define('DISABLE_WP_CRON', true); Canada | Blog do intercambio - Intercâmbio de A a Z por Marina Motta - Part 2

Archive for the ‘Canada’ Category

As últimas de Vancouver: Praias, Neve, Outlets e muito mais…

12 de julho de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes! Tudo bem?!

Que tal mais um post do Canadá?! Yeeh!  Já fiz alguns posts de Vancouver (Leia 10 razões para fazer Intercâmbio em Vancouver) porém, como é um dos destinos mais procurados por brazucas, dicas de lá são sempre bem vindas! Por isso,  fiz a seguinte pergunta para o intercambista Edson Bérgamo que está, neste momento, fazendo um curso de 6 meses em Vancouver : E aí Edson? Quais são os seus TOP 5 Vancouver?! E, as dicas dele seguem logo abaixo:

1)     Stanley Park: o maior parque urbano do Canadá e um dos maiores da América do Norte. Centenas de acres de uma exuberante verde floresta, lagos e campinas gramadas, além de diversos esquilos, guaxinins, patos, gaivotas e gansos. Descrito por um escritor local como um “sofá terapêutico de milhares de acres”, no início, o parque era uma reserva militar estabelecida em meados de 1800 para proteger a entrada do porto de Vancouver. Para uma corrida ao redor do Stanley Park, planeje pelo menos uma hora, considerando os 10km do entorno. Se você preferir, o ideal seria alugar uma bicicleta, tem várias empresas ao redor que fazem esse tipo de serviço. O valor é de CAD$16,00 por 4 horas. Continuar lendo

01 de Julho; #Dia do Canadá: Muito além de um Parabéns e muito obrigada!

29 de junho de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes!
Tudo bem?!

Trabalhar com Educação Internacional tem dessas coisas…. Sim, exige-se  muita responsabilidade e muita paixão (mas acho que isso  é comum a todas as áreas!)  Porém, acredito que assim como um Engenheiro tem alegria de ver sua obra pronta ou um médico de ver o seu paciente finalmente curado, para quem trabalha com Educação Internacional o grande momento é mesmo quando temos a consciência de que o jovem alcançou seus objetivos em seu intercâmbio. Amadureceu, tornou-se mais seguro, mais fluente e mais independente! Ou seja, o intercâmbio foi bem sucedido! Esta semana, recebi da organização parceira no Canadá, um depoimento de uma intercambista de Recife chamada Luiza (sim, outra Luiza que estava no Canadá) e que acaba de concluir 1 semestre de High School na pequena Stratford (cidade próxima a Toronto onde, por sinal, nasceu Justin Bieber…) A carta está toda em inglês e ficamos maravilhados com as palavras dela, por isso, achei que não poderia haver melhor post para comemorar o Dia do Canadá que será neste 01 de Julho do que este depoimento:

Being an exchange student – By Luisa Ribeiro Continuar lendo

A partir de 01/Junho/2012 Aumento da Taxa Consular para o visto do Canadá

30 de maio de 2012 | Postado por Marina em Canada

Olá Viajantes!

Tudo bem?!

A partir de 01/Junho/2012, as taxas consulares para estudo e para turista com uma ou múltiplas entradas sofrerá um reajuste de valor.

A taxa VAC para todos os tipos de visto continua sendo de R$ 60 e, as taxas consulares terão os seguintes valores:

Turismo uma entrada: R$ 145

Turismo múltiplas entradas: R$ 290

Estudo (+ de 6 meses): R$ 240

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

 

A partir de 01 de Abril 2012: Novo modelo de visto do Canadá

02 de abril de 2012 | Postado por Marina em Canada

A partir de 1 de abril de 2012, o Governo do Canadá estará adotando um novo modelo de visto. Este visto possuirá novas características de segurança, e será mais avermelhado que o antigo, no entanto, trará basicamente as mesmas informações. A principal diferença está no fato de que o selo de segurança(selo plástico holográfico) não será mais utilizado.

Os vistos emitidos antes do 01 de abril continuarão válidos.

Você sabe em qual cidade no Canadá a Luiza estava? Conheça Barrie e saiba porque ela é uma ótima opção para High School:

20 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Diferente dos cursos de idiomas que se concentram em grandes cidades como Vancouver ou Toronto, os programas de High School tendem a ter como característica a escolha de cidades menores e com menos brasileiros como fez, por exemplo a Luiza que estava no Canadá, ao escolher a cidade de Barrie.

Barrie:

Barrie faz parte da região de Simcoe. Há cerca de 1 hora de carro de Toronto, é uma área rica em história com a tranqüilidade de uma pequena cidade, porém perto de um grande centro.  Estive lá em 2009 e achei super bonitinha! Antigamente, eu pensava que esta cidade se escrevia Berry, como BlueBerry e Blackberry mas depois descobri que era Barrie mesmo!

Barrie é a segunda área urbana que mais rapidamente cresce no Canadá, à taxa anual de 4,9%. O slogan “Barrie means business” (que significa “em Barrie os negócios são assunto sério”) Barrie, no entanto, não perdeu sua atratividade como pequena cidade histórica às margens do Lago Simcoe, um local muito procurado para casas de veraneio.

Com população de 132.000 habitantes  Barrie pode ficar bem frio no inverno, hoje por exemplo, a temperatura por lá está algo como -14 negativos, no entanto, por lá também da para esquiar nas redondezas!

Existem outras comunidades legais nesta região entre elas:

– Alliston

–  Barrie

–  Bradford West Gwillimbury

 –  Collingwood

 – Midland/Penetanguishene

– Orillia

Como Funciona o Colegial no Canadá:

No programa de estudo Colegial no Exterior, o estudante freqüenta aulas em uma escola local e mora com uma família anfitriã como se fosse filho ou filha dela – literalmente. O estudante intercambista de High School aperfeiçoa um novo idioma de uma maneira extremamente rápida e duradoura, num estilo cotidiano de se comunicar que só é possível morando em outro país.

Normalmente, as escolas oferecidas localizam-se em cidades de pequeno ou médio porte, proporcionando um convívio mais intenso, tanto entre os alunos quanto com a comunidade local, favorecendo a adaptação e desenvolvimento do idioma.

O estudante descobre que o contato com uma nova cultura o torna mais flexível, adaptável e ágil para enfrentar o mundo com mais confiança e segurança. As experiências, conhecimentos e amizades deste período irão influenciar decisiva e positivamente na formação do jovem.

O que é necessário para fazer um High School no Canadá?
* Ter idade entre 15 e 18 anos;                                  
* Estar cursando o segundo grau (estudantes que já estiverem cursando o 2º semestre do 3º ano podem se inscrever para o mês de janeiro seguinte por um semestre letivo);
* Possuir notas na média adotada pela sua escola e não ter repetência nos últimos três anos que antecedem a participação no programa;
* Possuir nível intermediário/intermediário superior do idioma inglês (50 pontos ou mais no SLEP TEST).
* Histórico escolar dos últimos três anos cursados, traduzidos para o inglês por um tradutor juramentado, e autorizado pelo consulado se este exigir.

canada-luiza-jornal

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

5 razões fazer faculdade ou pós graduação em Ottawa – capital do Canadá

12 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Quando o assunto é Canadá, muito se fala de Toronto, Vancouver e de Montreal! Então, neste post vou dedicar uma atenção especial a capital do Canadá: Ottawa!  Menor e menos explorada por brasileiros, é uma opção interessantísma para intercambistas;  saiba o porquê?!

1)    Ottawa é uma cidade fácil locomoção: Quando estive lá, fiquei no centro e, de lá,dá para fazer os principais atrativos andando mesmo. Isto inclui museus,  o canal Rideau, o prédio do parlamento….

2)  Bilíngüe. Mesmo tendo o inglês e o francês como línguas oficiais no país, na maioria das cidades, as pessoas são fluentes apenas em inglês (Vancouver e Toronto são ótimos exemplos disto). Já Ottawa, por ser a capital do país e, Montreal, por ser a capital da província de Quebec conseguem trabalhar bem esta questão e, quase a totalidade da população é bilíngüe!

3)   Gastrô: Muito embora seja uma cidade de porte médio, pelo fato de ser a capital do país, assim como a nossa Brasília, Ottawa é repleta de bons restaurantes. Basta dizer que a renomada escola de culinária francesa LE CORDON BLEU tem um centro em Ottawa  Aproveitando,  seguem aqui os melhores restaurantes de 2010:

Castlegarth> 90 Burnstown Rd., White Lake 613-623-3472, castlegarth.ca

Town> 296 Elgin St., 613-695-8696, townlovesyou.ca

The Wellington Gastropub> 1325 Wellington St. W., 613-729-1315, thewellingtongastropub.com

Fraser Café> 7 Springfield Rd., 613-749-1444, frasercafe.ca

The Whalesbone Oyster House> 430 Bank St., 613-231-8569, thewhalesbone.com

Atelier> 540 Rochester St., 613-321-3537, atelierrestaurant.ca

Play Food & Wine> 1 York St., 613-667-9207, playfood.ca

Bistro St. Jacques> 51, rue St. Jacques, 819-420-0189, bistrostjacques.ca

Absinthe> 1208 Wellington St. W., 613-761-1138, absinthecafe.ca

4)    Not too small and not too big: Ottawa não é uma cidade enorme e mega populosa e também não é uma cidade pequena e sem atrativos. It´s just the size it should be para ter um transito tranqüilo, ruas limpas e ótima qualidade de vida! Além disso, tem uma localização estratégica entre as grandes Toronto e Montreal então não será difícil visitar cidades maiores sempre que quiser variar;(Ottawa fica há 2h de Montreal e a 4 horas de Toronto  seja de carro ou ônibus) Se você quiser explorar cidades dos EUA a localização também é super favorável.

5)    Ensino superior de qualidade – O ALGOQUIN  é um College com mais de 18.000 estudantes localizado no centro de Ottawa onde é possível  estudantes internacionais fazerem graduação ou pós graduação  nas mais diversas áreas (negócios, tecnologia da informação, design gráfico, engenharia etc) com anuidades a partir de CAD 11.500. Se incluirmos gastos de acomodação, alimentação e transporte, 1 ano estudando por lá vai ficar por volta de CAD 23.000 ( Bastante competitivo se comparado a universidade nos EUA ou Inglaterra por exemplo) Quem representa a ALGOQUIN no Brasil é o STB

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

TOP 10 coisas que você precisa saber sobre o Canadá:

04 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Inicio de ano…. Que tal mais  um post sobre o Canadá?! (O destino mais procurado por quem  busca aperfeiçoar o inglês ou o  francês com um bom custo x benefício).

Como já falei aqui no blog, passei 6 meses no Canadá no ano 2000 (nossa! Como o tempo voa: Já faz quase 12 anos…..) fazendo um curso de inglês para negócios sendo 3 meses em Vancouver e 3 meses em Toronto.

Sim!!! Eu também amo o Canadá! ( Para falar a verdade, ainda não conheci nenhum estudante que não tivesse gostado!!) Tudo lá funciona bem! A segurança, o transporte, as pessoas.. TUDO! O único “probleminha” é  mesmo o frio! Porém, com um bom casaco dá para se adaptar bem  por lá e assim passar uma temporada estudando ou até mesmo trabalhando….

As principais cidades são: Toronto, Vancouver, Montreal ou, até mesmo a capital Ottawa! Em breve, farei entrevistas com alunos que voltaram de lá mas, por agora, listo aqui os TOP 10 coisas  curiosas sobre o Canadá  para vocês que têm interesse em fazer um Intercâmbio por lá:

 

1)    Mais de 70% do país é  desabitado devido a vasta extensões de terra selvagens geladas no norte.A maioria dos 30 milhões de habitantes vive próximo da fronteira com os EUA

2)   O Canadá tem um território imenso, sendo o segundo maior país do mundo.

3)  Os esquimós recebem o nome de inuit.

4)  O Canadá possui 6 fusos horários, com uma diferença de 4:30 de uma costa à outra

5)  A moeda oficial do país é o dólar canadense

6)  As instalações elétricas são de 110 volts. Os aparelhos elétricos têm tomadas com dois ou três pinos, que servem na maioria das tomadas de parede.

7) O Canadá exige visto de entrada para passeio, trabalho ou estudos. O visto é conseguido no consulado em São Paulo.

8)  A Air Canadá é a única companhia aérea que faz vôos direto entre Brasil e o Canadá. Vôos com conexão são oferecidos pelas companhias American Airlines, United Airlines, Continental e Delta e pelas brasileiras Varig e Tam.

9)  A Embratel possui um sistema gratuito e muito prático de ligação a cobrar para o Brasil, basta ligar para 1-800-463-6656

10) O GST – imposto sobre bens e serviços é acrescido a quase todas as mercadorias, exceto alimentos básico.É possível reivindicar os 7% (GST) ao deixar o Canadá. O importante é trazer o formulário especial que deverá ser preenchido e enviado ao Canadá.O reembolso deverá ocorrer no período de 2 meses.

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Canadá: Cursos de idiomas: cidades, escolas e razões!

18 de outubro de 2011 | Postado por Marina em Canada

Destino mais procurados nas agências de intercâmbio, fortemente explorado turisticamente e grande parceiro do Brasil no processo de imigração – que atrai mais e mais brasileiros a cada ano. Este destino maravilhoso e, cada vez mais, difundido entre a comunidade brasileira é o nosso alvo da semana.

Rico em beleza natural, famoso por sua diversidade cultural – que mistura influências inglesas e francesas desde sua colonização, com as quatro estações do ano bem definidas – oferecendo atividades bem diversas durante o ano, uma grandeza continental que resulta em vários perfis de cidades – atendendo a todos os gostos, um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo e um povo caloroso. Todas essas virtudes fazem deste país o destino perfeito para quem vai se aventurar e estudar outro idioma fora.

Continuar lendo

Montreal: A cidade é bilíngüe, mas as opções de diversão são múltiplas! Seguem aqui as Top 5´s!

13 de agosto de 2011 | Postado por Marina em Canada

Oi Viajantes!

Se você pretende visitar Montreal  no inverno, engana-se se pensa que as pessoas ficarão trancadas em casa só porque lá fora a temperatura média é de meros – 20! kkkkk

Montreal é uma cidade animada, multicultural, festiva e LINDA!

Ah, e se você acha que só quem comemora e faz festa (de verdade) é o brasileiro, assista a um típico jogo de Hockey no Bell Centre (www.centrebell.ca) e lembre-se das comemorações das finais de campeonato de futebol do Brasil!

Também no inverno, não deixe de ir ao Mount Royal que inspirou o nome da cidade: Montreal. Além de ter uma vista linda da cidade, tem parques para curtir um friozinho bem canadense e depois se aquecer com um chocolate quente!

Abaixo outras atrações imperdíveis desta cidade due (metade inglês e metade francês) que vem encantando cada vem mais brazucas seja para aperfeiçoar o inglês, o francês ou mesmo morar definitivamente (já que o programa de imigração a província de Quebec, onde Montreal fica localizada, é super “friendly” aos brasileiros qualificados que buscam a residência permanente)!

1)Churches- l’eglise:

Say a Little Prayer for You: Existem diversas igrejas bonitas em Montreal. A mais imponente delas é a Saint Joseph´s Oratory. E, você não precisa ser religioso (a) para apreciar esta linda construção arquitetônica!

 

2) Festivals – le Festival

Existem dois festivais de peso em Montreal: O Jazz Festival (www.montrealjazzfest.com) que acontece no verão e é imperdível E, para os amantes das comédias Stand up´s (Agora super in no Brasil), vale dar uma risada “em inglês” no Just for Laughs Festival (www.hahaha.com)

3) Shopping- faire du shopping

Shopaholics de plantão não passam frio em Montreal! O metrô é conectado com o principal shopping da cidade então, nada de congelar as mãozinhas enquanto carrega as compras pela neve!

4) Fun- l’amusement

Se você sentir uma saudadezinha dos parques da Disney, desfrute do La Ronde (www.laronde.com/), um dos membros do parque SixFrags na Califórnia. As montanhas -russas são das mais radicais!

 

5) Eating- manger

Em um domingo frio  em que o edredom não lhe deixar sair da cama, acorde mais tarde e desfrute de um brunch (mix de café da manha e almoço) no Chez Cora (http://www.chezcora.com/montreal-centre-en). Experimente os Crepes, as frutas frescas e um pouco de Nutella (que ninguém é de ferro!).

Se animou?! Quer dicas de escolas de inglês e de francês por lá?! Recomendo a LSC (www.lsc-canada.com/) e a ILSC (www.ilsc.ca) !

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

10 Razões para você fazer um Intercâmbio em Vancouver

28 de março de 2011 | Postado por Marina em Canada

Vancouver já foi eleita por várias vezes a cidade com melhor qualidade de vida do planeta e, fazer um intercâmbio com vista para o pacífico, com uma das temperaturas mais amenas do Canadá (no inverno, é bem menos frio que outras cidades como Toronto ou Montreal) é mesmo um privilégio. Principalmente, porque mesmo sem passar tanto frio na cidade, dá para aproveitar o melhor do inverno esquiando ou praticando snowboard nas várias montanhas ao redor da cidade (muitas delas localizadas apenas 40 minutos do centro da cidade) e, além disso, usufruir das árvores do Stanley Park, das montanhas de tirar o fôlego e de uma variedade gastronomica internacional de altíssima qualidade.

Existem várias escolas de idioma excelentes que estão localizadas no centro de Vancouver. Além disso, também tem ótimas escolas de High School (colegial) em bairros como North Vancouver, Burnaby ou West Vancouver.

Estudei por três meses na PLI (Pacific Language Institute) e fiz um curso de inglês para negócios no centro da cidade. Morei em uma casa de família em North Vancouver e todos os dias eu ia para escola de ônibus e chegava ao centro em 40 minutos.

Depois da aula, sempre ficava por ali pela Robson Street dando uma passeada, vendo as lojas ou comendo um crepe antes de voltar para casa no início da noite para jantar com a família e depois decidir se sairia ou não à noite.

Já nos finais de semana eu fazia atividades mais diurnas, sempre uma coisa diferente, além de ter esquiado muito, também fiz outros passeios bem legais que recomendo a quem for estudar por lá. Além da PLI (que foi a escola que eu estudei) recomendo também outras escolas  muito boas como: a  LSC, a ILSC e o Eurocentres.

Independente da escola escolhida e do tipo de programa (high school, curso ou estágio/trabalho), abaixo seguem os TOP 10 motivos que fazem de Vancouver uma cidade mais do que especial para fazer um Intercâmbio:

1. Vancouver no ar: Quando estiver pousando na cidade, não deixe de olhar pela janela, Vancouver impressiona pela beleza como quando estamos chegando ao Rio de Janeiro. “É bonita é bonita e é bonita….viveerrrr e não ter a vergonha de ser feliz….cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz (de viajante)…

2. Vancouver no mar: Vários cruzeiros passam por Vancouver! O Convention Centre/Cruise Terminal no harbour front tem vistas lindas do Stanley Park Grouse Mountain e do mar do pacífico.

3. Vancouver de bicicleta ou patins: Outra forma deliciosa de passear por Vancouver é pelo False Creek, da English Bay a Stanley Park e depois dentro de todo o parque (cerca de 20 km).

4.  Stanley Park. O parque tem praias, árvores, lagos e várias trilhas, além disso, vale fazer uma visita ao aquário de Vancouver e ver as orcas e as baleias. Impressionante!

5. Grouse Mountain e Capilano: Além de ser maravilhoso para esquiar, tem uma vista fenomenal da cidade, da ilha de Vancouver e do Stanley Park. No caminho pela ponte Lions Gate pare em Capilano e não deixe de fazer o passeio da ponte suspensa de capilano (Capilano Suspension Bridge).

 

6.  Downtown Vancouver. O centro de Vancouver é bem compacto e pode ser feito a pé. Eu recomendo o Heritage Walking tour, mas você pode ir por conta própria e visitar o bairro de o Gastown (e seu famoso relógio), Chinatown ou as mansões de Shaughnessy. Ah, para comer por lá, adoro o “The Old Spaghetti Factory: preço e serviço bom e comida deliciosa.

7. Creek Ferry ou Aquabus para Granville Island: Você vai encontrar artesanatos, lojas e o famoso mercado com muitos frutos do mar frescos.

8. Whisler. Whistler Blackcomb é a maior estação de esqui da América do Norte e fica localizada cerca de 2h de Vancouver. Além de boas pistas e restaurantes, à noite tem várias baladinhas cheias de gente bonita.

 

9.  Vancouver Island. Pegue um ferry de Tsawwassen para Swartz Bay que fica perto de Victoria, a capital da província de BC (British Columbia). Além de o caminho ser muito bonito, muitas vezes você tem a companhia de baleias no seu trajeto. Vancouver Island fica cerca de 2h de ferry do centro de Vancouver. Ao chegar a Victoria, visite o Hotel Empress, e o charmoso Butchart Gardens.

 

10.  Frutos do mar mais frescos do mundo. A influência da imigração oriental é fortíssima em Vancouver, por esta razão talvez a cidade tenha uma das maiores variedades de restaurantes japoneses e chineses fora da Ásia. Alem da grande variedade ofertada que merece ser degustada, não deixe de provar o sashimi de atum que é super saboroso.

Então pessoal, é isso!

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre Vancouver!

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Página 2 de 3123