define('DISABLE_WP_CRON', true); Blog Intercambio A a Z por Marina Motta - Part 38

Carteira Mundial do Estudante ISIC anuncia mais descontos internacionais

30 de junho de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z
 

 

 

 EUA:

  • Amtrak: cia. ferroviária americana (15% de desconto sobre a melhor tarifa)
  • Blue Man Group Las Vegas: tarifa especial de US$ 45,75
  • Best Western: até 20% de desconto
  • Sea World e Busch Gardens: 15% de desconto
  • City Sight Seen New York: 20% de desconto
  • Jet Blue: cia. aérea econômica (11% de desconto sobre as melhores tarifas).

França:

  • Lido: show ao estilo do Moulin Rouge (12% de desconto)
  • Restaurante 58 Tour Eiffel: restaurante localizado na Torre Eiffel (€ 5 de desconto no menu)
  • Bateaux Parisiens: 10% a 30% de desconto nos passeios
  • Musée d’Orsay: de € 15 por € 11
  • Planet Hollywood: 15% de desconto.

Londres:

  • Hard Rock Café: £ 12 o menu ISIC
  • Madame Tussauds London: desconto de até £ 5
  • London Aquarium: desconto de £ 2
  • Tate Museum: desconto varia de acordo com a exibição
  • Tower of London: desconto de £ 2
  • St. Paul’s Cathedral & Galleries: desconto de  £ 1
  • Shakespeare Globe: desconto de £ 1,50
  • Hampton Court Palace: desconto de £ 1,50
  • London Zoo: desconto de £ 1,50
  • The Royal Ballet: tarifa de estudante (Stand by Tickets).

 Mais informações: www.carteiradoestudante.com.br.

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Se você achava que o São João do Nordeste era “arretado” é porque você não sabia do da Suécia!

21 de junho de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Como sabemos, os nordestinos terão um grande feriado esta semana. as festas juninas, terão início e, com certeza todos ouvirão muita música típica, ascenderão uma fogueira e comerão aqueles  deliciosos pratos derivados do milho. O que você  talvez não soubesse é que as festa de São João ou festas dos santos populares são celebrações que acontecem em vários países historicamente relacionadas com a festa pagã do solstício de verão, que era celebrada no dia 24 de junho, ainda no calendário juliano (pré-gregoriano) e que a fogueira de São João ainda é o traço comum que une todas as festas de São João europeias (da Estônia a Portugal, da Finlândia à França). Vamos ver alguns exemplos:

Portugal

Nas cidades do Porto e de Braga, o São João é festejado com uma intensidade inigualável, sendo que a festa é, à semelhança do que acontece no Nordeste do Brasil, entregue às pessoas que passam o dia e a noite nas ruas das cidades que são autênticos arraiais urbanos. O uso de balões e fogos de artifício durante o São João no Brasil, foi trazido pelos portugueses para o Brasil, e ele se mantém em ambos lados do Atlântico.

França

A “Fête de Saint-Jean” (Festa de São João), tal como no Brasil e em Portugal, é comemorada no dia 24 de junho  e tem como maior característica a fogueira.  Na região de Vosges, a fogueira é chamada “chavande”. Já a quadrilha brasileira tem o seu nome de uma dança de salão francesa para quatro pares, a “quadrille”, em voga na França  antes da Primeira Guerra Mundial .  A “quadrille” veio para o Brasil seguindo o interesse da classe média e das elites portuguesas e brasileira por tudo que fosse a última moda em Paris. Ainda que inicialmente adotada pela elite urbana brasileira,  seu maior florescimento foi no Brasil rural (daí o vestuário campesino ou de “matuto”).

Polônia

As tradições juninas da Polônia estão associadas principalmente com as regiões da Pomerânia  e da Casúbia , e a festa é comemorada dia 23 de junho, chamada localmente ‘Noc Świętojańska” (Noite de São João). A festa dura todo o dia, começando às 8h da manhã e varando a madrugada. De maneira análoga à festa brasileira, uma das características mais marcantes é o uso de fantasias, no entanto não de trajes camponeses como no Brasil, mas de vestimentas de piratas. Fogueiras são acesas para marcar a celebração. Em algumas das grandes cidades polonesas como Varsóvia e Cracóvia esta festa faz parte do calendário oficial da cidade.

Ucrânia

A festa de Ivana Kupala (João Batista) é conhecida como a mais importante de todas as festas ucranianas de origem pagã, e vai desde 23 de junho até 6 de julho. É um rito de celebração pelo verão, que foi absorvido pela Ingreja Ortodoxa.. As moças colocam guirlandas de flores na água dos rios para dar sorte. É bastante comum também pular as chamas das fogueiras.

Suécia

As festas juninas da Suécia  (Midsommarafton) são as mais famosas do mundo. É considerada a festa nacional sueca por excelência, comemorada ainda mais que o Natal. Uma das características mais tradicionais são as danças em círculo ao redor do majstången, um mastro colocado no centro da aldeia. Quando o mastro é erigido, são atiradas flores e folhas. Durante a festa, são cantados vários cânticos tradicionais da época e as pessoas se vestem de maneira rural, tal como no Brasil. Por acontecer no início do verão, são comuns as mesas cheias de alimentos típicos da época, como morangos e batatas. Também são tradicionais as simpatias, sendo a mais famosa a das moças que constroem buquês de sete ou nove flores de espécies diferentes e colocam sob o travesseiro, na esperança de sonhar com o futuro marido. Também nesta época, decoram-se as casas com arranjos de folhas e flores, segundo a superstição, para trazer boa sorte. Durante este feriado, as grandes cidades suecas, como Estocolmo e Gotemburgo tornam-se desertas, pois as pessoas viajam para suas casas de veraneio para comemorar a festa.

Bjs, Bom São João e até a próxima viagem!

Marina.

Avião supersônico comercial ligará Paris a Tóquio em 2h30

20 de junho de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

O consórcio aeronáutico europeu EADS, proprietário da Airbus, apresentará no Salão Internacional de Aeronáutica e Espaço de Le Bourget (norte de Paris), que começa nesta segunda-feira (20/06), o projeto de um avião supersônico capaz de unir a capital francesa e Tóquio em duas horas e meia, frente às 11h atuais.

Por enquanto, o fabricante mostrará apenas a maquete do futuro avião, que pretende disponibilizar para voos em 2050 e que será capaz de alcançar os 5 mil km/h, quatro vezes mais do que a velocidade do som, com baixas emissões de gases poluentes, graças à utilização de biocombustíveis, segundo os detalhes do protótipo revelados neste domingo pelo jornal “Le Parisien”. O avião promete ser uma das estrelas do Salão de Le Bourget, o evento bienal que reúne no norte de Paris os principais nomes do mercado aeronáutico.

Segundo o EADS, o novo supersônico, cuja maquete será apresentada oito anos depois que o Concorde, o último projeto de aparelho comercial capaz de romper a barreira do som, deixou de voar, poderá transportar entre 60 e 100 passageiros, contra os 120 de seu antecessor. Batizado como ZEHST (Zero Emission HyperSonic Transportation), o avião pode se transformar no “padrão das companhias em 2050”, afirmou o responsável de tecnologias e inovação do EADS, Jean Botti, ao “Le Parisien”.

Além de sua extraordinária velocidade, o dobro da atingida pelo Concorde, os responsáveis do projeto destacam seu baixo nível poluidor, proporcionado pela utilização de biocombustíveis, de hidrogênio e de oxigênio. Além disso, o ZEHST voará acima da atmosfera, a cerca de 32 quilômetros sobre do nível do mar, frente aos 11 quilômetros dos voos comerciais atuais e os 18 do supersônico anterior. Essa particularidade o permitirá “não poluir a camada atmosférica” e alcançar a velocidade de até 5 mil km/h, segundo Botti.

Quando alcançar os 5 quilômetros de altitude, três motores propulsados por uma mistura de hidrogênio e oxigênio serão acionados, auxiliados por um terceiro reator concebido a partir da tecnologia utilizada nos foguetes Ariane. O avião atingirá então uma velocidade 2,5 vezes superior à do som, superior à do Concorde. Mas quando o aparelho chegar aos 23 quilômetros de altura, cinco quilômetros a mais do que alcançava o mítico supersônico, entrarão em funcionamento os reatores que permitirão fazer a velocidade de 5 mil km/h. O financiamento do projeto demandará o apoio europeu, dentro de um programa comunitário de redução da poluição.

O EADS considera que o avião será destinado a executivos e que os preços das passagens rondarão os 6 mil euros para um trajeto entre Paris e Nova York, que efetuará em uma hora e meia, frente às quase oito atuais ou as três que o Concorde necessitava.

O ZEHST não será a única estrela de Le Bourget, já que a americana Boeing, principal rival da Airbus, apresentará pela primeira vez fora de seu país o avião de transporte 747-8, abastecido exclusivamente com biocombustíveis. Já o convidado de honra será o Solar Impulsione, um avião movido a energia solar que, se o tempo o permitir, decolará em viagem de demonstração todos os dias da feira, que termina no próximo domingo.

Fonte:http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI242609-16355,00 AVIAO+SUPERSONICO+COMERCIAL+LIGARA+PARIS+A+TOQUIO+EM+H.htm

TOP 5 países mais perigosos no MUNDO para mulheres:

18 de junho de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Bom, como todos sabem VIAJAR é definitivamente o assunto que mais me interessa nesta vida.

O simples fato de sair da rotina, experimentar outros temperos, outros ares e formas diferentes de ver o mundo é, acredito a razão essencial que me motiva a trabalhar muito para poder viajar sempre que posso e descobrir pouco a pouco cada cantinho do mundo.

Acho super legal esta vibe de moda do SPFW e até mesmo posso muito eventualmente achar um carro ou uma jóia bonitos, mas NADA, absolutamente NADA me dá mais prazer e me completa mais nesta vida do que CONHECER OUTROS MUNDOS.

Quanto mais viajo, mas valorizo também o Brasil, pelo clima, pela alegria e pela liberdade de expressão e espontaneidade. Claro que temosVÁRIOS problemas de saúde, educação e violência urbana seriíssimos, mas tirando a EUROPA, a América do Norte, a OCEANIA e alguns países Asiáticos, a verdade é que o Brasil não está MESMO entre os piores lugares do mundo para se viver.

Já escrevi um post sobre a situação de CUBA e de como me parece impossível me imaginar morando em uma ilha onde o governo me proibisse de ir e vir. Hoje, lendo o International Business Times achei um ranking me causou reflexão e sentimento de solidariedade.

 De acordo com a Thomas Reuters Foundation baseado em um ranking que avalia risco de saúde, violência e “crime de honra” de mulheres em todo o mundo, 213 especialistas nos cinco continentes foram ouvidos e foi desenvolvido um ranking que determina os cinco países mais perigosos para mulheres e ele segue abaixo:

 #1 Afeganistão:

 Corrupção, pobreza, condições de saúde, violência não sexual e discriminação econômica o Afeganistão fica em primeiro lugar no ranking. As chances de uma mulher morrer durante trabalho de parto por lá é de 1 a cada 11 nascimentos (altíssimo). Além disso, 87% das mulheres são analfabetas e 80% delas são vítimas de casamentos forçados.

 #2 Congo:

Ainda com rastros visíveis de uma guerra que durou de 1998 a 2003 e que foi responsável pela morte de mais de cinco milhões de pessoas, a República Democrática do Congo tem o maior índice de violência sexual contra mulheres do mundo. Mais de 1000 mulheres são estupradas diariamente de acordo com o American Journal of Public Health. Além disso, 57% das grávidas têm anemia.

 # 3 Paquistão:

Práticas culturais, tribais e religiosas locais incluem ataque às mulheres. Mais de 1.000 mulheres e crianças são vitimas de “crime de hora” todos os anos de acordo com o Pakistan’s Human Rights Commission. Além disso, 90% das mulheres sofrem de violência doméstica e mais de 40% das mulheres casam-se forçadas antes dos 18 anos de idade.

 #4 Índia:

Casamento de crianças, tráfico de mulheres e violência doméstica colocam a Índia na quarta posição. Mais de 100 milhões de pessoas, na sua maioria mulheres e crianças são vítimas de tráfego de pessoas de acordo com a Indian Home Secretary Madhukar Gupta. Mais de 50 milhões de meninas foram declaradas “desaparecidas” nos últimos 100 anos e mais de 40% das mulheres casam-se de forma forçada antes dos 18 anos.

 #5 Somália:

Um dos países mais pobres, violentos e “sem lei” do mundo tem altíssimos índices de estupros e mutilação genital de 95% das mulheres com idade entre quatro e 11 anos justificados culturalmente como forma de purificação e que consequentemente impedem o prazer feminino. Além disso, existe um grande índice de mortalidade de mães e bebês no parto, apenas 9% das mulheres dão à luz em um ambiente equipado.

É triste mesmo ver que, em pleno século XXI, coisas assim seguem acontecendo! É inevitável também não imaginar: “E SE eu tivesse nascido no Afeganistão ou no Congo?!” “Quais seriam as minhas perspectivas de mundo, de futuro e mesmo de vida ou família”?!

Claro que algumas mulheres que nascem em realidades diversas muitas vezes não têm opção alguma e mal sabem como poderia ser outra forma de vida senão aquela que conhecem, mas achei importante compartilhar estes dados dramáticos destas mulheres guerreiras e sofridas mundo a fora.

Sei também que pouco (ou nada) podemos fazer para ajudá-las. A maioria de nós, certamente, nunca chegará à conhece-las. Então, este post tem só esta função: REFLEXÃO.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Estudos comprovam: Viajar não só diminui o estresse, mas também deixa você mais inteligente!

14 de junho de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Estudos mostram que viajar faz com que seu cérebro volte a funcionar utilizando a sua máxima atividade estimulando assim a criatividade e a inteligência! Além disso, segundo Jens Pruessner, professor de neurologia da McGill University em Montreal no Canadá, tirar férias e viajar pode diminuir a sua pressão sanguínea, aumentar seu sistema imunológico e te ajudar a ter uma vida mais longa e melhor.

Então, se você precisava de mais razões para se presentear com uma viagem, que tal começar pensando que viajar ou fazer um intercâmbio não deve ser visto como um luxo para poucos, mas sim como um investimento na saúde e em você mesmo!

Portanto, pesquise já sobre as opções disponíveis no mercado e os valores a serem investidos.  

Para aproveitar ao máximo a sua viagem, planeje-se com antecedência! Assim você evita se estressar com coisas de última hora!

Quanto à programação durante a viagem, é importante é balancear bem atividades culturais, esportivas e momentos de contemplação e dolce far niente! Assim você voltará mais renovado(a) e cheio(a) de idéias para ganhar mais dinheiro e, nas férias seguintes,  poder viajar novamente….

Bjs e até a próxima viagem!     

 Marina.

9 perguntas e respostas sobre a bactéria que assola a Alemanha

08 de junho de 2011 | Postado por Marina em Alemanha

Mas será o Benedito (ou é mesmo o fim do mundo) ?! A questão é que parece que todas as férias aparece alguma coisa nova  para estressar os viajantes: Um ano foi “a danada” na gripe H1N1 afetando bastante a Argentina e outros países. Depois o vulcão da Islândia e o caos aéreo na Europa. Posteriormente, nevascas no EUA e em toda a Europa nas vésperas do Natal. Não esquecendo, é claro, do acidente nuclear no Japão, das chuvas no Nordeste,  dos terremotos na Nova Zelândia e da crise política nos países do Oriente Médio.

 Agora, é a vez da Alemanha e esta nova bactéria…..

Como a mídia às vezes aumenta um pouco as coisas, achei que este esclarecimento do Jornal  espanhol El País  bastante elucidativo para os  turistas e intercambistas que já estão com viagem marcada, poderem viajar mais tranquilos para aquelas bandas da Europa…

 9 perguntas e respostas sobre a bactéria que assola a Alemanha

Um tipo muito raro da bactéria E.coli, o O104:H4, incorporou genes de outras bactérias e é mais tóxica e nociva do que sua versão “comum” A bactéria E. coli é uma das mais frequentes nas infecções alimentares, junto com a salmonela.

Há dezenas de tipos diferentes, mas em geral é uma bactéria fecal que vive no aparelho digestivo dos animais e dali pode acabar na água, nas plantas ou na terra.

Já houve surtos no Japão e nos EUA, mas desta vez é especialmente agressiva.

1.: O que causa a infecção?

 R.: Está claro desde o início. É a bactéria Escherichia coli. Depois se soube que é de um tipo muito raro, o O104:H4, que além disso havia incorporado genes de outras variedades – não disseram quais – que aumentam sua produção de toxinas (concretamente a chamada shiga, que é como a fabricada pelas bactérias do tipo Shigella, também muito nocivas).

2.: Qual é o foco?

R.: No início se pensou que a bactéria estivesse em pepinos espanhóis. Descartada essa hipótese, procura-se qual alimento pode ser a fonte. Também se levanta a possibilidade de que esteja na água.

 3.: Quais são os sintomas?

R.: A infecção começa com dores abdominais seguidas de uma forte diarreia, que pode ser sanguinolenta. Nesse estado já é preciso ir ao hospital. Depois a bactéria ataca os rins, produzindo uma espécie de insuficiência renal que se caracteriza pela chamada síndrome hemolítico-urêmica (HUS na sigla em inglês, que significa a presença de sangue na urina).

4.: Qual é o tratamento?

R.: O melhor nas infecções por E. coli é deixar que passem sozinhas. À diferença de outras bactérias, esta responde mal aos antibióticos. Ou, pior ainda, reage produzindo mais toxinas. Por isso se usam tratamentos paliativos (hidratação, antitérmicos). Mesmo assim, acredita-se que um tipo de antibiótico (os carbapenemos) pode funcionar.

5.: Por que este surto é tão excepcional?

R.: A E. coli é uma velha conhecida dos serviços epidemiológicos. É, por exemplo, a responsável pela maioria dos casos de diarreia do viajante, ou do famoso mal de Montezuma. À diferença daquelas é que a cepa que se espalhou na Alemanha (uma variante da O104) é especialmente agressiva.

6.: Como se desenvolveu a bactéria?

R.: As bactérias têm muita facilidade para trocar de genes, emprestá-los ou tomar emprestados. É seu mecanismo de defesa contra os antibióticos e seu sistema de concorrência. Como a E. coli habita o aparelho intestinal dos animais (incluindo os seres humanos), o mais lógico é pensar que esta nova cepa tenha sido gestada nesse entorno, onde coincidiram bactérias de dois tipos: a O104 e outra, que foi a que passou os genes que a tornaram mais agressiva.

7.: Como se contamina?

R.: A origem está em um alimento. A bactéria vive no intestino dos animais, de onde passa para a terra, a água ou as plantas por meio das excreções. Daí passa ao ser humano ao ingeri-la. Nos casos de transmissão entre pessoas, a via é a fecal-oral: uma pessoa que não se lava bem depois de fazer as necessidades, e das mãos a bactéria passa para um alimento ou objeto que outra pessoa leva à boca.

8.: Como se previne?

R.: É preciso evitar os alimentos crus, porque a bactéria adere à superfície de folhas ou verduras. Se for fazer uma salada, é preciso lavar os ingredientes com água com algumas gotas de água sanitária. Também é preciso clorar ou ferver a água potável. E a carne deve ser bem cozida. Os alimentos congelados podem estar infectados, mas a partir dos 70 graus abaixo de zero a bactéria é destruída.

9.: É perigoso conviver com um infectado?

R.: Em princípio, não. Embora haja bactérias que são transmitidas pelo ar, costumam ser as que colonizam o sistema respiratório (como a da tuberculose) e que portanto podem se propagar nas minúsculas gotas de saliva que todos expulsamos ao espirrar ou mesmo ao respirar. A E. coli está no sistema digestivo, e por isso é necessário um sistema de contágio baseado no contato. Portanto, a melhor medida preventiva é lavar as mãos depois de ir ao banheiro.

 Fonte: Emilio de Benito – El País  – Tradução: Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Facilidade: Novas regras para viajar com crianças já estão em vigor:

06 de junho de 2011 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Uma novidade tem início hoje:  Os pais ou responsáveis de crianças que vão viajar para o exterior acompanhadas de apenas um do pais, de terceiros ou sozinha, precisarão apenas preencher um formulário  próprio (ou redigido /de próprio punho com as mesmas informações)  assinado pelo pai e pela mãe e o reconhecimento da assinatura pode ser apenas por semelhança, ou seja, o reconhecimento da firma em cartório. (Antes precisava ser por autenticidade, ou seja, na presença de um tabelião).

A autorização também não precisa mais da fotografia da criança/adolescente como antes e terá validade de dois anos. As medidas já estão em vigor e são obrigatórias até os 18 anos do jovem.

Link do formulário:

http://www.dpf.gov.br/servicos/viagens-ao-exterior/3_edicao_manual_menores.pdf/

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

“Soy Loco por tí América”: Intercâmbio ou Turismo na Argentina:

06 de junho de 2011 | Postado por Marina em Argentina

A Argentina deve ser, provavelmente, o local mais procurado por brazucas para uma primeira viagem internacional. As razões são várias: Fica próximo da gente, dá para usar milhas do cartão de crédito para a passagem, os pacotes são normalmente bastante convidativos, pode-se viajar com RG apenas (o passaporte não é uma exigência), em muitos lugares além do peso argentino, você também consegue usar dólar e, mesmo sem falar espanhol, dá para se virar com clássico dialeto portuñol. É aquela coisa: Os brasileiros que vão a turismo, acham que falam espanhol e os Argentinos de olho no dindin, fazem questão de entender. Afinal nosso turismo também é uma super fonte de renda para eles! Ou seja, um casamento perfeito. Isso sem falar, é claro, de outras vantagens: hotéis, restaurantes e vinhos bons bonitos e baratos e táxis com preços mega camaradas. Então, “Dímelo!” Como não ser “Loco por ti América”?

 

Bueno, digo: Bem, a Argentina também é país excelente para aprender ou aperfeiçoar o espanhol, e, para tanto, recomendo a escola COINED (www.coined.ar) e, se possível, opte por cidades como Córdoba, Mendonza ou Ushuaia, pois você vai encontrar uma quantidade menor de brasileiros.

Diferente de Buenos Aires e Bariloche que não seriam as melhores opções para focar nos estudos, porém se o seu objetivo é turismo e diversão o primeiro tem a vida noturna mais agitada do país e o segundo, é o local mais procurado para esquiar. Possivelmente também o lugar onde a maioria dos brasileiros viu neve pela primeira vez e também caiu e levantou pagando micos (normalmente em família) com aquelas roupas impermeáveis e botas um tanto pesadas.

Em termos de acomodação você sempre poderá optar entre ficar em casa de família ou em residência estudantil e em quarto individual ou compartilhado. Se for a turismo, uma dica que dou quanto à hospedagem é: Sempre considere o hotel como se tivesse uma estrela a menos. Ex. fiquei em hotéis quatro estrelas que, na verdade, equivalem a um três estrelas. Entendem? Então é bom ficar atento a isso para não ficar desapontado.

Estive na Argentina por quatro vezes. As três primeiras vezes era criança e tinha cerca de 10 a 13 anos e fui diretamente para Mendonza com meus pais e um grupo de mais uns 100 bazucas para esquiar naquela que é considerada a maior estação de esqui da América do Sul – Las Lemas em um hotel que, por sua vez, era muito bom, o Piscis (http://www.laslenas.com/eng/lodging/hotel_piscis.php) . Em termos de pistas, são melhores que Bariloche, porém, a parte de restaurantes, lojinhas e passeios de Bariloche tem mais diversidade. Ainda me lembro dos campeonatos de esqui promovidos pelos brasileiros e do fato de ter ganhado a medalha de ouro por velocidade já que (por ser a única competidora menor de 18 anos) fui isenta da prova de beber cerveja no meio do percurso…Também me lembro do meu grande esforço para tentar passar na entrada do cassino com maquiagem e roupas “de adulta”, crente que ninguém ia perceber que era uma menina precoce que estava fantasiada de uma senhora para jogar nas “maquininhas”….Coisas da infância….

Cerca de treze anos depois voltei à Argentina para uma viagem a dois bem clássica: três dias em Buenos Aires e três dias em Bariloche….Em Buenos Aires, fiquei no hotel Dolmen, (http://www.hoteldolmen.com.ar/ ) fiz aquele city tour báaasico da Casa Rosada e arredores, alguns pontos históricos  e aquele calle (rua) florida que, confesso, me decepcionou muito pois não tem nada demais.

Ainda em Buenos Aires, parada obrigatória para jantar no Puerto Madero e em outro dia no bairro da Recoleta. Passeio ao bairro de La Boca (foto abaixo), espetáculo de tango, muita carne, ojo de bife…dulce de leche, alfajores, vino de la casa, e otras cositas más….No último dia, jantar no hotel mesmo, uma vez que, no check in, ganhamos um voucher que dava direito a um jantar no restaurante do hotel…

Seguindo para “Barilo” me hospedei no hotel Nevada (http://nevada.com.ar) bem no centrinho e achei a cidade fofíssima! Toda pequenininha, arrumadinha e romântica…neve, fondue, vinho, chocolates da loja mamuska, fotos com cachorros São Bernanrdo (aquele do filme beethoven) e, mais algumas calorias adquiridas…

 

e

Depois, City tour no Cerro Bajo e vista do hipado hotel llau llau (http://www.llaollao.com/ing/)- foto abaixo:

Por fim, no dia seguinte, dia  inteiro de esqui no cerro catedral... E eis que Argentina – lamento mas é hora de partir, mas parafraseado a canção da América de Milton Nascimento, garanto: qualquer dia eu volto amigo (e vizinho), pra te encontrar…

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Você Sabia? Aprender outros idiomas estimula sua função cerebral e ajuda a tomar melhores decisões!

03 de junho de 2011 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Quer mais um motivo para fazer um intercâmbio?!

Você sabia que falar inglês ou outra língua não ajuda apenas a se dar bem em uma viagem internacional ou arrumar um bom emprego? Pois é, segundo pesquisadores da Pennsylvania State University, esse hábito pode fortalecer a função cerebral. Ou seja, faz com que as pessoas tenham mais facilidade em priorizar tarefas, trabalhar em vários projetos ao mesmo tempo e focar no que realmente é importante.

Especula-se que isso aconteça devido aos malabarismos que se faz para aprender outro idioma e, ainda, acaba ajudando em outras áreas da vida.

Ou seja: Intercâmbio na cabeça minha gente!!

Bjs, Bom Final de semana e até a próxima viagem!

Marina.

STB lança aplicativo no Facebook que incentiva fãs a viajar!

02 de junho de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Adora conhecer novas culturas e só se sente em casa quando está no exterior? Tem um espírito livre e aventureiro, se dá bem em qualquer canto do mundo, e não aguenta mais de 6 meses sem viajar. Então você vai curtir isto: o STB Student Travel Bureau lançou no Facebook o aplicativo “Quão multicultural você é?”, um quiz composto de seis perguntas sobre gostos e preferências que calcula o quão viajados e cosmopolitas são os fãs da página da marca na rede social.

                                       

De acordo com as respostas do usuário, o aplicativo monta um rosto masculino ou feminino (conforme o participante) que mistura faces de diferentes etnias, como uma espécie de mosaico multicultural. Ao final, é revelado o percentual do quão internacional o usuário é, além de uma análise irreverente do resultado e uma foto que pode ser compartilhada em seu mural e álbum do Facebook. O quiz já divertiu mais de 4 mil pessoas, totalizando mais de 48 mil visualizações de página na primeira semana após o lançamento. o aplicativo consolida a presença do STB nas redes sociais e incentiva o fã da marca a adquirir cada vez mais experiência internacional.

Serviço: Aplicativo “Quão multicultural você é?”

Link: http://www.facebook.com/STB.Brasil?sk=app_118415168241629

Facebok.com/STB.Brasi

Página 38 de 49« Primeira...102030...3637383940...Última »