Posts com a tag blog intercambio

Intercâmbio: Planejamento é tudo!

01 de março de 2013 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá viajantes!
Tudo bom?!

Gostaria de compartilhar com vocês essas ótima matéria do Almanaque do Estudante 2013 que fala sobre Planejamento do Intercâmbio:

 

Bjs e até a próxima viagem!
Marina

Desconto na passagem: Carteira Mundial do Estudante firma parceria com Avianca

22 de janeiro de 2013 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

A Carteira Mundial do Estudante ISIC anuncia novidade imperdível aos seus usuários. Por meio de acordo firmado com a Avianca, estudantes de 12 a 40 anos de todo o País podem agora adquirir tarifas aéreas especiais para Nova York, Los Angeles, Miami, São Francisco, Orlando e Toronto, com saídas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília. O benefício também é válido aos portadores do cartão internacional Jovem Card, que têm entre 12 e 26 anos, e aos professores usuários da Carteira Mundial do Professor ITIC.

Confira a seguir as tarifas:

Destinos: Los Angeles, Nova York, San Francisco e Toronto

Valor: a partir de US$ 520 + taxas

Destinos: Chicago, Miami e Orlando

Valor: a partir de US$ 500 + taxas Continuar lendo

+ TOP 8 aplicativos de viagem que você vai amar!

19 de dezembro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes! tudo bom?!

Quem aqui gosta de aplicativos de viagem?!! – Euuuu!!!

Demorei muito para abandonar o meu amado Blackberry, eu era daquelas “there is no life without blackberry” e eis que depois de muito relutar mordi minha língua quando finamente descobri o I-phone. Como eu consegui viver tanto tempo sem ele?! (I have NO Idea!)   Se você também curte esse assunto, leia  os post anteriores sobre aplicativos aqui

Continuando esse assunto delicioso e sem fim, vamos a mais algumas opções!

Continuar lendo

Colaboração em matéria do Jornal do Commercio: Intercâmbio amplia percepção

28 de setembro de 2012 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá viajantes! tudo bem?!

Ontem, o Jornal do Commercio publicou um lindo caderno especial de Educação com um foco em Intercâmbio e Cidadania. Colaborei com essa matéria da jornalista Tatyane de Morais:

#PalestraShow: As 3 coisas que descobri quando meu avião caiu..

09 de agosto de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes! Tudo bem?!

Hoje quero compartilhar com vocês esse vídeo que promove uma reflexão incrível sobre prioridades e conceitos que temos na vida.#MedoDeAvião? #MedoDaVida? Veja : “As 3 coisas que descobri quando meu avião caiu” (Legendado) aqui

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

3 formas de aperfeiçoar o inglês nos EUA(e ainda ser pago para isto!)

20 de abril de 2012 | Postado por Marina em EUA

Aperfeiçoar ou aprender um novo idioma no exterior pode ser um investimento alto, mas e se você combinar com um trabalho? Ah, aí as coisas mudam!

Algumas vantagens de trabalhar temporariamente nos EUA:

Adquirir experiência internacional a um custo econômico;

Conhecer e vivenciar a cultura americana, da forma que um turista não conheceria;

Tornar o seu currículo mais competitivo;

Trabalhar no exterior em posição básica demonstra flexibilidade.

Continuar lendo

Conheça 10 lugares do mundo que podem sumir do mapa!

27 de março de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá Viajantes! Tudo bem?!

Sabe aquele livro “100 lugares para conhecer antes de morrer?”  Esta lista é ainda mais impactante! Este 10 lugares podem efetivamente deixar de existir e, pasmem, tem 2 lugares no Brasil!

Esta Lista foi feita a partir de um relatório da ONU e apresenta uma dezena de destinos turísticos que podem sumir nos próximos 100 anos

1 – ILHAS MALDIVAS: localizado no Oceano Índico, a sudoeste da Índia, o arquipélago com mais de mil ilhas de areias brancas e águas cristalinas sofre com o aumento do nível do mar, o que pode levar ao seu total desaparecimento em 100 anos. No país já foi até criado uma espécie de poupança nacional para financiar o êxodo da população local.

2 – TEMPLO PHAJODING: construído sob as montanhas no Butão a 3650 metros de altura, este centenário templo que serve de refúgio para monges sofre com o crescimento desproporcional do turismo no país. Com isso, as estruturas do local estão ficando comprometidas.

3 – MONTE AL-MAKMAL: ao norte do Líbano, encontra-se a última reserva de floresta de cedro, árvore considerada símbolo do país. No local, a cerca de 380 exemplares, destes, pelo menos 12 com mais de mil anos.Outro fator que pode causar o desaparecimento destas árvores milenares é a aridez do lugar.

4 – TUVALU: Este pequeno arquipélago com 9 ilhas situado isolado no Pacífico pode desaparecer devido ao mesmo problema das Ilhas Maldivas; as águas no oceano, em constante aumento estão engolindo as belas praias da região.

5 – KILIMANJARO: Um dos locais mais afetados pela degradação ambiental. A montanha que fica na Tanzânia é a maior da África com mais de 6 mil metros, ficou conhecida ao longo dos anos por ter uma neve “eterna” no seu topo, mas, o aquecimento global “derreteu” este legado. Segundo cientistas e especialistas em impacto ambiental, acredita-se que em dez anos a montanha já não tenha mais gelo algum. Continuar lendo

Viajar é caro? Nem sempre! TOP 13 programas FREE para você fazer enquanto estiver viajando:

18 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

1. Visitar museus

Londres, mesmo sendo considerada uma das cidades mais caras do mundo,tem uma grande vantagem:  a  maioria dos museus é gratuita sempre. Em outras capitais, alguns dias também são gratuitos: O Louvre em Paris é FREE no primeiro Domingo de cada mês. Já o MoMa de NY e gratuito nas sextas-feiras entre 16 e 20h.

2. Fazer walking tours

Em NY, o Big Apple Greeters, tem tours andando gratuitos enquanto  Sandeman’s New Europe Tours oferece FREE tours em Amstersdam, Berlim, Londres, Paris, Madrid entre outras!  Vai para a Austrália? Em Sydney, o I’m Free opera um tour similar.

3. Comer

Uma tradição nos pubs irlandeses é ter comida gratuita nas sextas-feiras a tarde. Pode ser pizza, sanduiches etc…. Em Milão e, em várias cidades italianas  comprando bebida você tem muitos aperitivos grátis também. Está em New York? segue aqui uma lista de 10 bares que serves comida de graça!  – ten bars that serve free food

4. Assistir à shows de música ao vivo

Se você está em Edimburgo (Escócia) o ‘Whistlebinkies’ em South Bridge tem música gratuita quase todas as noites. Isto também acontece no Red Lion  na Bleecker Street em Greenwich Village em NY. Em Londres, no bar ‘Ain’t Nothin’ But The Blues’  na  Kingly St no Soho e em Paris, no ‘Le Pompon’ na Rue des Petites Ecuries. Se estiver em Melbourne na Austrália, vá ao The Esplanade no bairro St Kilda. Já se estiver em Vancouver, o Railway Club na Dunsmuir Street  também tem música ao vivo for free!

5. Visitar os cartões postais da cidade!

Em Berlim o Brandenburg Gate, em San Francisco, a Golden Gate Bridge, em Sydney, a Opera House, em Istambul, a Mesquita Azul, em Paris, a Torre Eiffel! Já parou para pensar que para tirar AQUELA FOTO e ver AO VIVO o que você sempre viu em cartão postal é normalmente de graça!?

6. Faça novos amigos

Viajar sozinho ou com pessoas abertas a fazer novas amizades pode ser um dos highlights de uma viagem! Em cada canto do mundo sempre haverá  potenciais novos amigos ou companheiros de viagem que podem vir a ter uma super afinidade com você! Give new friends a change!

7. Ficar em forma

Economizar em transporte público, conhecer mais a fundo cada lugar  e perder calorias para poder comer sem culpa mais tarde! Estas são três grandes vantagens de percorrer cidades à pé.

8. Visitar templos ou Igrejas

Normalmente gratuitos ou custando apenas uma pequena contribuição, muitas cidades têm na sua fé a explicação para muito da sua cultura! Não deixe de conhecer templos na Ásia ou Igrejas na Europa – São passeios baratos e quase sempre fascinantes mesmo que você não seja lá tão religioso.

9. Observar as pessoas na rua

Muita gente fala que parisiense é chato, mas tá aí uma coisa que eles respeitam muito: Você sentar em um café super badalado, pedir apenas um espresso e ler todo o seu jornal alí enquanto aproveita para observar a movimentação da linda Paris sem ser incomodado. Em várias praças e avenidas na Itália, isto também pode ser um ótimo programa enquanto você saboreia um típico gelatto. Quer uma sugestão? experimente a Piazza della Signoria em Florença. Está nos EUA? A Venice Beach em Los Angeles também pode ser este lugar de contemplação de gente!

10. Rir muito sem gastar um centavo

Na moda das comédias Stand Ups, várias cidades oferecem programações gratuitas neste sentido. Em Londres, uma das comédias gratuitas mais populares é o ‘Geek Night’  que acontece no primeiro domingo do mês na  Soho’s comedy club. Em Chicago, o Comedy Sportz Theatre também tem comédia grátis.

11 Explorar os mercados públicos

Mercat de la Boqueira em Barcelona, Monasteraki Fish Market  em Atenas, Souks (mercados) em países árabes….Com certeza, toda cidade terá um mercado típico esperando por você!

12. Passar um tempo só observando o mar

Eu amo sol e praia! E, em muitas cidades do mundo, passar um tempo em suas praias é um must do!  Sydney, Vancouver, Cape Town são só alguns exemplos! Até Paris faz praia artificial no verão!

13 Relaxar no parque

Se a cidade não tiver praia não tem problema, o parque pode cumprir este papel! Central Park em NY, High Park em Toronto, Englischer Garten em Munique…Neste ultimo tem até surfista no rio!

E aí? Gostaram as dicas para viajar bem e batato?

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Top 10 dicas para evitar “dores de cabeça” e muitas horas no aeroporto quando o assunto é viagem:

02 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Viajar é tudo de bom né?  Mas,  ninguém gosta de estresses ou de ficar horas e horas  a fio no aeroporto não é?!

Sendo assim,  nesta época de férias em que muita gente viaja, a pergunta que não quer calar é: Será que existem algumas dicas para evitar dores de cabeça quando o assunto é VIAGEM?

– Claro que sim, segue aqui os TOP 10:

1)  Vôos diretos: Esta é normalmente a melhor opção, mesmo que haja uma diferença de preço, muitas vezes compensa você pagar um pouco mais ao invés de passar horas e horas em um aeroporto esperando seu próximo vôo.  Muitas pessoas não fazem a conta de que precisarão gastar com alimentação no aeroporto e, além do mais, esquecem que chegarão muito mais cansados aos destino final,  afetando, assim, o aproveitamento do seu primeiro dia de viagem! 

2)  Priorize vôos mais cedo: Estes costumam ter menos atraso do que os vôos ao longo do dia que podem ser mais facilmente afetados por atrasos de outros vôos;

3)  Busque os cartões de fidelidade e as salas VIP dos aeroportos: Se você viaja com frequência, vale a pena  se informar urgentemente sobre as vantagens de ser um viajante freqüente naquela Cia aérea de sua preferência. Ter prioridade do check in e poder usufruir de milhas aéreas são as principais vantagens disto. O cartão de crédito Diners, por exemplo, tem uma salinha vip bem legal no aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Fiz um cartão Diners para mim só para ter acesso à ela já que vou sempre a São Paulo.

4)  Não viaje sem uma boa Assistência Médica Internacional: Não adianta vir com aquele papo de que você tem uma saúde perfeita e que nunca adoece. Acidentes e emergências podem acontecer a qualquer um e você precisa estar munido de um bom seguro com cobertura médico hospitalar de mais de USD 50.000 no mínimo e, preferencialmente acima de USD 100.000. Vale citar também que muitos países europeus são signatários de um tratado chamado tratado de Schengen que determina que estrangeiros precisam ter uma cobertura médico hospitalar igual ou superior a EUR 30.000 e, viajantes sem esta cobertura podem, até mesmo ser impedidos de entrar no país pela imigração responsável.

5)  FlightBoard: Antes de ir para o aeroporto, telefone e certifique-se de que o vôo está no horário. Uma boa ferramenta para quem tem I-phone é o aplicativo FlightBoard, com atualizações a cada 5 minutos de vôos em mais de 4.000 aeroportos no mundo.

6)  On –line check- in always! Sempre que possível, faça o check in on-line! A maioria das cia aéreas permite que você faça o check com 24h de antecedência. Assim, você evita, na maioria das vezes, as piores filas e, entra na fila apenas para despachar a mala (que costuma ser sempre uma fila menor)

7)   Pack right & light: Cuidado para os excessos de bagagem! Não tem necessidade de levar tanta roupa assim! Atente para o limite de cada vôo  e, principalmente dos vôos  internos (domésticos) que costumam ter um limite menor. E, não esqueça, nada de líquidos acima de 100 ml na mala de mão em caso de vôos internacionais! Estes, precisam ser despachados.

8)  “Fominha de leve”: Leve um sanduíche ou um lanchinho: Tudo em aeroporto é impressionantemente caro! Economize neste item e assim sobrará mais dinheiro para você trazer em souvenirs!

9)  What is your gate number? Fique atento para qualquer alteração no número do seu portão de embarque! Muitas vezes  acontecem mudanças em cima da hora e, em aeroportos grandes, isto pode representar 20 minutos de distância de um portão para o outro.

10) Comprinhas: Faça uma listinha do que você pretende comprar em sua viagem internacional. Assim, você evita trazer coisas desnecessárias e foca exatamente no que está precisando ou que, por ventura tenha um custo x benefício melhor do que no Brasil. A mesma regra se aplica para as lembrancinhas para parentes e amigos, é chato esquecer de alguém que você faz questão de presentear! Falando nisso, chocolates suíços são boas opções pois você pode comprar no free-shop do aeroporto, não é muito caro e todo mundo gosta!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Reveillon pelo mundo! As curiosidades e imagens marcantes de diferentes culturas:

28 de dezembro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Embora cada povo aguarde a chegada do ano novo com ritos e superstições próprias, é comum a todas as pessoas, valorizar um desejo de renovação. Entre as tradições mais difundidas, há o costume de soltar fogos de artifício e fazer barulho ou tocar música à meia-noite. 

Sydney, na Austrália é um dos primeiros lugares a comemorar o Ano Novo e, seus fogos na Opera House costumam ser incríveis e emocionantes!

Se comunidades antigas jogavam fora roupas e objetos visando eliminar o que estava “envelhecido”, ou banhavam-se no rio ou mar para acolher o novo tempo, hoje há rituais curiosos como o de subir em cadeiras na Dinamarca, limpar a casa para espantar maus espíritos entre os chineses ou usar rolhas de champanhe com moedas como amuleto na Inglaterra. Na Irlanda costuma-se oferecer um pote de arroz doce aos gnomos, enquanto na Turquia pedras de sal grosso são guardadas em sacos com turquesas para proteger as pessoas.

Nos Estados Unidos, o mais famoso Réveillon ocorre em Nova York, na Time Square, onde o povo se encontra para dançar, correr e gritar, enquanto na contagem regressiva, uma grande maçã vai descendo no meio da praça e explode exatamente à meia-noite, jogando balas e bombons para todos.

E a festa é uma das mais valorizadas em Portugal e Espanha. No primeiro, uma das tradições é sair às janelas de casas batendo panelas para festejar a chegada do ano. Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, come-se uma mistura feita com as sobras das ceias, chamada “Roupa Velha”, em que o ingrediente principal é o bacalhau cozido. Mais festeira é a tradição espanhola: são dez dias, entre 28 de dezembro, dia dos Santos Inocentes, até 5 de janeiro, da chegada dos Reis Magos, em que as cidades são tomadas por cavalgadas de reis, além das famílias cozinharem a rosca de reis, uma espécie de bolo doce, com figuras e brinquedos para as crianças.  A passagem do ano em Madrid é também um evento de grandes proporções, em que os cidadãos vão à Puerta Del Sol ouvir as badaladas do relógio e fazer pedidos para o novo ciclo.

Diferentes datas marcam comemorações no mundo oriental e árabe. O Novo Ano Chinês é comemorado entre 15 de janeiro e fevereiro de acordo com a primeira lua nova depois do início do inverno. Os mulçumanos têm seu próprio calendário que se chama “Hégira”, iniciado no ano 632 d.C. do nosso calendário, e a passagem do ano novo ocorre em 6 de junho, quando o mensageiro Mohammad fez a sua peregrinação de despedida à Meca. Já o ano novo judaico, chamado “Rosh Hashanah”, é uma festa móvel no mês de Setembro, regada a receitas tradicionais como o “Chalah”, uma espécie de pão, e muito peixe, porque este nada sempre para frente.

E você?! tem alguma história curiosa de um Reveillon que você tenha passado no exterior?!

Ou, será que você tem um desejo especial de passar o ano novo em algum lugar do mundo? Qual? Bem, eu acho que gostaria de passar na China…

Clique aqui e veja vídeo que mostra as celebrações de reveillon ao redor do mundo!

Bjs e Happy New Year!

Marina

Fonte texto: Heloisa Ribeiro  “Como funciona o réveillon”

Página 3 de 812345...Última »