Posts com a tag imigração

Tudo que você precisa saber antes de fazer Intercâmbio ou processo de imigração legal na província de Quebec, Canadá

11 de abril de 2013 | Postado por Marina em Canada

O que é preciso pra conseguir visto de estudante?

Você procura uma escola (de línguas, de formação em algo específico, tipo música ou design ou moda…) ou uma universidade e se candidata a uma vaga. Cada escola pede uma documentação diferente, mas a maioria vai pedir, no mínimo, comprovação de estudo (diplomas), histórico escolar, identidade, tudo traduzido pro inglês ou pro francês. Essa documentação você
manda pra escola, e, se ela te aceitar, vai te mandar uma carta-convite pra estudar lá. Se for na província do Quebec ,precisa mandar uma cópia da carta para o governo do Quebec, pra poder receber o CAQ (Certificat d’Acceptation du Québec), que é um documento que é a sua permissão pra estudar no Quebec.

Ok,  Quebec já te aceitou, agora falta o Canadá. Aí, com a documentação que você recebeu da escola, da província e mais alguns formulários (tem tudo no site do CSC-VAC), você entra com o seu pedido de visto de estudante canadense. Tudo é feito pelo
correio, não tem entrevista (se tiver, é por telefone). Tudo isso demora de 3 a 6 meses.

Trabalho:

Tem dois tipos de visto de trabalho, um que você já precisa ter uma oferta de emprego do país e outro que você pede um open work visa, que é pra ir para  o país com a permissão pra trabalhar. Esse último demora mais pra sair. Outra forma é aplicar pra
imigração permanente, que é um processo que leva uns 2 anos, tem muitas entrevistas, exige um bom nível de francês. Você chega sem emprego, mas o governo dá aulas de francês, cursos de como fazer um currículo, como enriquecer o currículo e como encontrar um emprego.

O governo exige que o estudante entre com alguma quantia fixa de dólar canadense?

O estudante universitário estrangeiro paga mais caro que o estudante canadense. Nisso já tão inclusas as taxas de educação, que não são baratas, mas são mais baratas que nos Estados Unidos. As universidades (Concordia e McGill são anglófonas; UQAM é francófona) possuem programas de bolsa, e até algumas escolas também, mas para estudantes de até 25 anos. Cada universidade/escola tem sua dinâmica de pagamento: a cada semestre paga pra estudar ou paga tudo de uma vez ou vai nas mensalidades. Também acontecem empréstimos estudantis, que é o que a maioria dos canadenses faz. As escolas também são
abertas a organizar esse pagamento com o aluno. Continuar lendo

IMIGRAÇÃO SEM ESTRESSE! TOP 10 DICAS PARA SE DAR BEM EM SUA PRÓXIMA VIAGEM INTERNACIONAL!

05 de julho de 2011 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Entra ano, sai ano. Viagens têm início e fim e,  este papo de “medo de passar na imigração” ou de “não ter o visto concedido” (ainda no Brasil) é sempre pauta entre viajantes.

Mas, afinal, como garantir um final (digo, um início de viagem) Feliz quando o assunto é IMIGRAÇÃO??!

 Abaixo seguem as TOP 10 dicas para você se dar bem em sua próxima viagem Internacional:

1)      ENTENDA QUE O OBJETIVO DA IMIGRAÇÃO NÃO É TRAUMATIZAR NENHUM VIAJANTE e, sim,  ENTENDER SUAS INTENÇÕES NO PAÍS!

2)      MANTENHA CALMA,  responda apenas ao que for perguntado e esteja munido de todos os papéis necessários. QUAIS? Vamos falar sobre eles agora:

3)      Tenha em mãos passaporte válido com mínimo de validade de seis meses da data da viagem e, se possível, passaporte anterior se tiver entradas em outros países.

4)    QUAL O SEU OBJETIVO NESTA VIAGEM? Estudar? Então deve ter em mãos o comprovante de matrícula da escola. TRABALHAR? Então, apresente a oferta de emprego da empresa. PASSEAR? Nesse caso, mostre suas reservas de hotéis e/ou passeios.

5)     ONDE FICARÁ ACOMODADO DURANTE A VIAGEM?! Seja em CASA DE FAMÍLIA, RESIDÊNCIA ESTUDANTIL, ALBERGUE ou HOTEL, você precisa mostrar o COMPROVANTE DE RESERVA DESTA ESTADIA. Caso esteja ficando na CASA DE AMIGOS então se preocupe em pedir que eles confeccionem uma CARTA CONVITE e certifique-se de que estão legais no País.

6)      RENDA: VOCÊ PRECISA COMPROVAR QUE TEM COMO MANTER-SE NO PAÍS! Tenha consigo DINHEIRO EM CASH (Cerca de USD 800 ou EUR 700 no mínimo) + um cartão de crédito e/ou de débito internacional.  

7)      NÃO DEIXE DE ADQUIRIR UMA ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNACIONAL! E, FIQUE ATENTO PARA COBERTURA! Mínimo USD 50.000 ou EUR 30.000.

8)      Antes de viajar, entre em contato com o Consulado ou a Embaixada do País (ou dos Países de destino) para saber da necessidade de Visto e/ou de Vacinas. Ex: O visto de alguns países como EUA ou Canadá pode levar cerca de um ou dois meses para conseguir agendar uma entrevista ou ter o processo todo analisado (principalmente perto da época de férias) Já a Austrália e a África do Sul exigem vacina contra Febre Amarela e esta deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem. DICA: Antecipe-se e evite estresses e custos de remarcações de última hora!

9)      VÍNCULO NO BRASIL: Quanto mais puder comprovar vínculo com seu país de origem melhor! Trabalha?! Então pegue uma declaração de férias do trabalho. ESTUDA?! Então não deixe de providenciar um comprovante de vínculo com a Escola ou Faculdade. Tem uma Empresa em seu nome?! Ótimo, leve consigo! Está deixando esposo (a) e/ou filho(s) no Brasil, bom, tenha estas informações em mãos também.

10)   Sim, o Consulado, a Embaixada ou a Imigração de um País são SOBERANOS. Ou seja, eles tem sim poder para proibir a entrada de um estrangeiro em seu território então, busque seguir as dicas acima para tentar reduzir este risco de ter este tipo de inconveniente. Garantir 100% ninguém pode, mas seguindo estes passos, suas chances de se dar bem, aumentam e muito!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.