de estudo + trabalho ( Co-Op) para pedidos de visto enviados antes de 01 de junho de 2014 estarão autorizados a começar seu programa de estudo + trabalho em qualquer data de início.

– Estudo não precisam de work permit para estágio ou trabalho em fazenda (ranch stay) não-remunerado.

– Estudantes com um working holiday visa não são afetados por essas mudanças.

Informações adicionais:

– Estudantes matriculados em um instituto (colleges/universidades públicas ou privadas) para um programa de estudos vocacionais, acadêmicos ou profissionais serão autorizados a trabalhar fora do campus por um máximo de 20 horas semanais (e período integral durante férias/feriados acadêmicos) sem requerer um work permit a partir do dia que seu programa comece.

– Institutos específicos (colleges/universidades públicas ou privadas) estão autorizados a oferecer um programa de estudo + trabalho (Co-Op) como parte de um programa vocacional, acadêmico ou profissional.

O CIC (Citizenship and Immigration Canada) publicou as mudanças completas aqui:
http://www.gazette.gc.ca/rp-pr/p2/2014/2014-02-12/html/sor-dors14-eng.php

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.

Pesquisa do renomado The Economist revela as melhores cidades do mundo para fazer faculdade

15 de julho de 2013 | Postado por Marina em Canada

Pensando em estudar fora? Se a ideia for fazer um curso de graduação, Montreal, no Canadá, é a cidade que oferece as melhores condições. A conclusão é do estudo Sea Turtle Index, feito pela The Economist Intelligence Unit (EIU, unidade de pesquisas do grupo The Economist) para o banco chinês Bank of Communications, que mediu o custo benefício para estrangeiros de realizar uma graduação fora de seu país.

A pesquisa avaliou 80 cidades e regiões do globo em cinco critérios: retorno educacional (qualidade dos cursos x preços), retorno financeiro (investimentos e riscos econômicos), ambiente do mercado imobiliário, abertura do mercado de trabalho e experiência social.

Com esses critérios, alguns achados interessantes apareceram. O efeito da crise econômica, por exemplo, pesou nas cidades que aumentaram o nível de desemprego. Já o efeito do câmbio foi sentido em lugares onde a moeda tem cotação alta.

Confira os detalhes dos dez primeiros colocados no ranking.

1) Montreal

Pontuação total: 72,4 pontos
Retorno educacional: 73,3 pontos, em 6º lugar (empate)
Retorno financeiro: 57,2 pontos, em 52º lugar
Mercado imobiliário: 69,8 pontos, em 12º lugar
Experiência de trabalho: 66,4 pontos, em 4º lugar
Experiência social: 92,5 pontos, em 1º lugar (empate) Continuar lendo

Tudo que você precisa saber antes de fazer Intercâmbio ou processo de imigração legal na província de Quebec, Canadá

11 de abril de 2013 | Postado por Marina em Canada

O que é preciso pra conseguir visto de estudante?

Você procura uma escola (de línguas, de formação em algo específico, tipo música ou design ou moda…) ou uma universidade e se candidata a uma vaga. Cada escola pede uma documentação diferente, mas a maioria vai pedir, no mínimo, comprovação de estudo (diplomas), histórico escolar, identidade, tudo traduzido pro inglês ou pro francês. Essa documentação você
manda pra escola, e, se ela te aceitar, vai te mandar uma carta-convite pra estudar lá. Se for na província do Quebec ,precisa mandar uma cópia da carta para o governo do Quebec, pra poder receber o CAQ (Certificat d’Acceptation du Québec), que é um documento que é a sua permissão pra estudar no Quebec.

Ok,  Quebec já te aceitou, agora falta o Canadá. Aí, com a documentação que você recebeu da escola, da província e mais alguns formulários (tem tudo no site do CSC-VAC), você entra com o seu pedido de visto de estudante canadense. Tudo é feito pelo
correio, não tem entrevista (se tiver, é por telefone). Tudo isso demora de 3 a 6 meses.

Trabalho:

Tem dois tipos de visto de trabalho, um que você já precisa ter uma oferta de emprego do país e outro que você pede um open work visa, que é pra ir para  o país com a permissão pra trabalhar. Esse último demora mais pra sair. Outra forma é aplicar pra
imigração permanente, que é um processo que leva uns 2 anos, tem muitas entrevistas, exige um bom nível de francês. Você chega sem emprego, mas o governo dá aulas de francês, cursos de como fazer um currículo, como enriquecer o currículo e como encontrar um emprego.

O governo exige que o estudante entre com alguma quantia fixa de dólar canadense?

O estudante universitário estrangeiro paga mais caro que o estudante canadense. Nisso já tão inclusas as taxas de educação, que não são baratas, mas são mais baratas que nos Estados Unidos. As universidades (Concordia e McGill são anglófonas; UQAM é francófona) possuem programas de bolsa, e até algumas escolas também, mas para estudantes de até 25 anos. Cada universidade/escola tem sua dinâmica de pagamento: a cada semestre paga pra estudar ou paga tudo de uma vez ou vai nas mensalidades. Também acontecem empréstimos estudantis, que é o que a maioria dos canadenses faz. As escolas também são
abertas a organizar esse pagamento com o aluno. Continuar lendo

Próxima Quarta-feira, 26/09 tem Palestra sobre Intercâmbio no Canadá, Vamos?!

21 de setembro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!

Hoje o post é outro convite!! Semana que vem tem palestra sobre Intercâmbio Canadá; o destino número 1 dos estudantes que pensam em dar um upgrade no inglês!! 

Ah, o Canadá….amo o Canadá! Tenho recordações incríveis dos 6 meses que passeio por lá em 2000! Tão seguro, tão limpo, tão civilizado, tão lindo… Se não fosse tão frio, seria perfeito!! Quer saber mais sobre o Canadá e conhecer um pouco mais sobre Ottawa, capital do país?!#SeusProblemasAcabaram! Eu e o Antônio Aragon da Algoquin College Ottawa esperamos todos na semana que vem às 18:30h na Cultura Inglesa de Casa Forte!  As incrições são gratuitas e podem ser feitas diretamente na Cultura de Casa Forte no 81- 3441-3066

 

+ 20 coisas que você não sabia sobre o Canadá e os canadenses…

21 de agosto de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes! Tudo bem?!

No início do ano, fiz um post com 10 coisas que você precisa saber sobre o Canadá. Depois, fizemos alguns posts falando de cidades específicas e até com convidados especiais… A Andréa com  dicas de Toronto  o Edson com dicas de  Vancouver e também falamos de  Ottawa  e de Montreal Mas, sabemos, o Canadá é  um país enorme(o segundo maior do mundo) e  o número de intercambistas lá aumenta  a cada ano…Por isso, o post de hoje fala de + 20 curiosidades sobre o Canadá e os canadenses… Continuar lendo

Intercâmbio em Toronto: Top 10 dicas de compras, restaurantes, passeios e achados

25 de julho de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes! Tudo bom?!

Rio ou São Paulo? Toronto ou Vancouver? Fico com os dois!

Passei 3 meses em Vancouver e 3 meses em Toronto e amo as duas cidades!

No último post sobre o Canadá, pedi para o Intercambista Edson Bégamo contribuir com suas dicas de Vancouver. Hoje, para continuar esta saudável disputa, convidei a Intercambista Andréa Pessoa de Melo que já fez 3 intercâmbio em….Toronto ( Isso é que é amor incondicional… não quis nem variar, foi  mesmo amor a primeira, segunda e terceira vista) para falar um pouco de seus achados por lá!Quando perguntei os seus top 10 da cidade, ela ficou meio perdida, porque segunda ela: a melhor coisa pra fazer em Toronto é simplesmente estar lá. Uau! Que poético! E agora como diria o Chapolin Colorado, sigam-me (digo, a Andréa) os bons…

Em Toronto sempre tem o que fazer, a cidade é muito organizada, limpa e segura, as pessoas são muito educadas e o sistema de transporte público é ótimo! Então a primeira coisa a fazer é comprar o cartão de transporte (ou Metropass), que é um passe mensal de transporte público (mas também tem o diário e o semanal) para passear à vontade pela cidade. Transporte garantido no bolso, vamos lá:

Andrea Pessoa de Melo

1) RichTree Market / Le Marche (restaurante) Continuar lendo

Página 1 de 3123