Programa BE Mundus: Alunos da UFPE podem se inscrever em bolsas de intercâmbio

14 de outubro de 2013 | Postado por Marina em Bolsas de Estudo

Estudantes da UFPE foram apresentados na ultima semana ao BE Mundus, novo projeto do Programa Erasmus Mundus, que traz parceria com Universidades europeias e brasileiras para oferecer intercâmbios para graduação, doutorado, pós-doutorado e staff. A novidade é que, além de alunos dos cursos de Engenharias e Tecnologia, estudantes de todas as licenciaturas também poderão concorrer às bolsas. A reunião de apresentação do projeto aconteceu no auditório João Alfredo, na reitoria da UFPE e foi dirigida por Alessandra Gallerano, da Universidade de Roma La Sapienza, e Zeljka Pitner, da Zagreb Universidade, da Croácia.

Financiado pela Comissão Europeia, desde 2004 o programa Erasmus Mundus oferece bolsas a estudantes e pesquisadores para intercâmbios em diversos lugares do mundo. Mais de 35 mil contemplados tiveram a oportunidade de estudar em outros países. “O diferencial do programa é a tradição em oferecer bolsas em universidades com muito prestígio. É uma experiência internacional interessante, enriquecedora e no melhor estilo europeu”, afirmou Alessandra.

O BE Mundus é uma extensão deste programa e tem como principal objetivo formar uma cooperação entre instituições brasileiras e europeias, através de projetos de pesquisa conjuntos entre as instituições. Durante os anos de 2013, 2014 e 2015, o programa oferecerá bolsas para Europa em graduação sanduíche (6 ou 10 meses) doutorado (6 ou 10 meses) pós-doutorado (6 meses) e staff, que abrangem professores das áreas contempladas e técnicos administrativos da universidade (um mês). No caso de Licenciatura, só a graduação será contemplada com as bolsas.

Alessandra explicou que para participar do programa é necessário estar matriculado nas instituições de ensino divulgadas no site, ou outras instituições, desde que apenas para pós-graduação. Alunos com situação de vulnerabilidade, que incluem refugiados, beneficiário de asilo ou expulsos injustificadamente de universidades também estão incluídos. Outros pré-requisitos serão divulgados em breve no site do programa.

A bolsa inclui diversos benefícios como passagens, seguro-saúde e taxas da universidade, além de uma taxa mensal que difere em cada tipo de mobilidade. São nove universidades distribuídas por países como Itália, Portugal, Bélgica, Grã-Bretanha, Croácia e Polônia. Como destaque dessas universidades, Zeljka Pitner apresentou um slide da Universidade da Croácia, que inclui 29 faculdades em diversas áreas de Engenharia, Tecnologia e Humanidades.

Para os alunos Amanda Pegado, 21 anos, e André Carvalho, 23, o programa é importante porque dá oportunidade de conviver academicamente e humanamente em outro ambiente, além de privilegiar estudantes de licenciatura, área que costuma ser negligenciada em programas de bolsas de estudos. “É importante também para os alunos de licenciatura essa troca com outros países. Achei legal a iniciativa de colocar licenciatura como curso elegível”, afirma Amanda.

A candidatura será realizada através do site do programa, do início de novembro até 15 de dezembro para doutorado pleno e até o dia 15 de fevereiro para os outros níveis. No site estarão disponíveis também todos os contatos das universidades disponíveis, das quais os candidatos deverão escolher três opções. O resultado será divulgado no site entre abril e maio de 2014.

Mais informações: Cooperação Internacional: (81) 2126.8006/7021

Fonte: www.ufpe.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *