Search Results

Top 10 dicas para evitar “dores de cabeça” e muitas horas no aeroporto quando o assunto é viagem:

02 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Viajar é tudo de bom né?  Mas,  ninguém gosta de estresses ou de ficar horas e horas  a fio no aeroporto não é?!

Sendo assim,  nesta época de férias em que muita gente viaja, a pergunta que não quer calar é: Será que existem algumas dicas para evitar dores de cabeça quando o assunto é VIAGEM?

– Claro que sim, segue aqui os TOP 10:

1)  Vôos diretos: Esta é normalmente a melhor opção, mesmo que haja uma diferença de preço, muitas vezes compensa você pagar um pouco mais ao invés de passar horas e horas em um aeroporto esperando seu próximo vôo.  Muitas pessoas não fazem a conta de que precisarão gastar com alimentação no aeroporto e, além do mais, esquecem que chegarão muito mais cansados aos destino final,  afetando, assim, o aproveitamento do seu primeiro dia de viagem! 

2)  Priorize vôos mais cedo: Estes costumam ter menos atraso do que os vôos ao longo do dia que podem ser mais facilmente afetados por atrasos de outros vôos;

3)  Busque os cartões de fidelidade e as salas VIP dos aeroportos: Se você viaja com frequência, vale a pena  se informar urgentemente sobre as vantagens de ser um viajante freqüente naquela Cia aérea de sua preferência. Ter prioridade do check in e poder usufruir de milhas aéreas são as principais vantagens disto. O cartão de crédito Diners, por exemplo, tem uma salinha vip bem legal no aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Fiz um cartão Diners para mim só para ter acesso à ela já que vou sempre a São Paulo.

4)  Não viaje sem uma boa Assistência Médica Internacional: Não adianta vir com aquele papo de que você tem uma saúde perfeita e que nunca adoece. Acidentes e emergências podem acontecer a qualquer um e você precisa estar munido de um bom seguro com cobertura médico hospitalar de mais de USD 50.000 no mínimo e, preferencialmente acima de USD 100.000. Vale citar também que muitos países europeus são signatários de um tratado chamado tratado de Schengen que determina que estrangeiros precisam ter uma cobertura médico hospitalar igual ou superior a EUR 30.000 e, viajantes sem esta cobertura podem, até mesmo ser impedidos de entrar no país pela imigração responsável.

5)  FlightBoard: Antes de ir para o aeroporto, telefone e certifique-se de que o vôo está no horário. Uma boa ferramenta para quem tem I-phone é o aplicativo FlightBoard, com atualizações a cada 5 minutos de vôos em mais de 4.000 aeroportos no mundo.

6)  On –line check- in always! Sempre que possível, faça o check in on-line! A maioria das cia aéreas permite que você faça o check com 24h de antecedência. Assim, você evita, na maioria das vezes, as piores filas e, entra na fila apenas para despachar a mala (que costuma ser sempre uma fila menor)

7)   Pack right & light: Cuidado para os excessos de bagagem! Não tem necessidade de levar tanta roupa assim! Atente para o limite de cada vôo  e, principalmente dos vôos  internos (domésticos) que costumam ter um limite menor. E, não esqueça, nada de líquidos acima de 100 ml na mala de mão em caso de vôos internacionais! Estes, precisam ser despachados.

8)  “Fominha de leve”: Leve um sanduíche ou um lanchinho: Tudo em aeroporto é impressionantemente caro! Economize neste item e assim sobrará mais dinheiro para você trazer em souvenirs!

9)  What is your gate number? Fique atento para qualquer alteração no número do seu portão de embarque! Muitas vezes  acontecem mudanças em cima da hora e, em aeroportos grandes, isto pode representar 20 minutos de distância de um portão para o outro.

10) Comprinhas: Faça uma listinha do que você pretende comprar em sua viagem internacional. Assim, você evita trazer coisas desnecessárias e foca exatamente no que está precisando ou que, por ventura tenha um custo x benefício melhor do que no Brasil. A mesma regra se aplica para as lembrancinhas para parentes e amigos, é chato esquecer de alguém que você faz questão de presentear! Falando nisso, chocolates suíços são boas opções pois você pode comprar no free-shop do aeroporto, não é muito caro e todo mundo gosta!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Os Livros

19 de agosto de 2010 | Postado por admin em

 

Livro Intercâmbio na Era Digital (2015) – R$ 49,90

A alma viajante de Marina mora num mundo sem fronteiras. Foram ao todo onze intercâmbios e viagens ao redor do mundo, por mais de quarenta países além de 10 anos trabalhando como consultora e palestrante na área de Educação Internacional..Como autora, ela consegue dar aos seus livros um tom confidencial e de compartilhamento com o leitor, que se sente próximo e torna-se um coadjuvante de suas andanças, contagiado pelo seu entusiasmo ao descrevê-las. Todo esse acervo de vivência internacional, presente no primeiro livro (Intercâmbio de A a Z), navega nessa nova era, repleta de novidades tecnológicas e comportamentais, porém preservando seu espírito afetuoso, só presente na condição humana e, por que não dizer?, mantendo-se firme em seu propósito de adoção do “humanismo tecnológico”.

Com o seu relato, rico em detalhes, o livro é dividido em duas partes: A primeira parte fala por ordem cronológica todos os sentimentos e necessidades pré e pós viagem (independente do intercâmbio escolhido), o processo da ansiedade e escolha, a organização das finanças para realização do tão sonhado intercâmbio, os documentos necessários, dicas de como arrumar uma mala inteligente, sugestões dos aplicativos mais bacanas pra idiomas e viagens, os pecados da era digital, um manual super completo de convivência com diferentes culturas (com base nas  experiências vividas em 9 casas de família diferentes), além de muitas dicas para viajar muito de mochilão gastando pouco! Trata-se de um verdadeiro guia de viagem, fruto das experiências acumuladas, retratadas de forma leve, profunda e despretensiosa, no entanto sem perder o seu caráter didático.

Já na segunda parte do livro, Marina explica detalhadamente todos os tipos de intercâmbio existentes para quem está buscando desde a mais exclusiva até a mais econômica experiência, desde cursos de férias para menores de 8 anos até programas para jovens profissionais ou  pra pessoas de 80 anos. A naturalidade como descreve suas descobertas e os códigos da convivência globalizada traduz a forma espontânea e madura de Marina lidar com as transformações de sua geração, demonstrando uma maneira peculiar de sentir o mundo. Um livro útil e sedutor, sobretudo para aqueles que desejam, ainda, desvendar os mistérios do mundo. Leitura agradável e instigante, que deixa o gosto de quero mais. Mas, ao mesmo tempo, como dizia José Saramago: “O fim duma viagem é apenas o começo doutra. É preciso recomeçar a viagem. SEMPRE.”

Assista também o breve vídeo (2 minutos) onde Marina convida o leitor a embarcar nesta viagem com ela!

 

 

 

Livro Intercâmbio de A a Z (2009) – R$ 29,90

Em caso de emergência, um destes exemplares deveria cair automaticamente. Para que os pais fiquem absolutamente tranquilos em relação às viagens dos filhos para estudar fora. Para que os filhos sintam-se mais preparados para o volume de novidades e descobertas que estão por vir. Marina Motta, em sua segunda incursão literária (escreveu Marina Toda Prosa, em 2006, com contos e poesias da sua infância), faz mais que um guia – é preciso fazer justiça. Ela atravessou a fronteira do didatismo (com passaporte carimbado por anos de experiência à frente ao Student Travel Bureau no Recife) e compilou mais do que verbetes de A a Z.

Com onze intercâmbios (sim, onze), falando cinco idiomas fluentemente, Marina voltou com as malas muito mais cheias do que elas foram. Trouxe conhecimento. Trouxe conteúdo. Bagagem, para usar um termo correlacionado ao assunto.Este livro vai além de um simples guia, pois é real. É uma história de vida de uma jovem de 27 anos, formada em Relações Internacionais e também em Administração de Empresas, que viajou muito para estudar e aprendeu muito a contar histórias.

O Livro Intercâmbio de A a Z é a melhor lembrancinha que Marina poderia ter-nos trazido. É um planeta de bolso. Uma viagem ao redor do mundo em mais de duzentas páginas.Cada capítulo é uma escala em sentimentos, percepções e principalmente lições de vida extremamente úteis. Tanto para os pais, que sabem da importância do intercâmbio na formação dos filhos. Quanto para os filhos, que vivem o sonho real de descobrir mundos novos.

Boa viagem a todos.

A leitura certamente irá transportá-los a vários lugares. De A a Z.

 

 

Ou compre o livro (tradicional) nas livrarias:

 

Página 3 de 3123