Posts com a tag intercambio de A a Z

La vita è bella – Intercâmbio na Itália: Da Vinci, as cidades e os cursos!

28 de fevereiro de 2012 | Postado por Marina em Intercâmbio Adultos e Profissionais

Olá viajantes! tudo bem?

Os monumentos culturais italianos te fascinam? Você tem interesse por cursos de moda, desenho, pintura ou gastronomia e degustação de vinhos?

A Itália pode ser um excelente local para você fazer um curso de férias sem limite de idade que combine a língua italiana com aulas em várias áreas. Quer uma sugestão?

Já ouviu falar naquele livro Comer, Rezar e Amar? A autora, Elizabeth Gilbert, uma americana de 40 e poucos anos, recém separada, resolveu juntar suas economias e passar um ano sabático viajando pelo mundo. Começou pela Itália, onde passou três meses estudando italiano em uma escola de idiomas em Roma, depois seguiu para Índia em busca de um retiro espiritual e, por fim, para Bali(Indonésia) onde conheceu um novo amor (por sinal, um brasileiro) e voltou para NY onde escreveu este livro que virou best seller!

Sabe qual foi o nome da escola que a Elizabeth Gilbert estudou? Chama-se Leonardo da Vinci! Continuar lendo

Intercâmbio de A a Z eleito o melhor Blog de Intercâmbio do Mundo!

24 de fevereiro de 2012 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá viajantes!

Tudo bem?!

É com muita alegria que compartilho com vocês uma notícia mais do que especial: o blog Intercâmbio de A a Z acaba de ganhar, por votação popular, o título de MELHOR BLOG DE INTERCÂMBIO DO MUNDO de acordo com o site especializado Lexiophiles.

A lista dos 100 blogs de Intercâmbio finalistas  com o nosso querido INTERCÂMBIO DE A A Z na primeira posição pode ser conferido aqui:

Gente, muito muito obrigada M-E-S-M-O por todos e cada voto de vocês! Essa contribuição representa muito para mim!

Confesso que na rotina louca de trabalho, tanto o livro quanto o blog Intercâmbio de A a Z são projetos muitos pessoais os quais coloco muito carinho e dedicação porque lidam de uma forma leve e informal do assunto que mais me interesse nessa vida que é VIVÊNCIA INTERNACIONAL!

À Lexiophiles parabéns pela iniciativa do concurso! O que achei mais legal foi a premiação: Um voucher de doação em nome do blog para ajudar crianças em países pobres na África, Ásia e Oriente Médio! Show né? É incrível isso de podermos ser parte integrante de um mundo único, ou, como dizia John Lennon, A WORLD AS ONE! 

Para conhecer mais sobre este lindo trabalho acessem o site da ONG, o  SOS-childrensvillages  e conheçam mais uma forma de tornar-se um verdadeiro CIDADÃO DO MUNDO!

OBRIGADA! THANKS! MERCI! GRACIAS! DANKE SCHON! 🙂

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Espanha: Entre tapas, cochinillos e Michel Teló….

23 de fevereiro de 2012 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Olá Viajantes! Tudo bem?!

Bom, como coloquei no Twitter (@marinamotta_az) Michel Teló está mais do que bombado na Espanha! Impressionante!!! Só ouvi Adele e Michel Teló na rádio EuropaFM, nesta 1 semana que percorri de carro as cidades de Madrid, Sevila, Córdoba, Granada, Marbella e Málaga! Na TV ele também sempre aparece! Olha este programa que ele participou

Ah! Falando em TV, fiquei meio fan do GRANDE HERMANO na Espanha!  lá o BIG BROTHER é bem popular também! Já estava acompanhando as tramas muito similares as do nosso BBB! Quer dar uma espiadinha?! Então clica aqui!

Outra coisa que achei achei interessante foi que na Espanha, em todos os restaurantes típicos o que bomba  mesmo são as TAPAS! parece mentira mas nunca tinha efetivamente parado para pensar em tudo o que pode vir a ser uma TAPA. Antes desta viagem, achava que eram sempre com pão ou torrada como base e com recheios diferentes, no entanto, conversando com uma garçonete brasileira em Sevilha entendi que TAPA era a denominação que usa-se para aperitivo ou tira-gosto no Brasil. Ou seja, tudo pode ser uma TAPA. Carne de rabo de toro com batata, torrada com queijo de cabra e presunto ibérico ou ainda, o que o restaurante quiser e inventar….A Tapa é portanto apenas uma porção individual de alguma coisa. Uma porção maior é chamada de ração! Continuar lendo

Espanha e a pergunta que nao quer calar: Barcelona ou Madrid?

15 de fevereiro de 2012 | Postado por Marina em Espanha

Olá viajantes!

Tudo bem?

Neste post vou comentar alguns pontos destas duas incriveis cidades que me encantam cada vez mais! A pergunta que nao quer calar de hoje é: Barcelona ou Madrid? eis a questao!

Bem, quanto a isso, vejo um pouco como comparar Sao Paulo a Rio de Janeiro. Sáo as cidades mais famosas do Brasil e ambas possuem suas qualidades e defeitos. Os cariocas sempre defenderao suas praias e seu estilo de vida e os paulistas, por sua vez, vao falar da sua vida noturna, gastronomica e cosmopolita! Sim é uma escolha bem dificil mesmo. Sao Paulo para mim è mais familar pois toda a minha familia paterna é de là. Jà o Rio, descobri um pouco mais madura mas também amo pois tem praia como Recife.

Com relacao a Espanha, acho que se voce puder conhecer uma cidade apenas, que seja Barcelona mesmo, porque tem muita personalidade, charme e design. Mas, desta ultima vez que estive por aqui confesso que Madrid nao ficou muito atras! Achei a cidade bem limpa, segura, organizada e os madrilenos super simpaticos e solicitos. Achei os precos tambem bem competitivos, mesmo em restaurantes mais badalados. Creio que como é uma cidade menos turistica que Barcelona tem um custo x beneficio mais interessante. As avenidas largas e amplas me lembraram Paris. Nunca tinha feito este link antes mas desta vez achei algumas ruas bem similares e, definitivamente os madrileños sao infinitamente mais simpaticos que os parisienses, isso com certeza. Em contra partida a comida espanhola nao me agrada tanto quanto a francesa mas e isso mesmo, ups and downs de cada cultura.

Barcelona pode ter coisas incriveis de arquitetura de Gaudi e muita coisa de Picasso (principalmente sua fase rosa e azul) mas, Madrid, também tem os museus mais famosos da Espanha que sao: O Prado, (com classicos de Velasquez e outros artistas neoclassicos), o Museu da Reina Sofia(com obras mais modernas como o quadro Guernica que Picasso pintou a sua versao da guerra civil espanhola), alem da maior colecao privada (e aberta ao publico) do mundo, o museu Thyssen-Bornemisza. Claro que nao perdi nenhum deles nesta minha visita por aqui! Continuar lendo

Que viagem! Empresa americana já faz safáris no fundo do mar!

31 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

 No futuro, será difícil encontrar lugares desertos – até o cume do monte Everest será ponto de encontro para milhares de pessoas. Só haverá sossego em localidades ainda mais inóspitas, entre elas, o fundo do mar!

A empresa americana Deep Sea Voyages  já oferece, por 37 000 dólares, expedições para navios naufragados, como o Titanic (a 3 775 metros de profundidade, no norte do Atlântico) e o Bismarck (principal navio alemão da Segunda Guerra Mundial, hoje a 4 550 metros da superfície, ao oeste da França).

No futuro, será possível ir para lugares ainda mais arriscados, como as Fossas Marianas, no Oceano Pacífico, a região mais profunda do planeta, a 11 quilômetros abaixo do nível do mar.“Cerca de 95% dos oceanos são desconhecidos, o que os torna um mercado promissor para o turismo”, afirma Scott Fitzsimmons, presidente da Deep Sea Voyages.

Que viagem eih?! E quando você achar que conhece tudo! Eis que ainda falta MUITO! Viajar é possível, viajar é preciso!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Viajar é caro? Nem sempre! TOP 13 programas FREE para você fazer enquanto estiver viajando:

18 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

1. Visitar museus

Londres, mesmo sendo considerada uma das cidades mais caras do mundo,tem uma grande vantagem:  a  maioria dos museus é gratuita sempre. Em outras capitais, alguns dias também são gratuitos: O Louvre em Paris é FREE no primeiro Domingo de cada mês. Já o MoMa de NY e gratuito nas sextas-feiras entre 16 e 20h.

2. Fazer walking tours

Em NY, o Big Apple Greeters, tem tours andando gratuitos enquanto  Sandeman’s New Europe Tours oferece FREE tours em Amstersdam, Berlim, Londres, Paris, Madrid entre outras!  Vai para a Austrália? Em Sydney, o I’m Free opera um tour similar.

3. Comer

Uma tradição nos pubs irlandeses é ter comida gratuita nas sextas-feiras a tarde. Pode ser pizza, sanduiches etc…. Em Milão e, em várias cidades italianas  comprando bebida você tem muitos aperitivos grátis também. Está em New York? segue aqui uma lista de 10 bares que serves comida de graça!  – ten bars that serve free food

4. Assistir à shows de música ao vivo

Se você está em Edimburgo (Escócia) o ‘Whistlebinkies’ em South Bridge tem música gratuita quase todas as noites. Isto também acontece no Red Lion  na Bleecker Street em Greenwich Village em NY. Em Londres, no bar ‘Ain’t Nothin’ But The Blues’  na  Kingly St no Soho e em Paris, no ‘Le Pompon’ na Rue des Petites Ecuries. Se estiver em Melbourne na Austrália, vá ao The Esplanade no bairro St Kilda. Já se estiver em Vancouver, o Railway Club na Dunsmuir Street  também tem música ao vivo for free!

5. Visitar os cartões postais da cidade!

Em Berlim o Brandenburg Gate, em San Francisco, a Golden Gate Bridge, em Sydney, a Opera House, em Istambul, a Mesquita Azul, em Paris, a Torre Eiffel! Já parou para pensar que para tirar AQUELA FOTO e ver AO VIVO o que você sempre viu em cartão postal é normalmente de graça!?

6. Faça novos amigos

Viajar sozinho ou com pessoas abertas a fazer novas amizades pode ser um dos highlights de uma viagem! Em cada canto do mundo sempre haverá  potenciais novos amigos ou companheiros de viagem que podem vir a ter uma super afinidade com você! Give new friends a change!

7. Ficar em forma

Economizar em transporte público, conhecer mais a fundo cada lugar  e perder calorias para poder comer sem culpa mais tarde! Estas são três grandes vantagens de percorrer cidades à pé.

8. Visitar templos ou Igrejas

Normalmente gratuitos ou custando apenas uma pequena contribuição, muitas cidades têm na sua fé a explicação para muito da sua cultura! Não deixe de conhecer templos na Ásia ou Igrejas na Europa – São passeios baratos e quase sempre fascinantes mesmo que você não seja lá tão religioso.

9. Observar as pessoas na rua

Muita gente fala que parisiense é chato, mas tá aí uma coisa que eles respeitam muito: Você sentar em um café super badalado, pedir apenas um espresso e ler todo o seu jornal alí enquanto aproveita para observar a movimentação da linda Paris sem ser incomodado. Em várias praças e avenidas na Itália, isto também pode ser um ótimo programa enquanto você saboreia um típico gelatto. Quer uma sugestão? experimente a Piazza della Signoria em Florença. Está nos EUA? A Venice Beach em Los Angeles também pode ser este lugar de contemplação de gente!

10. Rir muito sem gastar um centavo

Na moda das comédias Stand Ups, várias cidades oferecem programações gratuitas neste sentido. Em Londres, uma das comédias gratuitas mais populares é o ‘Geek Night’  que acontece no primeiro domingo do mês na  Soho’s comedy club. Em Chicago, o Comedy Sportz Theatre também tem comédia grátis.

11 Explorar os mercados públicos

Mercat de la Boqueira em Barcelona, Monasteraki Fish Market  em Atenas, Souks (mercados) em países árabes….Com certeza, toda cidade terá um mercado típico esperando por você!

12. Passar um tempo só observando o mar

Eu amo sol e praia! E, em muitas cidades do mundo, passar um tempo em suas praias é um must do!  Sydney, Vancouver, Cape Town são só alguns exemplos! Até Paris faz praia artificial no verão!

13 Relaxar no parque

Se a cidade não tiver praia não tem problema, o parque pode cumprir este papel! Central Park em NY, High Park em Toronto, Englischer Garten em Munique…Neste ultimo tem até surfista no rio!

E aí? Gostaram as dicas para viajar bem e batato?

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

5 razões fazer faculdade ou pós graduação em Ottawa – capital do Canadá

12 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Quando o assunto é Canadá, muito se fala de Toronto, Vancouver e de Montreal! Então, neste post vou dedicar uma atenção especial a capital do Canadá: Ottawa!  Menor e menos explorada por brasileiros, é uma opção interessantísma para intercambistas;  saiba o porquê?!

1)    Ottawa é uma cidade fácil locomoção: Quando estive lá, fiquei no centro e, de lá,dá para fazer os principais atrativos andando mesmo. Isto inclui museus,  o canal Rideau, o prédio do parlamento….

2)  Bilíngüe. Mesmo tendo o inglês e o francês como línguas oficiais no país, na maioria das cidades, as pessoas são fluentes apenas em inglês (Vancouver e Toronto são ótimos exemplos disto). Já Ottawa, por ser a capital do país e, Montreal, por ser a capital da província de Quebec conseguem trabalhar bem esta questão e, quase a totalidade da população é bilíngüe!

3)   Gastrô: Muito embora seja uma cidade de porte médio, pelo fato de ser a capital do país, assim como a nossa Brasília, Ottawa é repleta de bons restaurantes. Basta dizer que a renomada escola de culinária francesa LE CORDON BLEU tem um centro em Ottawa  Aproveitando,  seguem aqui os melhores restaurantes de 2010:

Castlegarth> 90 Burnstown Rd., White Lake 613-623-3472, castlegarth.ca

Town> 296 Elgin St., 613-695-8696, townlovesyou.ca

The Wellington Gastropub> 1325 Wellington St. W., 613-729-1315, thewellingtongastropub.com

Fraser Café> 7 Springfield Rd., 613-749-1444, frasercafe.ca

The Whalesbone Oyster House> 430 Bank St., 613-231-8569, thewhalesbone.com

Atelier> 540 Rochester St., 613-321-3537, atelierrestaurant.ca

Play Food & Wine> 1 York St., 613-667-9207, playfood.ca

Bistro St. Jacques> 51, rue St. Jacques, 819-420-0189, bistrostjacques.ca

Absinthe> 1208 Wellington St. W., 613-761-1138, absinthecafe.ca

4)    Not too small and not too big: Ottawa não é uma cidade enorme e mega populosa e também não é uma cidade pequena e sem atrativos. It´s just the size it should be para ter um transito tranqüilo, ruas limpas e ótima qualidade de vida! Além disso, tem uma localização estratégica entre as grandes Toronto e Montreal então não será difícil visitar cidades maiores sempre que quiser variar;(Ottawa fica há 2h de Montreal e a 4 horas de Toronto  seja de carro ou ônibus) Se você quiser explorar cidades dos EUA a localização também é super favorável.

5)    Ensino superior de qualidade – O ALGOQUIN  é um College com mais de 18.000 estudantes localizado no centro de Ottawa onde é possível  estudantes internacionais fazerem graduação ou pós graduação  nas mais diversas áreas (negócios, tecnologia da informação, design gráfico, engenharia etc) com anuidades a partir de CAD 11.500. Se incluirmos gastos de acomodação, alimentação e transporte, 1 ano estudando por lá vai ficar por volta de CAD 23.000 ( Bastante competitivo se comparado a universidade nos EUA ou Inglaterra por exemplo) Quem representa a ALGOQUIN no Brasil é o STB

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

TOP 10 coisas que você precisa saber sobre o Canadá:

04 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Canada

Inicio de ano…. Que tal mais  um post sobre o Canadá?! (O destino mais procurado por quem  busca aperfeiçoar o inglês ou o  francês com um bom custo x benefício).

Como já falei aqui no blog, passei 6 meses no Canadá no ano 2000 (nossa! Como o tempo voa: Já faz quase 12 anos…..) fazendo um curso de inglês para negócios sendo 3 meses em Vancouver e 3 meses em Toronto.

Sim!!! Eu também amo o Canadá! ( Para falar a verdade, ainda não conheci nenhum estudante que não tivesse gostado!!) Tudo lá funciona bem! A segurança, o transporte, as pessoas.. TUDO! O único “probleminha” é  mesmo o frio! Porém, com um bom casaco dá para se adaptar bem  por lá e assim passar uma temporada estudando ou até mesmo trabalhando….

As principais cidades são: Toronto, Vancouver, Montreal ou, até mesmo a capital Ottawa! Em breve, farei entrevistas com alunos que voltaram de lá mas, por agora, listo aqui os TOP 10 coisas  curiosas sobre o Canadá  para vocês que têm interesse em fazer um Intercâmbio por lá:

 

1)    Mais de 70% do país é  desabitado devido a vasta extensões de terra selvagens geladas no norte.A maioria dos 30 milhões de habitantes vive próximo da fronteira com os EUA

2)   O Canadá tem um território imenso, sendo o segundo maior país do mundo.

3)  Os esquimós recebem o nome de inuit.

4)  O Canadá possui 6 fusos horários, com uma diferença de 4:30 de uma costa à outra

5)  A moeda oficial do país é o dólar canadense

6)  As instalações elétricas são de 110 volts. Os aparelhos elétricos têm tomadas com dois ou três pinos, que servem na maioria das tomadas de parede.

7) O Canadá exige visto de entrada para passeio, trabalho ou estudos. O visto é conseguido no consulado em São Paulo.

8)  A Air Canadá é a única companhia aérea que faz vôos direto entre Brasil e o Canadá. Vôos com conexão são oferecidos pelas companhias American Airlines, United Airlines, Continental e Delta e pelas brasileiras Varig e Tam.

9)  A Embratel possui um sistema gratuito e muito prático de ligação a cobrar para o Brasil, basta ligar para 1-800-463-6656

10) O GST – imposto sobre bens e serviços é acrescido a quase todas as mercadorias, exceto alimentos básico.É possível reivindicar os 7% (GST) ao deixar o Canadá. O importante é trazer o formulário especial que deverá ser preenchido e enviado ao Canadá.O reembolso deverá ocorrer no período de 2 meses.

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Top 10 dicas para evitar “dores de cabeça” e muitas horas no aeroporto quando o assunto é viagem:

02 de janeiro de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Viajar é tudo de bom né?  Mas,  ninguém gosta de estresses ou de ficar horas e horas  a fio no aeroporto não é?!

Sendo assim,  nesta época de férias em que muita gente viaja, a pergunta que não quer calar é: Será que existem algumas dicas para evitar dores de cabeça quando o assunto é VIAGEM?

– Claro que sim, segue aqui os TOP 10:

1)  Vôos diretos: Esta é normalmente a melhor opção, mesmo que haja uma diferença de preço, muitas vezes compensa você pagar um pouco mais ao invés de passar horas e horas em um aeroporto esperando seu próximo vôo.  Muitas pessoas não fazem a conta de que precisarão gastar com alimentação no aeroporto e, além do mais, esquecem que chegarão muito mais cansados aos destino final,  afetando, assim, o aproveitamento do seu primeiro dia de viagem! 

2)  Priorize vôos mais cedo: Estes costumam ter menos atraso do que os vôos ao longo do dia que podem ser mais facilmente afetados por atrasos de outros vôos;

3)  Busque os cartões de fidelidade e as salas VIP dos aeroportos: Se você viaja com frequência, vale a pena  se informar urgentemente sobre as vantagens de ser um viajante freqüente naquela Cia aérea de sua preferência. Ter prioridade do check in e poder usufruir de milhas aéreas são as principais vantagens disto. O cartão de crédito Diners, por exemplo, tem uma salinha vip bem legal no aeroporto de Guarulhos em São Paulo. Fiz um cartão Diners para mim só para ter acesso à ela já que vou sempre a São Paulo.

4)  Não viaje sem uma boa Assistência Médica Internacional: Não adianta vir com aquele papo de que você tem uma saúde perfeita e que nunca adoece. Acidentes e emergências podem acontecer a qualquer um e você precisa estar munido de um bom seguro com cobertura médico hospitalar de mais de USD 50.000 no mínimo e, preferencialmente acima de USD 100.000. Vale citar também que muitos países europeus são signatários de um tratado chamado tratado de Schengen que determina que estrangeiros precisam ter uma cobertura médico hospitalar igual ou superior a EUR 30.000 e, viajantes sem esta cobertura podem, até mesmo ser impedidos de entrar no país pela imigração responsável.

5)  FlightBoard: Antes de ir para o aeroporto, telefone e certifique-se de que o vôo está no horário. Uma boa ferramenta para quem tem I-phone é o aplicativo FlightBoard, com atualizações a cada 5 minutos de vôos em mais de 4.000 aeroportos no mundo.

6)  On –line check- in always! Sempre que possível, faça o check in on-line! A maioria das cia aéreas permite que você faça o check com 24h de antecedência. Assim, você evita, na maioria das vezes, as piores filas e, entra na fila apenas para despachar a mala (que costuma ser sempre uma fila menor)

7)   Pack right & light: Cuidado para os excessos de bagagem! Não tem necessidade de levar tanta roupa assim! Atente para o limite de cada vôo  e, principalmente dos vôos  internos (domésticos) que costumam ter um limite menor. E, não esqueça, nada de líquidos acima de 100 ml na mala de mão em caso de vôos internacionais! Estes, precisam ser despachados.

8)  “Fominha de leve”: Leve um sanduíche ou um lanchinho: Tudo em aeroporto é impressionantemente caro! Economize neste item e assim sobrará mais dinheiro para você trazer em souvenirs!

9)  What is your gate number? Fique atento para qualquer alteração no número do seu portão de embarque! Muitas vezes  acontecem mudanças em cima da hora e, em aeroportos grandes, isto pode representar 20 minutos de distância de um portão para o outro.

10) Comprinhas: Faça uma listinha do que você pretende comprar em sua viagem internacional. Assim, você evita trazer coisas desnecessárias e foca exatamente no que está precisando ou que, por ventura tenha um custo x benefício melhor do que no Brasil. A mesma regra se aplica para as lembrancinhas para parentes e amigos, é chato esquecer de alguém que você faz questão de presentear! Falando nisso, chocolates suíços são boas opções pois você pode comprar no free-shop do aeroporto, não é muito caro e todo mundo gosta!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Reveillon pelo mundo! As curiosidades e imagens marcantes de diferentes culturas:

28 de dezembro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Embora cada povo aguarde a chegada do ano novo com ritos e superstições próprias, é comum a todas as pessoas, valorizar um desejo de renovação. Entre as tradições mais difundidas, há o costume de soltar fogos de artifício e fazer barulho ou tocar música à meia-noite. 

Sydney, na Austrália é um dos primeiros lugares a comemorar o Ano Novo e, seus fogos na Opera House costumam ser incríveis e emocionantes!

Se comunidades antigas jogavam fora roupas e objetos visando eliminar o que estava “envelhecido”, ou banhavam-se no rio ou mar para acolher o novo tempo, hoje há rituais curiosos como o de subir em cadeiras na Dinamarca, limpar a casa para espantar maus espíritos entre os chineses ou usar rolhas de champanhe com moedas como amuleto na Inglaterra. Na Irlanda costuma-se oferecer um pote de arroz doce aos gnomos, enquanto na Turquia pedras de sal grosso são guardadas em sacos com turquesas para proteger as pessoas.

Nos Estados Unidos, o mais famoso Réveillon ocorre em Nova York, na Time Square, onde o povo se encontra para dançar, correr e gritar, enquanto na contagem regressiva, uma grande maçã vai descendo no meio da praça e explode exatamente à meia-noite, jogando balas e bombons para todos.

E a festa é uma das mais valorizadas em Portugal e Espanha. No primeiro, uma das tradições é sair às janelas de casas batendo panelas para festejar a chegada do ano. Nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, come-se uma mistura feita com as sobras das ceias, chamada “Roupa Velha”, em que o ingrediente principal é o bacalhau cozido. Mais festeira é a tradição espanhola: são dez dias, entre 28 de dezembro, dia dos Santos Inocentes, até 5 de janeiro, da chegada dos Reis Magos, em que as cidades são tomadas por cavalgadas de reis, além das famílias cozinharem a rosca de reis, uma espécie de bolo doce, com figuras e brinquedos para as crianças.  A passagem do ano em Madrid é também um evento de grandes proporções, em que os cidadãos vão à Puerta Del Sol ouvir as badaladas do relógio e fazer pedidos para o novo ciclo.

Diferentes datas marcam comemorações no mundo oriental e árabe. O Novo Ano Chinês é comemorado entre 15 de janeiro e fevereiro de acordo com a primeira lua nova depois do início do inverno. Os mulçumanos têm seu próprio calendário que se chama “Hégira”, iniciado no ano 632 d.C. do nosso calendário, e a passagem do ano novo ocorre em 6 de junho, quando o mensageiro Mohammad fez a sua peregrinação de despedida à Meca. Já o ano novo judaico, chamado “Rosh Hashanah”, é uma festa móvel no mês de Setembro, regada a receitas tradicionais como o “Chalah”, uma espécie de pão, e muito peixe, porque este nada sempre para frente.

E você?! tem alguma história curiosa de um Reveillon que você tenha passado no exterior?!

Ou, será que você tem um desejo especial de passar o ano novo em algum lugar do mundo? Qual? Bem, eu acho que gostaria de passar na China…

Clique aqui e veja vídeo que mostra as celebrações de reveillon ao redor do mundo!

Bjs e Happy New Year!

Marina

Fonte texto: Heloisa Ribeiro  “Como funciona o réveillon”

Página 20 de 28« Primeira...10...1819202122...Última »