8 motivos para continuar usando o Cash Passport no seu Intercâmbio:

06 de janeiro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

No dia 27/12/13 às 19hs, o Governo anunciou um aumento na cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que incide sobre a compra e recarga de cartões pré-pagos com moeda estrangeira, qua passou a vigorar já a partir do sábado, 28/12.  Desta forma, o IOF destas operações passará a ser o de 6,38%. É importante ressaltar que essa medida não altera as operações para moeda em espécie, que permanecem tendo a incidência de 0,38% de IOF.

É fundamental, termos em mente, que apesar da mudança, os cartões pré-pagos de viagem mantêm-se bastante competitivos e representam um excelente meio de pagamento para clientes em trânsito. Assim, é interessante reforçar que, o cartão pré-pago retorna hoje a um patamar de  competitividade com o cartão de crédito  similar ao de alguns anos atrás, quando não havia diferença de incidência de IOF entre os produtos. Mesmo naquela época, o cartão pré-pago se mostrava vantajoso pela mesmas razões que as atuais, sendo:

1) Garantia do valor da conversão no momento da carga (contra risco de oscilação cambial do cartão de crédito);

2) Possiblidade de poupança da moeda estrangeira na medida em que o cliente percebe um momento de compra de moeda mais
favorável;

3) Possiblidade de carga de qualquer valor no pré-pago e benefício da conveniência do uso (contra limites de uso internacional que
a maioria dos cartões de crédito impõem aos seus usuários);

4) Aumento significativo da segurança do usuário, em caso de fraudes ou clonagens de cartões. O risco estará limitado a carga no
cartão, e não no limite de uso do cliente;

5) Possiblidade de limitar os valores com vistas a educação financeira, muito importante para os pais que enviam seus filhos
ao exterior para estudos;

6) Controle imediato das despesas (com cartão de crédito você só consegue visualizar seus gastos apos o fechamento da fatura);

7) Melhores taxas de conversão: o cartão de crédito sempre converte a moeda local do pais para USD, para depois converter a fatura em Reais de acordo com o valor do Real frente ao Dólar no dia do fechamento da fatura. As conversões entre moedas usadas pelos cartões pré-pagos podem ser melhores que as dos cartões de crédito, à depender da instituição emissora do cartão de crédito.

8) Como o Cash passport STB recentemente se fundiu com a carteira internacional do estudante, para quem for estudante no Brasil (escola, graduação, pós, mestrado, douturado) ou no em um curso acima de 3 meses no exterior, possui ainda todas vantagens, descontos e benefícios em vários estabelecimentos e todo o mundo. Confira em: www.isic.org ou www.carteiradoestudante.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *