Posts com a tag STB

Aprender #espanhol na #CostaRica? E porque não?

11 de março de 2015 | Postado por Marina em Costa Rica

O país é pequeno e acolhedor, possui praias lindas e biodiversidade riquíssima, e a língua falada é o espanhol. “Pura Vida” é o lema comum da Costa Rica. Essas já seriam boas razões para você se interessar por lá. Mas aqui vão mais alguns motivos para incluir o destino para aprender ou aperfeiçoar o idioma espanhol!

Muito famosa pela dedicação na conservação de suas belezas naturais e queridinha dos surfistas, aventureiros e amantes da natureza, a Costa Rica é um país pequeno, com apenas quatro milhões de habitantes e o maior PIB per capita da América Latina. Trata-se de um oásis de tranquilidade na América Central. Assim como a cultura brasileira, a da Costa Rica tem várias influências: brancos, mestiços, negros e indígenas. A cultura afro-caribenha está presente na música, dança e comida, misturando tradições cheias de cores e às influências modernas de uma nação em crescimento. Não se engane pelo tamanho do país: as opções de passeio são inúmeras e, além da capital, San José, nenhuma viagem à Costa Rica estaria completa sem visitar Coronado, Tamarindo, Santo Domingo de Heredia e Playa Jacó.

Coronado

A somente dez quilômetros ao norte de San José, essa charmosa cidade está localizada em uma região rural cheia de cafezais e fazendas. As montanhas são indicadas para os esportes radicais. Mas não deixe o ambiente ao redor da cidade enganá-lo, pois Coronado não é só um lugar para curtir a natureza: a cidade possui uma catedral deslumbrante de estilo gótico e vários bares, restaurantes e mercados. Mesmo estando próxima à capital, a cidade parece que ainda não foi descoberta pelos turistas!

Tamarindo | Foto: Dream Surf Camp Costa RicaTamarindo | Foto: Dream Surf Camp Costa Rica

Tamarindo

Conhecer Playa Tamarindo é muito mais do que conhecer uma coisa nova a cada dia – é desfrutar de um dos poucos paraísos naturais que ainda existem! São florestas tropicais, belas praias naturais, manguezais misteriosos… Tesouros que nos fazem entender por que a região é chamada de “Costa Dourada da Costa Rica”.

Santo Domingo de Heredia

Essa cidade, que já era importante na época pré-colombiana e que conta com edifícios do período colonial, oferece paisagens naturais que são referência nacional em ecologia e pesquisa científica e sobre a biodiversidade na região.

costarica4

Playa Jacó

Localizada no litoral do Pacífico, a Costa Rica, é famosa pela prática de surfe e pelas perigosas ondas. É uma típica cidade praiana com lojas, restaurantes e animada vida noturna. E o melhor: está a apenas uma hora e meia da capital, San José!

Como dá pra perceber, dentre as vantagens da Costa Rica estão suas curtas distâncias. Isso permite que você possa explorar todo o país mesmo fazendo um curso curto de, digamos apenas duas semanas nas suas próximas férias. E caso pergunte a opinião de quem já foi, a resposta será a mesma: o maior tesouro da Costa Rica são as próprias pessoas. Você vai se contagiar com a positividade e a mente aberta do povo. Deu bem pra entender porque a mentalidade “pura vida” dos costa-riquenos está na moda, né?

Mais informações sobre escolas, acomodações e valores de Intercâmbio na Costa Rica, fale com o STB/Recife recife@stb.com.br ou 81-2123-4522

Bjs e até a próxima viagem,

Marina.

STB promove hoje Palestra com o tema Intercâmbio e empreendedorismo como diferenciais competitivos:

24 de setembro de 2014 | Postado por Marina em Feiras e eventos de Intercâmbio

Olá viajantes!!

Tudo bom?

Passando para convidar vocês para um evento muito legal que vai acontecer hoje  aqui em Recife Às 19h no auditório da FBV

 

 

 

Salão do Estudante 2014 acontece em Setembro em 7 capitais brasileiras!

12 de agosto de 2014 | Postado por Marina em Feiras e eventos de Intercâmbio

Acontece  em Recife, no dia 18 de setembro, a 5ª edição do Salão do Estudante,  maior feira de educação internacional da América Latina. O evento, que passará  por seis cidades, reunirá instituições de ensino de cerca de 20 países,  entre eles: África do sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá,  Colômbia, Coria do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Índia,  Irlanda, Itália, Nova Zelândia, Reino Unido, Suíça e  outros.

A  feira recebeu no ano passado mais de 30 mil visitantes em sete cidades e este  ano espera receber mais de 35 mil pessoas ao todo.

Palestras  sobre visto, trabalho no exterior, bolsas de estudo, estágios entre outros temas  relacionados à estudo e carreira acontecerão durante a feira.

Mais  informações: www.salaodoestudante.com.br

Recife – 18 de setembro

JCPM Trade Center
Av. Engenheiro Antônio de Góes, 60 – Pina

Horário: 15h às 20h

Mais  informações: www.salaodoestudante.com.br

Outras cidades que terão o Salão  de Estudante em 2014 são:  

 

São  Paulo– 13 e 14 de setembro – das 14h às 19h – Hotel Tivoli Mofarrej (Alameda Santos,  1437 – Jardim Paulista)

 

Salvador – 16 de setembro – 15h à 20h – Hotel Pestana Bahia (Rua Fonte do Boi, 216 – Rio  Vermelho)

 

Recife– 18 de setembro – 15h às 20h – JCPM Trade Center (Av. Engenheiro Antônio de  Góes, 60)

 

Curitiba – 20 de setembro – 14h à 19h – Four Points by Sheraton (Av. Sete de Setembro, 4211 – Batel)

 

Rio  de Janeiro  (Copacabana) – 22 de setembro – 15h às 20h – Sofitel Rio de Janeiro (Av.  Atlântica, 4240 – Copacabana)

 

Rio  de Janeiro  (Barra) – 23 de setembro – 15h às 20h – Windsor Barra Hotel (Av. Lúcio Costa,  2630 – Barra da Tijuca)

 

Belo  Horizonte– 25 de setembro – 15h às 20h – Hotel Mercury BH Lourdes (Av. do Contorno, 7315 – Lourdes)

 

Mochilão é alternativa de intercâmbio para aventureiros

20 de junho de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Intercâmbios costumam atrair jovens de todo o mundo para conhecer culturas e novos idiomas. Dos diversos tipos de viagem, o mais comum é o tradicional, no qual o estudante fica alojado em alguma casa de família ou centro estudantil do país de destino. Entre as nações, as mais procuradas são Estados Unidos, Canadá e países da Europa. Mas, quando o jovem quer viajar com baixo custo e de uma maneira mais independente para países nem sempre convencionais, quais as alternativas? A melhor saída é investir num “mochilão”. Clique aqui para ler a matéria completa que colaborei no portal LeiaJa sobre o assunto!

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.

Quer trabalhar na Disney nas férias? Saiba mais sobre o Cultural Exchange Program (novo nome do Disney ICP)

17 de abril de 2014 | Postado por Marina em EUA

Ontem foi divulgado no site STB as datas das palestras do Disney Cultural  Exchange Program (antigo  Disney ICP). Esse ano, as palestras informativas STB  serão  em Florianópolis, Rio de Janeiro, Fortaleza, Belo Horizonte e São Paulo. Já a segunda fase do processo, onde a Disney vem para a entrevista final será  realizada apenas na cidade de São Paulo.

A Disney fez algumas mudanças nos pré- requisitos do programa:

– Estudante no último ano da faculdade poderá participar

– Quem já fez o programa em Orlando poderá apenas se candidatar para o
programa na Califórnia.

A participação em uma das palestras informativas é obrigatória.

Para participar de uma das palestras o estudante deve se cadastrar no site
STB e comparecer a palestra.

Segue abaixo as palestras confirmadas:

Palestras da Primeira  Etapa Continuar lendo

TOP 10 Amsterdam: Fungindo dos locais turísticos:

16 de abril de 2014 | Postado por Marina em Holanda

Ok, você já conheceu todos os museus e galerias de arte, assim como o Red Light e alguns coffee shops, mas a cidade dos canais e da conhecida forma liberal dos seus habitantes ainda pode ter muito a oferecer. Duvida? Vamos a alguns exemplos:

1) Explorar Herenstraat
Herenstraat é uma das minhas ruas favoritas da Jordaan District, é como uma versão holandesa menor do Soho de Londres ou de Greenwich Village em Nova York. Charmosas boutiques, lojas de design e ótimos restaurantes.

2) Conhecer o Cafe Kobalt
Se você está buscando um café/bar tradicional para se misturar com os locais, esse lugar é Cafe Kobalt. Instalada um uma casa do século 17 e bem próximo ao famoso canal Singel, é aconchegante, tem uma ótima comida e atmosfera amigável. Eles também têm dj nas sextas à noite e jazz aos domingos.

3) Passear em Nieuwmarkt
O castelo de Waag fica localizado em uma das partes mais antigas de Amsterdam, muito embora fique no meio do Red Light District. Tem uma vibe mais relax e conta com tudo, desde bares descolados a templos budistas. Também tem um mercado com comidas orgânicas aos sábados e peças antigas aos domingos. Sente-se para tomar um café ou uma cerveja e aprecie as redondezas.

4) Tomar uns bons drinks
O Vesper Cocktail Bar é outro lugar legal. Trata-se de um pequeno bar “boutique” que teve seu nome inspirado em Vesper Lynd, a única mulher que James Bond amou. Você também irá amar a especialidade da casa, que já ganhou vários prêmios.

5) Barganhar no Flea Market
Na área de Waterlooplein, diariamente você encontra mais de 300 tendas neste mercado de rua no calmo bairro judeu perto do rio Amstel. Muitos cafés e restaurantes também estão presentes na região.

6) Comer no restaurante Humphrey’s
Restaurante da moda com bom custo x benefício: esta é a melhor descrição do Humphrey’s. Por cerca de 20 euros você come um menu completo (entrada, prato principal e sobremesa). Continuar lendo

Mais mudanças no visto para estudantes internacionais no Canadá a partir de 01 de junho!

24 de março de 2014 | Postado por Marina em Canada

Olá viajantes! Tudo bom?

Pensando em fazer Intercâmbio no Canadá? Fique por dentro das mudanças já aconteceram e que ainda  vão acontecer em relação ao visto canadense:

Relembrando….
Desde fevereiro/2014, quem tirar o visto de residente temporário para o Canadá poderá visitar o país quantas vezes quiser, ou seja, com múltiplas entradas, dentro do período máximo de até cinco anos. Contudo, o oficial da imigração poderá designar uma validade do visto inferior, conforme o perfil do requerente. O limite de permanência máxima no país continua sendo de 6 meses.
A medida foi anunciada pelo governo canadense no início desta semana, com o objetivo de acelerar a economia local, e de simplificar o trâmite para emissão de vistos consulares, já que, desta forma, os turistas poderão visitar o país mais vezes, sem ter que tirar visto cada vez que for viajar.A mudança é válida para quem ainda vai tirar o visto canadense. Quem já tirou o visto anteriormente não precisará solicitar o documento de novo, pois já terá um visto ainda válido.Sobre como fazer para solicitar o visto de residente temporário,os trâmites continuam iguais.assim como o rigor para a aprovação dos vistos também continua o mesmo.O que mudou, mesmo, na parte do requerimento de visto para residente temporário, é que agora não existem mais uma taxa para única entrada e outra para múltiplas entradas. A taxa foi unificada, e ainda mais barata do que a cobrada para tirar o visto para os Estados Unidos (US$ 160).O visto de residente temporário é indicado para quem vai viajar a turismo, negócios, trânsito, ou para quem vai estudar até 24 semanas, e permite a permanência no país por, no máximo, seis meses, a cada entrada.

AÍ você vai me dizer: “Sim Marina, isso eu já sabia”, qual a novidade? A novidade é  que a partir de 01 de junho, 2014, as regras para os programas de estudo + trabalho também vão mudar para  os cursos de idiomas:

O CIC (Citizenship  and Immigration Canada) anunciou que o C30 que concedia autorização para que as escolas de  idiomas do Canadá oferecessem programas de trabalho aos estudantes, será cancelado a partir de 01 de junho de 2014. Ou seja:

– Estudantes não podem mais aplicar para uma permissão de trabalho C-30 para um programa de estudo + trabalho (Co-Op) em uma escola de línguas. (O que era uma coisa ótima pois trabalhar ajudava na mantenção do estudante durante o intercâmbio e possibilitava que passassam mais tempo no exterior)

– Estudantes já em um programa de estudo + trabalho (Co-Op) estão autorizados a completar o programa

– Estudantes que receberam uma carta de introdução para o programa de estudo + trabalho ( Co-Op) para pedidos de visto enviados antes de 01 de junho de 2014 estarão autorizados a começar seu programa de estudo + trabalho em qualquer data de início.

– Estudo não precisam de work permit para estágio ou trabalho em fazenda (ranch stay) não-remunerado.

– Estudantes com um working holiday visa não são afetados por essas mudanças.

Informações adicionais:

– Estudantes matriculados em um instituto (colleges/universidades públicas ou privadas) para um programa de estudos vocacionais, acadêmicos ou profissionais serão autorizados a trabalhar fora do campus por um máximo de 20 horas semanais (e período integral durante férias/feriados acadêmicos) sem requerer um work permit a partir do dia que seu programa comece.

– Institutos específicos (colleges/universidades públicas ou privadas) estão autorizados a oferecer um programa de estudo + trabalho (Co-Op) como parte de um programa vocacional, acadêmico ou profissional.

O CIC (Citizenship and Immigration Canada) publicou as mudanças completas aqui:
http://www.gazette.gc.ca/rp-pr/p2/2014/2014-02-12/html/sor-dors14-eng.php

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.

St Tropez, Antibes e Mônaco – praias, balalação e o casino de Monte Carlo

16 de janeiro de 2014 | Postado por Marina em França

A Riviera Francesa, é considerada uma das áreas mais luxuosas, caras e sofisticadas do mundo. Também conhecida como Côte d’Azur  (ou costa azul) fica no litoral sul da França, às margens do Mar Mediterrâneo, que vai desde a cidade de Toulon a Menton já na fronteira com a Itália

Uma das jóias da região é Saint-Tropez, uma pequena comuna francesa, localizada na região de Provence-Alpes-Côte d’Azur, A cidade de Saint-Tropez, antigamente formada somente por uma vila de pescadores, é atualmente um dos pontos turísticos franceses frequentados por jovens milionários e estrelas de Hollywood. Tal transformação deu-se nos anos 60, quando a atriz francesa Brigitte Bardot se mudou para Saint Tropez, trazendo consigo muitos fãs e admiradores de seu estilo de vida hedonista. Continuar lendo

Saiu na Revista Marie Claire deste mês! Minhas 13 dicas para viajar sozinha em janeiro!

07 de janeiro de 2014 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Olá viajantes! Tudo bem?

Colaborei  na edição deste mês da revista Marie Claire!!!  Para ler a matéria completa clique aqui:

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

8 motivos para continuar usando o Cash Passport no seu Intercâmbio:

06 de janeiro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

No dia 27/12/13 às 19hs, o Governo anunciou um aumento na cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) que incide sobre a compra e recarga de cartões pré-pagos com moeda estrangeira, qua passou a vigorar já a partir do sábado, 28/12.  Desta forma, o IOF destas operações passará a ser o de 6,38%. É importante ressaltar que essa medida não altera as operações para moeda em espécie, que permanecem tendo a incidência de 0,38% de IOF.

É fundamental, termos em mente, que apesar da mudança, os cartões pré-pagos de viagem mantêm-se bastante competitivos e representam um excelente meio de pagamento para clientes em trânsito. Assim, é interessante reforçar que, o cartão pré-pago retorna hoje a um patamar de  competitividade com o cartão de crédito  similar ao de alguns anos atrás, quando não havia diferença de incidência de IOF entre os produtos. Mesmo naquela época, o cartão pré-pago se mostrava vantajoso pela mesmas razões que as atuais, sendo: Continuar lendo

Página 1 de 512345