Warning: ob_start(): non-static method wpGoogleAnalytics::get_links() should not be called statically in /home/intercam/public_html/wp-content/plugins/wp-google-analytics/wp-google-analytics.php on line 259
Heart Attack Grill | Blog do intercambio - Intercâmbio de A a Z por Marina Motta

Posts com a tag heart attack grill

Intercâmbio nos EUA engorda? Top 3 dicas de como manter-se na linha!

30 de março de 2012 | Postado por Marina em EUA

Olá viajantes!

Tudo bem?!

Quem aqui conhece alguem de fez intercâmbio nos EUA e voltou com quilos a mais para o Brasil?

Os hábitos alimentares dos EUA não são, definitivamente, motivo de orgulho nacional. Me parece que existe uma cultura de combos onde você é sempre estimulado a consumir mais e mais comida! É aquela coisa: compra-se um sanduiche e pagando ridículos 0,5 centavo a mais ganha-se batatas fritas, refrigerante large e um sorvete com cobertura de manteiga de amendoim! Como resistir a tamanha promoção?!

Enquanto as redes de fast food no Brasil se esforçam na criação de pratos mais saudáveis para manter a clientela, muitas lanchonetes nos Estados Unidos, ainda fazem de tudo para manter sua comida o mais insalubre possível.

O lema de uma delas localizado em Dallas, o Heart Attack Grill (Grill do infarto, em livre tradução) tem como lema: “o sabor pelo qual vale a pena morrer” e o carro chefe é um hambúrguer com 1 kg de carne e 8 mil calorias.Pode?!

O cliente que consegue consumir um Quadruple Bypass Burger inteiro é levado para o carro numa cadeira de rodas. Aqueles que tiverem mais de  160 quilos comem de graça.A dieta do Heart Attack Grill prega o ganho de peso constante até atingir a meta de 160 quilos para poder comer de graça.

Como esta é uma insegurança frequente (principalmente das meninas), aproveitei para conversar com a nutricionista Gabriela  Motta  e pegar  TOP 3 dicas para  quem pensa em fazer um intercâmbio nos EUA e não quer engordar:

1) Cuidado com a alimentação! Por economia de tempo e dinheiro quem vai morar sozinho acaba pecando por ir fast-foods em demasia. Mesmo que dê mais trabalho e custe mais caro, não abra mão de frutas e verduras. Outra dica é:  aumente o consumo de proteínas e reduza o de carboidratos, pricipalmente a noite!

2)  Tente se auto-conhecer! Fome é fome e gula é gula. Apesar de este ser o melhor de todos os pecados capitais não vale a pena… tente identificar o que é fome e o que saudade, ansiedade ou qualquer outro estado emocional natural de um intercâmbio.

3) Pratique exercícioS físicos! Este é um componente essencial do gasto calórico e do bem estar…Considere fazer pelo menos uma caminhada mesmo que as condições climaticas clamem para você hibernar ou dormir mais que a cama!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.