Vai viajar?! TOP 4 imprevistos que podem acontecer a qualquer viajante e como resolvê-los:

12 de novembro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem
Perdi o voo na conexão. E agora?
 
Procure o balcão da empresa aérea no aeroporto, explique a situação e solicite auxílio para a remarcação da sua passagem. Pode ser que haja cobrança de taxa para efetuar a remarcação, além de eventual taxa de serviço local. Esse procedimento é comum, por isso, já esteja preparado para negociar o valor das taxas (sim, é possível negociar!) e pagá-las no local, geralmente em dinheiro ou cartão de crédito.

Minha mala foi extraviada. O que eu faço?
 
Após serem despachadas, as malas são de responsabilidade da cia. aérea. Então, se a sua bagagem foi extraviada, é importante que você não deixe a área de desembarque do aeroporto até que seja feita uma ocorrência com a sua identificação. Você deverá informar o endereço que estará nos próximos dias, para que a bagagem seja entregue. 
Cheguei ao destino final e não encontrei ninguém do serviço de transfer que contratei para me buscar no aeroporto. Vou embora?
 
Não vá embora! Caso contrário você não terá reembolso do serviço contratado. Por isso, aguarde por cerca de 20 minutos no portão de desembarque do seu voo. Se ainda assim ninguém aparecer, entre em contato através do telefone de emergência que consta na confirmação do serviço transfer. Avise que já chegou e procure permanecer no mesmo local do desembarque para facilitar o encontro.

 

Perdi meu passaporte. Como faço para obter outro?
 
Em caso de perda/furto/extravio de documentos, o titular deverá dirigir-se à Polícia local e solicitar a expedição de um Boletim de Ocorrência. De posse desse documento, poderá solicitar a expedição de novo passaporte pela autoridade consular brasileira. Caso não seja possível a obtenção de tal documento, deverá ser realizada uma declaração formal de perda/furto/extravio do documento na própria Repartição consular. A ocorrência será comunicada ao Departamento da Polícia Federal e retransmitida à Interpol para divulgação em todos os países. Outros documentos – como carteira de identidade, carteira de motorista, CPF e título eleitoral – poderão ser obtidos somente no Brasil. A expedição de novo passaporte, por lei, não é gratuita e em caso de não apresentação do passaporte anterior, o valor da taxa cobrada é dobrada. 
  1. Parabéns achei todas informações muito importantes principalmente sobre o passaporte. Estou fazendo intercâmbio e logo quando cheguei tive a infelicidade de perde minha carteira de identidade, porque costumava andar com ela e uma xerox do passaporte. Gostaria de saber se é correto andar apenas com a copia do passaporte pois o medo de perde-lo é tão grande de só uso quando faço alguma viagem para outro país.


  2. Oi Tassia! tudo bom!? Para “bater perna” eu só ando com a cópia. Só pego o passaporte quando vou viajar de um lugar para outro.:) bjs


  3. Oi Marina! Achei seu blog hoje, pesquisando sobre intercâmbio, e gostei tanto que já fiz um post no meu blog (www.diariodamalu.com) sobre você. Seu livro já está na minha wishlist de natal! Bjs


  4. Ótimo post. São problemas que podem acontecer com qualquer um e muitas vezes não sabemos como proceder.


  5. Na maioria dos países e em toda a eurozone ninguém é obrigado a andar com passaporte. Você deve deixa-lo em local seguro e andar com uma identificação brasileira original (identidade, carteira de motorista por exemplo) e uma copia do passaporte e visto (caso exista).


  6. Oi Malu! tudo bom!? Obrigada!! bjs


  7. Legal, achei muito importante essas informações.
    Posso bota-las no meu blog?
    Claro que vou botar a fonte do seu blog!

    Entrá lá e confere:

    Bjs


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>