Só a fluência em inglês não basta, as empresas buscam Experiência Internacional, saiba o porquê?:

29 de novembro de 2010 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Não é de hoje que, no mundo corporativo, fale-se muito de globalização e  da importância dos profissionais terem fluência em inglês para conseguirem as vagas mais disputadas em entrevistas de emprego.

Mas, além da fluência no inglês, os profissionais de RH têm valorizado, cada vez mais a chamada Experiência Internacional.

Mas, afinal, por que apenas a fluência no inglês não é mais suficiente?

 

isto acontece, porque quando o indivíduo estuda ou trabalha no exterior, absorve características que vão muito além do domínio de outro idioma.

Quem tem uma experiência internacional e teve que se adaptar a uma nova cultura, clima, religião, mostra para a empresa, de uma forma subjetiva que também tem:

– Jogo de cintura

– Flexibilidade

– Maturidade

– Capacidade de lidar com mudanças.

Além disso, se esta experiência for em país de Primeiro Mundo, vai também poder aprender e, eventualmente, absorver idéias extremamente valorizadas como:

– O hábito automático de cumprir o prometido

– Ser pontual

– Ser profissional

– Cumprir a lei

– Entender a real essência da sustentabilidade do meio-ambiente

Portanto, se você tem o sonho de ter uma experiência no exterior e sente que, cada vez mais o mercado está pedindo este tipo de profissional: seja aplicado, curioso, bom aluno e pesquise nas universidades, agências de intercâmbio e consulados todas as alternativas possíveis para tornar o seu desejo realidade.

Existem órgãos internacionais que concedem bolsas de todos os tipos de cursos de graduação até doutorado e existem opções para trabalho remunerado no exterior onde o investimento inicial costuma ser bastante baixo.

Portanto, não tem mais desculpa! 

A idéia de que fazer um intercâmbio é sempre caro e simplesmente não cabe no seu bolso está ultrapassada.

Pesquise, pesquise e pesquise!

Com certeza você vai encontrar um programa que se encaixe no seu perfil e que esteja dentro do seu orçamento.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

  1. Pretendo fazer um intercambio para aprimorar meu ingles e vivenciar outras culturas.aguardo sugestões.

    Grata,


  2. Intercâmbio uma oportunidade de crescer profissionalmente.

    Adote esta idéia.

    Bjs.


  3. Nao estah muita clara a intencao desse texto mas vale a pena um pequeno comentario.’
    Jovens estudantes brasileiros frequentemente vao a outros paises, principalmente EUA, atraidos por propostas de intercambio/emprego, mas nunca ninguem os adverte do que vem a ser esse “deal”.
    Uma conhecida cadeia de fast food, por exemplo, enlista estudantes mas, ao chegarem la, nao passam de mao-de-obra barata para fritar hamburgers com eventuais pausas para “seminarios”. Nao eh muito diferente em outros locais.
    Essa historia de exigencia de experiencia internacional para estudantes ou recem-formados eh uma piada de incrivel mau gosto, alem de uma grosseira forma de ma-fe, o mais completo non-sense.
    O momento nao podia ser mais inoportuno, quando os paises do mundo inteiro se debatem com recessao.


  4. Ola Marina, estou nos EUA no estado de Massachusetts, cheguei em agosto porem comecei a estudar agora na ultima semana de novembro, estou trabalhando em duas empresas ambas de donos brasileiro, uma delas e em uma padaria onde praticamente 98% dos clientes sao brasileiros e na outra os clientes sao 80% americanos porem nao existe dialogo com clientes, apenas pede-se o sanduiche e faco onde em seguinda agradeco e pronto, o que devo fazer para tracar um bom perfil sobre o que as empresas pedem no Brasil com programas de intercambio?? agradeco antecipadamente sua atencao dispensada.
    Eduardo Porto


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *