Intercâmbio em La Rochelle, França: A cidade perfeita para se perder, e se achar!

07 de outubro de 2011 | Postado por Marina em França

Aos 16 anos, tive o privilégio de ter vivido por seis meses na cidade de La Rochelle, na região de charrante maritime, localizada entre Paris e Bordeaux, mais precisamente às 3h de TGV (Trem de Grande Velocidade) de Paris e 1h 30 min de Bordeaux.

Como uma adolescente com algum conhecimento de francês e, muitas inseguranças tão características da idade, a cidade deLa Rochelle foi um bálsamo na minha vida. Viajei muito menina e fui acolhida por uma família maravilhosa e, por uma cidade super segura. Na minha “velo jaune” (bicicleta amarela) circulava muito, ia e vinha, fazia tudo de “velo”…

E, como a Europa permite que a gente viaje bastante de trem, viajei quase todo o continente nos finais de semana com   amigas do México e Colômbia e,  além de ter voltado  para o Brasil muito mais segura e com francês fluente, de quebra,  também voltei com o espanhol avançado! Parece brincadeira quando me perguntam onde aprendi espanhol e respondo: “Na França”, mas, tanto foi verdade que, ao voltar a Recife, fiz o teste de nivelamento em uma escola de línguas, em dois meses fiz o preparatório para o DELE (Diploma de estudos da  língua espanhola) e passei! Por isto, digo que meu intercâmbio na França foi um 2 em 1 dos mais prazerosos!

Voltando ao assunto “LA ROCHELLE”, devo confessar que ela tem um “je ne sais pas quoi” diferente de todas as cidades que morei, não sei se pela amizade (que mantenho até hoje com meus “pais franceses”) ou, se pelo fato de ter sido uma cidade pequena e acolhedora ou, ainda, se simplesmente por ter sido o meu primeiro intercâmbio mais longo (antes tinha feito outros quatro intercâmbios de um mês apenas, dois na Inglaterra, um na Austrália e um nos EUA), mas, até hoje quando visito a cidade, sinto uma mistura de sentimentos, emoções e sensações difíceis de explicar…

É como se o tempo tivesse congelado e eu virasse expectadora e visse, como em um filme, eu mesma passar com a minha bicicleta amarela, com o vento batendo em meu rosto, naquele meu cabelo channel (e cheio de luzes para parecer mais velha) e, nos meus olhinhos curiosos e ávidos por descobrir mais da vida, dos meus próprios limites e das minhas verdades. ..

Nas ruelas do século 17 da histórica La Rochelle, sinto como se a minha história se misturasse com a história da cidade……..Rue du Palais, la Rue du Temple, rue Chaudrier and rue des Merciers….O Grosse Horloge, o viele port, a praia de Minimes….

Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
(Casimiro de Abreu)

Sim, espero fazer outros intercâmbios, espero também viajar muito ainda, mas como um amor que marcou nossa vida, e como recordar é viver e viver também é recordar…La Rochelle é daqueles amores que foi bom enquanto durou, mas que marcou, e ficou para sempre na minha memória!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

 

  1. Marina, sua forma de escrever nos transporta, muito estimulante. Morei na Suécia quando era criança com meus pais e me identifiquei muito com a sua linguagem, e isso mesmo, só quem morou fora sabe. E magico!


  2. Marina, primeiro super parabéns pelo blog e pelo seu livro que li antes do meu Intercambio para os EUA e que me ajudou muuuuito. Agora penso em estudar o francês só que nao Sei ainda se no canada ou na franca, queria uma luz!!!! beijossss


  3. Oi Lais! tudo bom?! Então se você quer focar mesmo no francês acho que a França seria melhor. Se você já tem um bom inglês pode ser que em Montreal você se acomode um pouco no francês pois, como todo mundo é biligue a tendência acaba sendo você buscar a forma mais fácil. E, neste caso na França não vai ter jeito, você vai ter que falar só francês mesmo! Boa Sorte e Boa Viagem! Marina.


  4. Obrigada pela sua mensagem Diogo! Fiquei muito feliz! 🙂 Espero que siga acompanhando o blog!! Bjs! Marina.


  5. Por acaso acabei parando nesse site e fiquei surpresa em saber de alguém que fez intercâmbio para La Rochelle, eu irei para lá em junho. Queria conversar mais com você sobre essa cidade! Dicas, informações. Você tem algum contato? Eu curti a página do intercâmbio de A a Z no facebook, mas não encontrei uma parte de contatos para mandar mensagens para você. Se puder conversar, agradeço.


  6. Oi Carol! AmeI La Rochelle! pode me passar um email se quiser dicas! contato@marinamotta.com.br! bjs


  7. gostaria do seu contato…minha filha esta indo pra la em la rochelle por 3 meses estudar e temos algumas duvidas…com certezavc poderia nos ajudar muito…bjs


  8. Oi, vi que você foi em uma época quente né, você acha que compensa ir no inverno, nos meses de janeiro e fevereiro. Voce acha que da para aproveitar? Obrigada


  9. Oi Érica! tudo bom?! Como qualquer cidade de praia é melhor no verão. As opções são mais limitadas no inverno então neste caso acho que escolheria Paris! 🙂


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *