define('DISABLE_WP_CRON', true); China | Blog do intercambio - Intercâmbio de A a Z por Marina Motta

Search Results

EUA anunciam que vão aumentar a concessão de visto para brasileiros

20 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em EUA

O governo dos EUA anunciou nesta quinta-feira medidas para facilitar a emissão de vistos de entrada no país. O presidente Barack Obama quer atrair mais turistas brasileiros.

O presidente norte-americano, Barack Obama, anuncia uma estratégia para estimular o turismo e a criação de empregos, em Orlando, nos Estados Unidos, nesta quinta-feira. 19/01/2012 REUTERS/Kevin Lamarque

Só em 2011, 665 mil brasileiros visitaram Nova York e mais de 1 milhão passaram por Miami e Orlando. Os brasileiros foram os que mais gastaram nesses lugares entre turistas do mundo.

É só ligar a câmera e aparecer com o microfone nas ruas de Nova York para ouvir o nosso idioma. Só em 2011, 665 mil brasileiros visitaram a cidade e mais de 1 milhão passaram por Miami e Orlando, na Flórida.

Os brasileiros foram os que mais gastaram nesses lugares entre turistas do mundo.

“China e Brasil são os países onde a classe média cresce mais rapidamente e as pessoas com dinheiro estão dispostas a gastar nos nossos parques e atrações turísticas”, disse Barack Obama, nesta quinta-feira (19), na Disneyworld.

Gastar e garantir os empregos dos americanos. O presidente Barack Obama, que precisa criar postos de trabalho, resolveu abrir um pouquinho mais as portas do país. “Estamos dizendo ao mundo que a América está aberta para os negócios, tornando o acesso para cá o mais seguro e simples possível”, acrescentou Obama.

A indústria do turismo prevê que mais de um milhão de postos de trabalho possam ser criados na próxima década graças aos estrangeiros. O governo americano aposta que o número de visitantes do Brasil, da China e da Índia ainda vai crescer muito. Em 2016, a quantidade de brasileiros por lá poderá ser quase três vezes maior.

Para que esses turistas-consumidores sejam bem-vindos, o governo americano determinou que os consulados do Brasil aumentem em 40% o número de emissão de vistos neste ano.
Serão eliminadas também as entrevistas para pessoas consideradas por eles de baixo risco, como por exemplo, aquelas que já tenham o visto de turista ou de negócios e precisem apenas renová-lo.

Ainda não é o fim do visto. Mas saber que os americanos contam com o dinheiro brasileiro para ajudar salvar a própria economia já tem o seu valor

Fonte: Jonal Nacional – Edição do dia 19/01/2012

Reveillon pelo mundo! As curiosidades e imagens marcantes de diferentes culturas:

28 de dezembro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Embora cada povo aguarde a chegada do ano novo com ritos e superstições próprias, é comum a todas as pessoas, valorizar um desejo de renovação. Entre as tradições mais difundidas, há o costume de soltar fogos de artifício e fazer barulho ou tocar música à meia-noite. 

Sydney, na Austrália é um dos primeiros lugares a comemorar o Ano Novo e, seus fogos na Opera House costumam ser incríveis e emocionantes!

Se comunidades antigas jogavam fora roupas e objetos visando eliminar o que estava “envelhecido”, ou banhavam-se no rio ou mar para acolher o novo tempo, hoje há rituais curiosos como o de subir em cadeiras na Dinamarca, limpar a casa para espantar maus espíritos entre os chineses ou usar rolhas de champanhe com moedas como amuleto na Inglaterra. Na Irlanda costuma-se oferecer um pote de arroz doce aos gnomos, enquanto na Turquia pedras de sal grosso são guardadas em sacos com turquesas para proteger as pessoas.

Nos Estados Unidos, o mais famoso Réveillon ocorre em Nova York, na Time Square, onde o povo se encontra para dançar, correr e gritar, enquanto na contagem regressiva, uma grande maçã vai descendo no meio da praça e explode exatamente à meia-noite, jogando balas e bombons para todos.

E a festa é uma das mais valorizadas em Portugal e Espanha. No primeiro, uma das tradições é sair às janelas de casas batendo panelas para festejar a chegada do ano. Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, come-se uma mistura feita com as sobras das ceias, chamada “Roupa Velha”, em que o ingrediente principal é o bacalhau cozido. Mais festeira é a tradição espanhola: são dez dias, entre 28 de dezembro, dia dos Santos Inocentes, até 5 de janeiro, da chegada dos Reis Magos, em que as cidades são tomadas por cavalgadas de reis, além das famílias cozinharem a rosca de reis, uma espécie de bolo doce, com figuras e brinquedos para as crianças.  A passagem do ano em Madrid é também um evento de grandes proporções, em que os cidadãos vão à Puerta Del Sol ouvir as badaladas do relógio e fazer pedidos para o novo ciclo.

Diferentes datas marcam comemorações no mundo oriental e árabe. O Novo Ano Chinês é comemorado entre 15 de janeiro e fevereiro de acordo com a primeira lua nova depois do início do inverno. Os mulçumanos têm seu próprio calendário que se chama “Hégira”, iniciado no ano 632 d.C. do nosso calendário, e a passagem do ano novo ocorre em 6 de junho, quando o mensageiro Mohammad fez a sua peregrinação de despedida à Meca. Já o ano novo judaico, chamado “Rosh Hashanah”, é uma festa móvel no mês de Setembro, regada a receitas tradicionais como o “Chalah”, uma espécie de pão, e muito peixe, porque este nada sempre para frente.

E você?! tem alguma história curiosa de um Reveillon que você tenha passado no exterior?!

Ou, será que você tem um desejo especial de passar o ano novo em algum lugar do mundo? Qual? Bem, eu acho que gostaria de passar na China…

Clique aqui e veja vídeo que mostra as celebrações de reveillon ao redor do mundo!

Bjs e Happy New Year!

Marina

Fonte texto: Heloisa Ribeiro  “Como funciona o réveillon”

Feliz Natal viajantes! Muito Amor e Paz para todos!

23 de dezembro de 2011 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Um cara que fez a diferença canta como a gente poderia fazer a diferença; Clique aqui e veja o vídeo: John Lennon – Happy Xmas (War Is Over)

Alemanha: Fröhliche Weihnachten

Bélgica: Zalige Kertfeest

Bulgária: Tchestito Rojdestvo Hristovo,

Catalão: Bon Nadal

China:  Sheng Tan Kuai Loh (mandarín)

Coréia: Sung Tan Chuk Ha

Croácia: Sretan Bozic

Dinamarca: Glaedelig Jul

Eslovênia: Srecen Bozic

Espanha: Felices Pascuas, Feliz Navidad

Estados Unidos/Inglaterra/ Austrália/ Nova Zelândia :Merry Christmas

Hebraico: Mo’adim Lesimkha

Finlândia: Hauskaa Joulua

França: Joyeux Noel

País de Gales: Nadolig Llawen

Galego (Galicia): Bo Nada

Grécia: Eftihismena Christougenna

Itália: Buon Natale

Holanda: Hartelijke Kerstroeten

Noruega: Gledelig Jul

Polônia: Boze Narodzenie

Romênia: Sarbatori vesele

Rússia: Hristos Razdajetsja

Sérvia: Hristos se rodi

Suécia: God Jul

Tailândia: Sawadee Pee mai

Turquia: Noeliniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun

Ucrânia: Srozhdestvom Kristovym

Vietnã: Chung Mung Giang Sinh

Top 5 mercados de pulgas no mundo: Comprar aqui é mais barato e, passear também é “um barato”!

24 de outubro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Quando o assunto é viagem, qual a diferença entre experimentar os quitutes e iguarias locais ou  ir sempre ao “same old same old” Mac Donalds?

Resposta: Os dois matam a fome, mas o primeiro te permite sair da mesmice e explorar outros paladares e sabores. No quesito compras, faço o mesmo paralelo entre os grandes outlets e os mercados de pulgas.

É claro que, em dias de inverno ou mesmo no caso de excelentes galerias ou shoppings em especial, pode-se sim, encontrar de A a Z tudo o que se precisa nestes grandes outlets alguns exemplos são: na Galeria Lafayette de Paris, no El Corte Inglês de Lisboa, no Eaton Center de Toronto e em milhares de outlets espalhados pelos EUA.  Sendo assim, quando o objetivo é puro e simplesmente o consumo e, principalmente se o foco maior são marcas especificas claro que estas opções são válidas demais! No entanto, Se você dispuser de um diazinho a mais no exterior para, digamos um passeio com “eventuais compras” (sem compromisso), a sugestão de hoje são os Mercados de Pulgas!

Para quem nunca ouviu este termo antes, calma! Não se trata de um mercado cheio de cachorros e animais pulguentos que vão te fazer sair de lá se coçando que nem um cão sarnento! Kkkkkk!  São apenas mercados públicos (alguns ao ar livre) que propõem uma diversidade enorme de itens! Desde artesanatos locais, jóias, artigos de segunda mão (estilo brechó) além de tecidos, tapetes e até artigos fakes de marcas famosas como Adidas, Dior e Cia limitada. Enfim, como diz o matuto, tem “de um tudo” nos Mercados de Pulgas e, com certeza, são uma atração interessantíssima de conferir! Aqui listei os TOP 5 que estive e recomendo:

Continuar lendo

Austrália: Conheça melhor Adelaide – Capital do Estado de South Austrália e surpreenda-se:

08 de setembro de 2011 | Postado por Marina em Austrália

Já estou aqui em Adelaide (Austrália) há uma semana, como falei no post anterior,  a convite do departamento de Educação do Estado de South Austrália, para conhecer melhor este destino e poder ajudar na orientação de intercambistas brasileiros já interessados em fazer intercambio na Austrália que ainda estão em dúvida sobre qual cidade escolher.

Muito se fala sobre Sydney, Gold Coast ou Sunshine Coast e, claro, como são destino mais conhecidos eles atraem muitos estudantes brasileiros e asiáticos por si só. A proposta de Adelaide é de mostrar alternativas na Austrália para quem quer ter uma imersão em uma cidade menor,mais tranqüila, mais barata e, com menor influencia e presença de brazucas, podendo assim ter a chance de praticar mais o idioma e, é claro, voltar mais fluente possível para o Brasil. Afinal, de que adianta voar tanto para tão longe se for para ficar só com brasileiros, não é?

Pois bem, vamos ao que interessa. Adelaide é uma cidade de médio porte, cerca de um milhão de trezentos mil habitantes, é super segura, com pouco transito e super friendly a estudantes em geral, acho uma cidade especialmente interessante para estudantes de high school (colegial no exterior). Visitei mais de 10 escolas públicas durante esta semana e fiquei impressionada com o padrão de qualidade das aulas (e sua grande diversidade de matérias também de cursos tecnicos, para quem não planeja fazer faculdade e já pode sair do ensino médio direto para o mercado de trabalho). Absolutamente fantástico. grande parte destas escolas possuem em 5% a 10% de alunos internacionais, sendo a maioriam chineses, coreanos e alemães e uma pequena parcela (ainda) de brasileiros.

 Freqüentemente chamada de “Austrália little Europe”, devido à forte influencia britânica,alemã e italiana, a cerca de meia hora de Adelaide, você poderá visitar a
curiosa Handorf. Uma cidadezinha toda alemã, assim como temos alguns casos no Sul do Brasil. Aqui, você pode vir passar o dia e degustar um típico prato alemão com uma cerveja típica do sul da Austrália, a coopers!

Adelaide é uma charmosa cidade com mais de 300 dias de sol ao ano, praias de areia branca, mais de 700 restaurantes e bares concentrados, principalmente na Victoria Square: Entre eles, o chique DistillBar e alguns “spots” com música ao vivo como o Crown and Sceptre, o Grace Emily o Governor Hindmarsh Hotels.

A cidade também tem muitas lojas em seu “fashion district” – o Rudle Mall, e é South Austrália é também conhecida mundialmente por suas regiões produtoras de  como o famoso “Barossa Valley (os melhores vinhos da Austrália) e também linda região McLaren Vale, a cerca de 1 hora da cidade.

Adelaide ainda tem um famoso Central Market onde se pode comprar (ou só observar e sentir-se local) uma variedade de queijos, pães e frutos do mar frescos. Deu vontade de queimar umas calorias? Sem problemas, a cidade “te patrocina” uma bike para você fazer um passeio até o River Torrens.  Ou seja, você aluga de graça!

Tudo mundo que vai para a Austrália, volta com uma foto de um kangaroo e um koala, certo? E, é claro que você também vai querer ter a sua! E ela pode ser tirada em Adelaide mesmo, sabe aonde? No excelente Gorge Wildlife Park a cerca de 30 minutos da cidade.

 

Ah, e o bônus aqui é, além de destes dois animaizinhos ícones do país, no Adelaide Zoo, Zoológico pertinho do centro da cidade, também tem ursos pandas fofíssimos que eu pensava que só iria conseguir ver pessoalmente na China! E eis que Adelaide me surpreendeu novamente neste quesito!

Ah, Adelaide também fica bem perto dos Outbacks ou desertos típicos australianos. Ou seja, tudo ali ao lado só para você curtir e tirar aquelas fotos maravilhosas!

Se você cansou das atrações da cidade, pertinho daqui tem a Kangaroo Island (terceira maior ilha do país e considerada uma referencia de diversidade de flora e fauna e aquele que é considerado uma das melhores regiões produtoras de mel, ohhh how sweet!).

Ainda não sabe quando vai conhecer Adelaide ou, quer mais atrações para se animar? Sim, tem! Você pode optar por vir durante um dos muitos festivais que acontecem na cidade ao longo do ano. Em março tem o Womadelaide, também em março e início abril, acontece o Fringe (que concorre com o de Edimburgo na Escócia) e, no mesmo período, no Rudle Park rola o Unearthly Delights festival que é um mix de musica, comédia e circo sendo que este ultimo traz coisas curiosas como os kangaroo albinos….

Agora me diga! Aonde mais você poderia encontrar kanguroos albinos. Só aqui mesmo em Adelaide. Convencido?- Ah, agora sim.  Tinha certeza que este
ponto ia ser o cheque-mate para fazer você pensar em Adelaide como uma alternativa mais que interessante para o seu próximo intercambio ou mesmo
viagem a turismo.

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina

 

Universidades russas disponibilizam 40 vagas para estudantes brasileiros

19 de maio de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Inglês e espanhol parecem mais do que necessários neste mercado de trabalho cada vez mais competitivo então, temos que concordar que, surpreender o seu CV com um idioma como Russo ou Mandarim realmente destaca qualquer candidato(a), não é?! 

Além disso, conhecer melhor a cultura e a economia in-loco da Rússia ou da China – (emergentes de peso assim como a Índia e o Brasil) é uma experiência mais do que válida para se diferenciar como profissional  globalizado. 

Além de fazer um curso de idiomas em Moscou ou St. Petersburgo em uma fundação como o Eurocentres, mais informações (www.stb.com.br) e da vantagem de não precisar de visto para um permanência de até 90 dias. Outra boa oportunidade para estudar na Rússia, é realizar uma graduação ou um  mestrado por lá. 

Pensando nisso, a Universidade Estatal de Belgorod e a Universidade Amizade dos Povos (RUDN), em Moscou, estão disponibilizando 40 vagas para estudantes brasileiros interessados em cursar graduação em Relações Internacionais e Turismo no exterior.

O período de inscrições fica aberto até o dia 20 de maio e o processo de seleção é conduzido pela Aliança Russa de Ensino Superior, representante das universidades estatais russas no Brasil. Também estão abertas vagas para mestrado nas duas áreas, bem como em Direito Internacional, Direito Europeu e Política Internacional.

Os cursos serão ministrados em russo, no entanto, não é necessário conhecimento no idioma, já que o aluno tem a opção de frequentar a faculdade preparatória por 9 meses antes do período letivo. Lá, eles aprendem todos os termos técnicos necessários para o aprendizado além de um curso completo da língua.

As tradições de um estudo sério e aprofundado estão enraizadas na cultura russa. Esse fator, aliado ao investimento financeiro de baixo custo, tem sido um grande atrativo para jovens de todo o mundo com o intuito de crescer profissionalmente. Para ter acesso a uma instituição reconhecida internacionalmente o estudante investe, aproximadamente, R$ 5 mil por ano, valor equivalente a um trimestre em uma universidade particular no Brasil. Tal quantia inclui a moradia e uma taxa simbólica cobrada pelas universidades aos estudantes estrangeiros.

Além dessa vantagem, o estudante que opta pela área do turismo ganha uma excelente formação internacional com capacidade de sobra para trabalhar atuar em qualquer mercado do mundo. Vale lembrar que as próximas Copas do Mundo de futebol, um dos eventos que mais movimentam o turismo no planeta, serão no Brasil e na Rússia, respectivamente, o que abre um grande leque de oportunidades com o idioma que o aluno aprenderá.

O candidato interessado em estudar na Rússia passa por um processo seletivo avaliado pela universidade de sua escolha e administrado pela Aliança Russa que inclui reunião com os pais, análise de histórico escolar e currículo, tudo para garantir que o aluno se encaixe no perfil da faculdade.

Ao voltar para o Brasil, o estudante submete o diploma adquirido ao processo de reconhecimento em uma universidade brasileira, um procedimento padrão para qualquer brasileiro que faça graduação em centros de ensino estrangeiros. A boa novidade é que desde 2010, o chamado Diploma Único de Estudos Superiores da Europa, do qual a Rússia faz parte, passou a valer conforme o tratado de Bolonha. O objetivo desse Tratado é facilitar a mobilidade dos estudantes e profissionais do ensino superior da Europa.

Mais Informações:

Aliança Russa de Ensino Superior

Av. Antônio de Souza Noschese, 373

Parque Continental – São Paulo – SP

Tel: + 55 (11) 3854-2513 / 3854-2514 / 3854-2515

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Conhecendo os festejos da Páscoa no Mundo: Happy Easter! Joyeuses Pâques!Schöne Ostern!Felices Pascuas…

20 de abril de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Do hebreu Peseach, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade. É a maior festa do cristianismo e, naturalmente, de todos os cristãos e, as origens da Páscoa remontam aos antigos rituais pagãos do início da primavera (que no Hemisfério Norte inicia em março).

Em muitos países, como Alemanha, Áustria, Suíça e Rússia há a tradição de pintar ovos cozidos, ou então as cascas dos ovos são furadas e esvaziadas, e os ovos, depois de pintados, formam árvores e arranjos.

Na Austrália, nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha, as crianças usam gorros ou bonés enfeitados com orelhas e o bolo tradicional de Páscoa é feito desde a Idade Média, com frutas secas e 11 bolas de marzipã em cima, representando os 12 apóstolos, menos Judas.  

Nos Estados Unidos e no Canadá, a brincadeira mais tradicional ainda é a “caça ao ovo”, onde ovos de chocolate são escondidos pelo quintal ou pela casa para serem descobertos pelas crianças na manhã de Páscoa.

Na França, nada de coelhos! São mesmo os sinos que distribuem doces para a alegria de todos e o “Gâteau de Pâques” que é um bolo assado não pode faltar!

Na China o “Ching-Ming” é uma festividade que ocorre na mesma época da Páscoa, onde são visitados os túmulos dos ancestrais e feitas oferendas, em forma de refeições e doces, para deixá-los satisfeitos com os seus descendentes.

Então gente, para quem está no Brasil ou mundo afora, é com muito carinho que eu (e estes dois coelhinhos fofos aqui embaixo) desejamos à todos uma Feliz Páscoa!

 Bjs,

Marina.

10 Razões para você fazer um Intercâmbio em Vancouver

28 de março de 2011 | Postado por Marina em Canada

Vancouver já foi eleita por várias vezes a cidade com melhor qualidade de vida do planeta e, fazer um intercâmbio com vista para o pacífico, com uma das temperaturas mais amenas do Canadá (no inverno, é bem menos frio que outras cidades como Toronto ou Montreal) é mesmo um privilégio. Principalmente, porque mesmo sem passar tanto frio na cidade, dá para aproveitar o melhor do inverno esquiando ou praticando snowboard nas várias montanhas ao redor da cidade (muitas delas localizadas apenas 40 minutos do centro da cidade) e, além disso, usufruir das árvores do Stanley Park, das montanhas de tirar o fôlego e de uma variedade gastronomica internacional de altíssima qualidade.

Existem várias escolas de idioma excelentes que estão localizadas no centro de Vancouver. Além disso, também tem ótimas escolas de High School (colegial) em bairros como North Vancouver, Burnaby ou West Vancouver.

Estudei por três meses na PLI (Pacific Language Institute) e fiz um curso de inglês para negócios no centro da cidade. Morei em uma casa de família em North Vancouver e todos os dias eu ia para escola de ônibus e chegava ao centro em 40 minutos.

Depois da aula, sempre ficava por ali pela Robson Street dando uma passeada, vendo as lojas ou comendo um crepe antes de voltar para casa no início da noite para jantar com a família e depois decidir se sairia ou não à noite.

Já nos finais de semana eu fazia atividades mais diurnas, sempre uma coisa diferente, além de ter esquiado muito, também fiz outros passeios bem legais que recomendo a quem for estudar por lá. Além da PLI (que foi a escola que eu estudei) recomendo também outras escolas  muito boas como: a  LSC, a ILSC e o Eurocentres.

Independente da escola escolhida e do tipo de programa (high school, curso ou estágio/trabalho), abaixo seguem os TOP 10 motivos que fazem de Vancouver uma cidade mais do que especial para fazer um Intercâmbio:

1. Vancouver no ar: Quando estiver pousando na cidade, não deixe de olhar pela janela, Vancouver impressiona pela beleza como quando estamos chegando ao Rio de Janeiro. “É bonita é bonita e é bonita….viveerrrr e não ter a vergonha de ser feliz….cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz (de viajante)…

2. Vancouver no mar: Vários cruzeiros passam por Vancouver! O Convention Centre/Cruise Terminal no harbour front tem vistas lindas do Stanley Park Grouse Mountain e do mar do pacífico.

3. Vancouver de bicicleta ou patins: Outra forma deliciosa de passear por Vancouver é pelo False Creek, da English Bay a Stanley Park e depois dentro de todo o parque (cerca de 20 km).

4.  Stanley Park. O parque tem praias, árvores, lagos e várias trilhas, além disso, vale fazer uma visita ao aquário de Vancouver e ver as orcas e as baleias. Impressionante!

5. Grouse Mountain e Capilano: Além de ser maravilhoso para esquiar, tem uma vista fenomenal da cidade, da ilha de Vancouver e do Stanley Park. No caminho pela ponte Lions Gate pare em Capilano e não deixe de fazer o passeio da ponte suspensa de capilano (Capilano Suspension Bridge).

 

6.  Downtown Vancouver. O centro de Vancouver é bem compacto e pode ser feito a pé. Eu recomendo o Heritage Walking tour, mas você pode ir por conta própria e visitar o bairro de o Gastown (e seu famoso relógio), Chinatown ou as mansões de Shaughnessy. Ah, para comer por lá, adoro o “The Old Spaghetti Factory: preço e serviço bom e comida deliciosa.

7. Creek Ferry ou Aquabus para Granville Island: Você vai encontrar artesanatos, lojas e o famoso mercado com muitos frutos do mar frescos.

8. Whisler. Whistler Blackcomb é a maior estação de esqui da América do Norte e fica localizada cerca de 2h de Vancouver. Além de boas pistas e restaurantes, à noite tem várias baladinhas cheias de gente bonita.

 

9.  Vancouver Island. Pegue um ferry de Tsawwassen para Swartz Bay que fica perto de Victoria, a capital da província de BC (British Columbia). Além de o caminho ser muito bonito, muitas vezes você tem a companhia de baleias no seu trajeto. Vancouver Island fica cerca de 2h de ferry do centro de Vancouver. Ao chegar a Victoria, visite o Hotel Empress, e o charmoso Butchart Gardens.

 

10.  Frutos do mar mais frescos do mundo. A influência da imigração oriental é fortíssima em Vancouver, por esta razão talvez a cidade tenha uma das maiores variedades de restaurantes japoneses e chineses fora da Ásia. Alem da grande variedade ofertada que merece ser degustada, não deixe de provar o sashimi de atum que é super saboroso.

Então pessoal, é isso!

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre Vancouver!

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

More than ever,the world as one: Nasa vai criar aviões comerciais na velocidade do som!

05 de novembro de 2010 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Li uma notícia hoje que me animou como poucas!

 De acordo com o jornal inglês Daily Mail, a Nasa anunciou, nesta quinta-feira (4/11/2010), que pretende construir jatos hipersônicos que voarão na atmosfera da Terra, diminuindo o tempo de voo em viagens ao redor do mundo para apenas algumas horas.

A agência espacial americana quer fabricar aeronaves que viajem cinco vezes mais rápido que a velocidade do som (1.224 Km/h). A essa velocidade, o tempo de voo de São Paulo a Sydney, na Austrália, diminuiria das atuais 22 horas para mais ou menos 2 horas.

A NASA vai destinar R$ 8,39 milhões (US$ 5 milhões) por ano, durante os próximos três anos, para transformar a nova aeronave em realidade. O objetivo é criar uma nave que carregue passageiros através da atmosfera, desça e aterrisse em segurança antes de ser reutilizada.

Para quem gosta de viajar, poder fazer isto em um tempo menor é, além de prático e rápido também bem menos cansativo.

 Já comecei a imaginar como poderá ser maravilhoso fazer Recife- Paris em, sei lá 20 minutos. Mais rápido do que ir de carro até Porto de Galinhas…Imaginem que sonho! Com certeza este vôos inicialmente serão muito muito caros mas, quem sabem, dentro de 50 anos já não será uma coisa normal e a gol vai servir suas barras de  Cereal em pontes aéreas Brasil –China?!

 Imaginem qual seria o impacto disto no que chamamos hoje de globalização?! Será certamente uma revolução! Mal posso esperar para ver tudo isto! Esta tecnologia e estes inventores são mesmo o máximo, não?! Quando achamos que já descobriram tudo, aparecem com mais novidades….

 Bjs e até a próxima viagem (quem sabe um dia para Marte ou para a Lua)!

 Marina.

Você já pensou em fazer uma viagem exótica pela Ásia, África & Oriente Médio?

29 de outubro de 2010 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

IMAGINATIVE TRAVELLER! IMTRAV LAST MINUTE PROMOTION!!!!

O Imaginative Traveller está oferecendo desconto nos tours para o mês de Novembro e Dezembro.

NOVEMBRO:

Oriente Médio (Egito, Líbia, Israel)

Sudeste Asiático (Tailândia, Camboja, Vietnam, Borneo)

Asia (India, China e Nepal)

Africa (Marrocos)

América Central (Cuba)

 DEZEMBRO:

América do Sul: (Equador, Galápagos)

Oriente Médio (Jordânia, Síria e Egito)

Sudeste Asiático (Malásia, Tailândia)

 Asia (India, China e Nepal)

 Africa (Kenia e Tanzânia)

América Central (Cuba)

O que você precisa fazer?!

Escolher o seu roteiro para se programar para viajar a preços bastante competitivos!

Você pode viaja sozinho ou acompanhado e terá imersão cultural; contato com a comunidade local e com as cidades que deseja conhecer;

Lembrando que tem  que falar inglês pois este será o idioma oficial de comunicação tanto com o guia quanto com seus outros colegas de grupo!

No link abaixo você pode ver os roteiros promocionais! http://www.imaginative-traveller.com/late-get-aways?cid=753&etracks=lates28Oct10

Dúvidas, é só falar com o STB! www.stb.com.br

Em Recife: 81-2123-4522

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Página 3 de 41234