Para bancar estudos no exterior adolescentes barganham ajudas no orçamento da família

10 de abril de 2012 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá viajantes!

Tudo bem?!

Quer fazer um Intercâmbio porém convencer seus pais tá sendo um trabalho árduo?! Então você pode se interessar por esta pauta! Colaborei com matéria para a Folha de São Paulo de ontem da jornalista Juliana Cunha sobre idéias de como convencer e barganhar o seu Intercâmbio com seus pais:

Folha de São Paulo

Juliana Cunha
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Quando Rodrigo Oliveira, 18, veio com a ideia de um intercâmbio para a Austrália, os pais já tinham uma resposta na ponta da língua: “Disseram que era caro demais e que o foco era o vestibular”, explica ele, que na época tinha 17 anos e estava entrando no terceiro ano colegial.

Foi daí que surgiu a ideia de uma barganha: se Oliveira passasse na faculdade para o segundo semestre, então Seu Elias, 59, economizaria o dinheiro do cursinho e pagaria os seis meses de sol do filho na Austrália.

“Eu sabia quantos pontos precisava fazer para ficar na ‘rabeira’, então, era só controlar o número de acertos na prova”, gaba-se o garoto, que conseguiu fazer a viagem.

Convença seus pais

Desde que alguns colegas foram experimentar um ano de “high-school” nos Estados Unidos, Aline Dias, 16, tenta convencer os pais de que o investimento compensa.
“Eles acham um gasto desnecessário porque não há segurança de que eu volte sabendo tudo de inglês.”

Para a psicóloga Ana Paula Mallet Lima, da Unifesp, a dureza paterna nem sempre é financeira: “Há um impulso de castração por parte dos pais quando eles sentem que o filho está tendo acesso a coisas que eles não tiveram.”

Na hora de lidar com a infantilidade dos próprios pais, a psicóloga recomenda paciência e argumentos racionais. “Lembre a eles alguma vivência no exterior pode te ajudar profissionalmente.”

Mostrar que o desejo de estudar no exterior não é um capricho e que você está disposto a abrir mão de outros gastos também pode funcionar.

Foi assim que o estudante Ricardo Oliveira, 18, conseguiu passar um mês na Inglaterra, em dezembro passado.

Filho de funcionários públicos e irmão de quatro menores de idade, ele passou nove meses gestando sua viagem: “Trabalhei como digitador de textos, em casa mesmo, e fiz relógios de disco de vinil para vender”, conta. Do valor total da aventura – cerca de R$ 12 mil -, ele juntou R$ 7.500.

“Quando comecei a juntar o dinheiro ninguém colocava fé no projeto e meus pais deixaram claro que não poderiam ajudar, mas quando cheguei aos R$ 5 mil minha mãe ficou orgulhosa”, lembra.

Aperte o cinto

Para Marina Motta, gerente de intercâmbio do STB (Student Travel Bureau) , os programas que conciliam trabalho e estudo são ideais para quem está com pouco dinheiro. (ver dicas)

A ideia de Matheus Camargo, 15, é mais ousada do que esperar completar 18: ele pretende convencer os pais a transferi-lo para uma escola mais barata: “Em nove meses eu já conseguiria o dinheiro para o programa de um ano fora”, conta.

Para o professor de finanças pessoais da Fundação Getúlio Vargas, Samy Dana, cortes de gasto devem sempre começar pelos supérfluos.

“Vejo meus alunos gastarem R$ 200, R$ 300 em uma festa. Alguns vão a essas festas toda semana. Só isso já seria um belo corte. Contas de celular, roupas caras, lanches fora, aulas de tênis, tudo isso custa bastante”, defende.

Mudar de escola, no entanto, não é uma ideia a ser descartada: “Não é verdade que quanto mais cara a instituição mais qualidade ela tem. Pesquisar por opções mais em conta e com o mesmo nível educacional é interessante e o fato da proposta partir do filho deve ser valorizada”, opina Dana.

Como domesticar seu dinheiro
Dicas de como economizar e, assim, ajudar no orçamento do intercâmbio

– Comprar títulos do Tesouro Direto é a melhor opção de investimento nesse caso. Esses títulos são seguros e rendem mais que a poupança ou que os fundos de renda fixa vendidos pelos bancos. É possível comprar títulos do Tesouro e resolver tudo pela internet.

– Para levantar a grana, comece cortando supérfluos, como baladas e roupas caras demais. Depois, avalie se é possível trocar o curso de idiomas ou a aula de natação por opções mais em conta.

– Se ainda não for suficiente, pense em trabalhos remunerados que poderia fazer. Por fim, passe o chapéu pela família e veja quem pode ajudar.

Para onde você quer ir?
Uma lista dos programas de intercâmbio mais em conta e para estudar inglês, francês ou espanhol

High School
– Estados Unidos
1 semestre letivo: a partir de US$ 8.529,29 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: a partir de US$ 9.051,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
> Para o programa nos Estados Unidos (Public USA), o estudante deve ter realizado teste de inglês e ter obtido nota mínima (50 pontos) para ser aceito no programa. Com essa nota não há necessidade de realizar curso de inglês adicional.

– Escandinávia
1 semestre letivo: € 5.167,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: € 5.693,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
>No programa da Escandinávia é exigido nota mínima em teste de inglês (50 pontos). As aulas do programa de High School serão no idioma local, mas não é exigido nível mínimo de conhecimento de tal idioma. O aluno tem opção de escolher fazer aulas de reforço, mas a cargo do estudante e não é intermediado via STB, então não temos informações.

– França
1 semestre letivo: € 4.584,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: € 5.815,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
>Caso aluno não tenha nível mínimo exigido no idioma, deverá fazer curso adicional de 4 semanas, em Paris, com acomodação em casa de familia, halfboard.
Valor abaixo refere-se ao curso (se comprado com o programa HS) deve ser somado ao valor do High School.
01 semestre letivo: € 2.316,00
01 ano letivo: € 2.015,00

Curso de inglês
País: EUA
Cidade: Chicago
Duração: 4 semanas
Carga horária: 20 horas + 7 horas de estudo estruturado por semana
Acomodação: casa de família
Alimentação: meia pensão
Preço: a partir de U$ 2.255, 53 + R$ 387,00 (taxa de atendimento STB).

País: Canadá
Cidade: Vancouver
Duração: 4 semanas
Carga horária: 20 horas por semana
Acomodação: casa de família
Alimentação: meia pensão
Preço: a partir de CAD 1.861,16 + R$ 387,00 (taxa de atendimento STB).

Curso de espanhol
País: Espanha
Cidade: Barcelona
Duração: 4 semanas
Carga horária: 20 horas por semana
Acomodação: casa de família
Alimentação: meia pensão
Preço: a partir de € 1.631,20 + R$ 387,00 (taxa de atendimento STB).

Curso de francês
País: França
Cidade: Paris
Duração: 4 semanas
Carga horária: 20 horas por semana
Acomodação: casa de família
Alimentação: meia pensão
Preço: a partir de € 2.630,00 + taxas + R$ 387,00 (taxa de atendimento STB).

High School

– Estados Unidos
1 semestre letivo: a partir de US$ 8.529,29 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: a partir de US$ 9.051,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)

– Escandinávia
1 semestre letivo: € 5.167,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: € 5.693,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)

– França
1 semestre letivo: € 4.584,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)
1 ano letivo: € 5.815,00 + R$ 414,00 (taxa de atendimento STB)

*Programa de High School em escola pública dos países acima, com acomodação em casa de família voluntária e meia pensão.

  1. Oi Marina. Tudo bem? Leio a um tempo o seu blog, mas nunca tinha comentado. rsrs
    Adorei essa reportagem! Gostei da idéia do estudante Ricardo Oliveira pois estou com o mesmo problema dele, quero fazer mas quero juntar um dinheiro para ajudar os meus pais e eles deixarem eu ir. Tu tem alguma dica para mim, algum emprego que eu possa trabalhar em casa e igual ele fez.
    Pois terminei o colégio e não tenho nenhuma experiencia de trabalho e nem carteira.
    Aguardo sua resposta.
    Se puder entrar em contato comigo pelo email ficarei feliz, e me dar algumas dicas de como convencer os pais. beijão.

    xscaroline@hotmail.com


  2. Oi Caroline! Tudo bem?! Bom, o programa Au Pair para cuidar de crianaças nos EUA e estudar pode ser uma boa pedida para você e, para já ir adquirindo a experiencia necessária com crianças você pode cuidar de crianças de pessoas que conhece. Se você tem algum talento especial que possa realizar algum tipo de coisa manual para vender (ex. bijuterias) pode ser um exemplo de coisas para você fazer de casa também.
    bjs! Marina


  3. Olá! Adorei a reportagem, vivo pesquisando esses temas, pois em breve quero fazer um intercâmbio. Faço faculdade de Secretariado Executivo bilíngue, e quero ir para os EUA ou Inglaterra, já estou economizando. Gostaria de ficar de 6 meses a 1 ano, você pode me dar uma opinião de como eu deveria fazer, onde fazer e quanto mais ou menos custaria??

    O blog é muito bom! Parabéns!


  4. Oi Laís, tudo bom?! Os valores variam bastante de acordo com escola, carga horária e tipo de acomodação. Você pode simular alguns orçamentos nestes dois destinos para tomar a decisão mais adequada, para 6 meses apenas estudando, com acomodação inclusa e passagem seria aprox R$ 30.000 sendo que você pode conseguir opções mais baratas que envolvem estudo+ trabalho como, por exemplo, o programa AU PAIR. bjs Marina


  5. Olá Marina, gostaria de tirar umas duvidas com vc, tenho 27 anos e já sou formado, vou fazer intercambio para aprimorar meu inglês ano que vem, acho que em fevereiro, pretendo ficar um mês, talvez dois, vou ficar em Los Angeles pois tenho um amigo (americano) lá e já iria economizar com estadia, cotei preço com varias agencias de intercambio, ouvi dizer que dá para eu fechar direto com a escola, eu entro em contato aqui no brasil e eles me manda algum documento do qual apresento na hora de tirar o visto e tals, gostaria de saber se vc sabe algo ou é melhor pagar a agencia que se vira com essas burocracias, e gostaria de saber tbm para esse periodo de um a dois meses quantos dólares devo levar?? Grato!!


  6. Oi Walter! tudo bom?! Acho que vale a pena sim fazer via agência pois o preço será quase o mesmo, normalmente é cobrada apenas uma taxa de serviço em Reais e você terá a segurança e o suporte de uma empresa brasileira para recorrer em caso de problemas ou dificuldades! recomendo o STB! http://www.stb.com.br ou recife@stb.com.br . Para levar dinheiro, cerca de USD 800 a USD 1000 por mês! abs


  7. Olá, queria saber se é possível fazer intercâmbio para os EUA/Canadá no primeiro semestre do ultimo ano do colégio, voltar e terminar o segundo semestre no Brasil…


  8. ola maiana tenho 15 anos e gostaria de saber como eu poderia fazer intercambio ainda tano no 1 ano?


  9. ola mariana tenho 15 anos e gostaria de saber como eu poderia fazer intercambio ainda tano no 1 ano?


  10. Oi Marina, tudo bom?! eh possivel sim!


  11. oi wanessa, vc pode fazer um high school


  12. eu tenho 15 anos e eu quero fazer o intercambio o ano qui vem tem como ??


  13. Oi Edilaine! tem sim! sugiro um programa de High School (colegial no exterior) por 6 meses ou 1 ano ou curso de férias para adolescentes durante as férias de julho ou janeiro! abs


  14. Bem, eu tenho 14 anos e eu e uma amiga queremos fazer um intercâmbio, e gostariamos de saber algumas dicas de como conquistar os nossos pais. Quando perguntamos se poderíamos, eles disseram logo de cara que NÃO. Aquele não super grosso sabe?! Eu comecei a juntar meu dinheiro e minha amiga também. Super queremos ir, mas sem a permissão dos nossos pais é IMPOSSÍVEL! Preciso de ajuda pra convencer eles de que é um boa ideia. Alguma dica? çç


  15. Oi! Tudo bem?
    Eu gostaria de saber se tem como fazer um curso de inglês em 2 meses aproximadamente e me sair bem? Qual escola você me recomendaria?Tem como arrumar um um serviço informal para ajudar nas despesas?Quanto ficaria um curso dessa natureza?Ah, e de preferência que fosse na Europa.Obrigada!! Beijos!!


  16. Oi! Tudo bem?
    Eu gostaria de saber como fazer intercâmbio para Portugal, se á algum curso por lá!
    Eu tenho 15 anos e sempre quis fazer intercâmbio e o Pais que eu mais tenho vontade de ir é Portugal…
    Não sei se á algum curso lá então conto com a sua ajuda!! E quanto ficaria o curso.
    Obrigada e beijos!


  17. Olá Marina eu tenho 12 anos e é a primeira vez que leio seu blog , eu quero fazer intercâmbio com 16 anos e sei que é um pouco cedo, mas queria já começar a falar dessa ideia com meus pais mas meu pai já disse não .Tem alguma dica de argumento . E eu queria saber na high school como fica a moradia ?


  18. Oiii eu tenho 18 anos me chamo gabriela e namoro ah 4 anos eu meu namorado estamos pensando em ir para o canada em toronto tem uma tia dele que vai para canada todo e fica muito tempo o meu namorado esta querendo ir para lah ano que vem ajudar um dinheiro e ir para trabalhar e talz morar lah. eu gostaria de saber de boa ideia e quanto de dinheiro precisa levar para ficar 3 meses a 1 ano ? Obrigada


  19. Oi marina gostei muito de tudo , mais queria saber quanto sairia um intercambio de 6 meses no canada ??? o mais barato é claro !!!


  20. olá, entraremos de ferias no ano que vem, e gostariamos de saber se o sistema
    ” Curso de inglês ” aceita casal para intercambio na mesma casa? (estamos casados e pretendemos realizar o processo juntos).
    Aguardamos resposta por e-mail!

    Grata.


  21. boa noite tenho um sonho de estudar ingles em amsterdam como faço?se vc puder me dar essa força eu lhe agradeço muito!e obrigado pela atenção.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *