Posts com a tag Recife

Vídeo: Você já pensou em fazer intercâmbio em Malta ou na África do Sul?!

07 de novembro de 2011 | Postado por Marina em África do Sul

Você já pensou em fazer intercâmbio em Malta ou na África do Sul?! A Michelle recomenda e conta para a gente o porquê!

Para quem quer “fugir do lugar comum”, gosta de praia e quer apostar em um destino europeu exótico, com menos brasileiros e que não exige visto para uma permanência de até 3 meses, Malta pode ser uma ótima pedida!

 Já para quem quer explorar o continente africano, viver na cidade do cabo (ou cape town), eleita a sexta cidade mais bonita  do mundo (de acordo com o Guiness Book) e ter um custo de vida mais barato do que o Brasil, um intercâmbio na África do Sul pode ser uma excelente opção! Leia a post sobre minha viagem à Africa do Sul! Amei e recomendo!

Hoje teremos o nosso segundo post em formato de vídeo! Aproveitamos a visita da  Michelle Bailey (representante a escola de idiomas LAL presente em Malta e em Cape Town) aqui em Recife para bater um papo rápido com ela e saber os highlights de cada um destes dois destino! Enjoy!

Dúvidas?! Pode comentar aqui que a gente responde!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

10 Razões para você fazer um Intercâmbio em Vancouver

28 de março de 2011 | Postado por Marina em Canada

Vancouver já foi eleita por várias vezes a cidade com melhor qualidade de vida do planeta e, fazer um intercâmbio com vista para o pacífico, com uma das temperaturas mais amenas do Canadá (no inverno, é bem menos frio que outras cidades como Toronto ou Montreal) é mesmo um privilégio. Principalmente, porque mesmo sem passar tanto frio na cidade, dá para aproveitar o melhor do inverno esquiando ou praticando snowboard nas várias montanhas ao redor da cidade (muitas delas localizadas apenas 40 minutos do centro da cidade) e, além disso, usufruir das árvores do Stanley Park, das montanhas de tirar o fôlego e de uma variedade gastronomica internacional de altíssima qualidade.

Existem várias escolas de idioma excelentes que estão localizadas no centro de Vancouver. Além disso, também tem ótimas escolas de High School (colegial) em bairros como North Vancouver, Burnaby ou West Vancouver.

Estudei por três meses na PLI (Pacific Language Institute) e fiz um curso de inglês para negócios no centro da cidade. Morei em uma casa de família em North Vancouver e todos os dias eu ia para escola de ônibus e chegava ao centro em 40 minutos.

Depois da aula, sempre ficava por ali pela Robson Street dando uma passeada, vendo as lojas ou comendo um crepe antes de voltar para casa no início da noite para jantar com a família e depois decidir se sairia ou não à noite.

Já nos finais de semana eu fazia atividades mais diurnas, sempre uma coisa diferente, além de ter esquiado muito, também fiz outros passeios bem legais que recomendo a quem for estudar por lá. Além da PLI (que foi a escola que eu estudei) recomendo também outras escolas  muito boas como: a  LSC, a ILSC e o Eurocentres.

Independente da escola escolhida e do tipo de programa (high school, curso ou estágio/trabalho), abaixo seguem os TOP 10 motivos que fazem de Vancouver uma cidade mais do que especial para fazer um Intercâmbio:

1. Vancouver no ar: Quando estiver pousando na cidade, não deixe de olhar pela janela, Vancouver impressiona pela beleza como quando estamos chegando ao Rio de Janeiro. “É bonita é bonita e é bonita….viveerrrr e não ter a vergonha de ser feliz….cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz (de viajante)…

2. Vancouver no mar: Vários cruzeiros passam por Vancouver! O Convention Centre/Cruise Terminal no harbour front tem vistas lindas do Stanley Park Grouse Mountain e do mar do pacífico.

3. Vancouver de bicicleta ou patins: Outra forma deliciosa de passear por Vancouver é pelo False Creek, da English Bay a Stanley Park e depois dentro de todo o parque (cerca de 20 km).

4.  Stanley Park. O parque tem praias, árvores, lagos e várias trilhas, além disso, vale fazer uma visita ao aquário de Vancouver e ver as orcas e as baleias. Impressionante!

5. Grouse Mountain e Capilano: Além de ser maravilhoso para esquiar, tem uma vista fenomenal da cidade, da ilha de Vancouver e do Stanley Park. No caminho pela ponte Lions Gate pare em Capilano e não deixe de fazer o passeio da ponte suspensa de capilano (Capilano Suspension Bridge).

 

6.  Downtown Vancouver. O centro de Vancouver é bem compacto e pode ser feito a pé. Eu recomendo o Heritage Walking tour, mas você pode ir por conta própria e visitar o bairro de o Gastown (e seu famoso relógio), Chinatown ou as mansões de Shaughnessy. Ah, para comer por lá, adoro o “The Old Spaghetti Factory: preço e serviço bom e comida deliciosa.

7. Creek Ferry ou Aquabus para Granville Island: Você vai encontrar artesanatos, lojas e o famoso mercado com muitos frutos do mar frescos.

8. Whisler. Whistler Blackcomb é a maior estação de esqui da América do Norte e fica localizada cerca de 2h de Vancouver. Além de boas pistas e restaurantes, à noite tem várias baladinhas cheias de gente bonita.

 

9.  Vancouver Island. Pegue um ferry de Tsawwassen para Swartz Bay que fica perto de Victoria, a capital da província de BC (British Columbia). Além de o caminho ser muito bonito, muitas vezes você tem a companhia de baleias no seu trajeto. Vancouver Island fica cerca de 2h de ferry do centro de Vancouver. Ao chegar a Victoria, visite o Hotel Empress, e o charmoso Butchart Gardens.

 

10.  Frutos do mar mais frescos do mundo. A influência da imigração oriental é fortíssima em Vancouver, por esta razão talvez a cidade tenha uma das maiores variedades de restaurantes japoneses e chineses fora da Ásia. Alem da grande variedade ofertada que merece ser degustada, não deixe de provar o sashimi de atum que é super saboroso.

Então pessoal, é isso!

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre Vancouver!

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Só a fluência em inglês não basta, as empresas buscam Experiência Internacional, saiba o porquê?:

29 de novembro de 2010 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Não é de hoje que, no mundo corporativo, fale-se muito de globalização e  da importância dos profissionais terem fluência em inglês para conseguirem as vagas mais disputadas em entrevistas de emprego.

Mas, além da fluência no inglês, os profissionais de RH têm valorizado, cada vez mais a chamada Experiência Internacional.

Mas, afinal, por que apenas a fluência no inglês não é mais suficiente?

 

isto acontece, porque quando o indivíduo estuda ou trabalha no exterior, absorve características que vão muito além do domínio de outro idioma.

Quem tem uma experiência internacional e teve que se adaptar a uma nova cultura, clima, religião, mostra para a empresa, de uma forma subjetiva que também tem:

– Jogo de cintura

– Flexibilidade

– Maturidade

– Capacidade de lidar com mudanças.

Além disso, se esta experiência for em país de Primeiro Mundo, vai também poder aprender e, eventualmente, absorver idéias extremamente valorizadas como:

– O hábito automático de cumprir o prometido

– Ser pontual

– Ser profissional

– Cumprir a lei

– Entender a real essência da sustentabilidade do meio-ambiente

Portanto, se você tem o sonho de ter uma experiência no exterior e sente que, cada vez mais o mercado está pedindo este tipo de profissional: seja aplicado, curioso, bom aluno e pesquise nas universidades, agências de intercâmbio e consulados todas as alternativas possíveis para tornar o seu desejo realidade.

Existem órgãos internacionais que concedem bolsas de todos os tipos de cursos de graduação até doutorado e existem opções para trabalho remunerado no exterior onde o investimento inicial costuma ser bastante baixo.

Portanto, não tem mais desculpa! 

A idéia de que fazer um intercâmbio é sempre caro e simplesmente não cabe no seu bolso está ultrapassada.

Pesquise, pesquise e pesquise!

Com certeza você vai encontrar um programa que se encaixe no seu perfil e que esteja dentro do seu orçamento.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Conheça os países que não exigem visto de entrada para turistas brasileiros

24 de novembro de 2010 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Ainda dá tempo de planejar uma viagem para as férias de final de ano
 As férias de final de ano estão bem próximas. Mas ainda dá tempo de programar uma viagem para o exterior para quem está com passaporte válido. Muitos países não exigem visto para brasileiros, desde que permaneçam em seu território por até 90 dias e a turismo.
E mesmo para quem quer estudar por um período de até 90 dias, alguns países permitem a entrada mesmo com o status de turista.
 Confira abaixo a lista dos países que não exigem visto.

*Países onde não é preciso apresentar o passaporte. A carteira de identidade dá direito a entrada.

**Países onde você pode estudar até 90 dias sem necessidade de visto prévio.
Bjs e até a próxima viagem!
Marina.

INTERCAMBIO NA IRLANDA!

22 de março de 2010 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

22/03/10

INTERCAMBIO NA IRLANDA!

Have you ever thought about having an Irish experience? Why Not?

O país de gente alegre, dos pubs e da cerveja Guinness que ficou muito na moda há cerca de três anos esta voltando a ser procurado em 2010 principalmente pelos intercambistas que planejam estudar mais de 25 semanas na Europa e tem interesse de trabalhar até 20 horas por semana de forma legal paralelamente.

Uma das razões deste “revival” com a Irlanda é o aumento de regras impostas pelas autoridades britânicas para a entrada de pessoas no seu vizinho – a Inglaterra, que, por sua vez, também determinou uma a diminuição de carga horária de 20 para no máximo 10 horas semanais de trabalho para portadores de visto de estudante.

Estive na Irlanda a turismo em 2008 e minhas impressões foram super positivas, portanto, atendendo a solicitação da leitora Cynara, neste blog vou falar um pouquinho sobre este destino.

A terra de bandas como U2 e Cranberries adota o Euro como moeda oficial (mais barato que a libra esterlina britânica) e tem chuvas freqüentes que mantêm sempre verdes, as paisagens do interior enquanto que e as cidades grandes ficam, por sua vez, repletas de guarda-chuvas por toda parte… As portas das casas e até de algumas Igrejas são de cores variadas como verde, vermelha, amarela, azul ou até preta, isto é definitivamente a cara do País, assim como o trevinho da sorte que acaba sendo um souvenir obrigatório.

 Historicamente, o herói nacional é o líder político Charles Stewart Parnell (1846 -1891) que lutou pela independência da Inglaterra. Os irlandeses cultivam sua tradição e cultura através de danças, da música e são muito patrióticos.

Em Dublin, uma mini-Londres e a capital do país, existem boas escolas de idiomas e muitos intercambistas de toda a Europa, quando estive lá, visitei a Alpha College (parceira local da global Eurocentres) e a Emerald. Ambas tinham uma estrutura de professores e física muito boa. O Alpha college, fica localizada no centro da cidade, perto de ruas de comércio como a O’connell street (tipo a Champs Elisée de Paris), a Grafton street (a rua mais cara) e a Henry Street, sendo esta ultima mais acessível pelo fato de ser apenas de pedestres. Já a escola Emerald fica em um lindo bairro residencial a menos de 10 minutos de LUAS (espécie de bonde rápido) do centro.

À noite, a galera jovem se encontra nos milhares de pubs para ouvir bandas de rock como os Conwell Pub e Belvedere Hotel Pub.

Nos finais de semana, viajar é super fácil através das cias aéreas low cost (baratas) irlandesas que voam por toda a Europa como a Ryanair.

Para os que querem ter uma experiência ainda mais irlandesa, a cidade de Galway, a pouco mais de 2 h da capital também pode ser uma boa opção, com custo de vida mais barato que Dublin, com menos brasileiros, belas paisagens e uma população que não passa de 100.000 habitantes, a escola de idiomas que leva o mesmo nome da cidade, oferece tanto cursos de inglês geral quanto cursos voltados para marketing, negócios e turismo.

E aí? O que acharam da sugestão? Além de aprender ou aperfeiçoar o inglês, poder trabalhar legalmente, viajar pela Europa e ter uma experiência fantástica, quem sabe você pode ate esbarrar com os conterrâneos Colin Farrell ou Bono Vox em qualquer pub night dessas!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Dúvidas ou sugestões? contato@marinamotta.com.br

Tem Orkut, Facebook e Twitter? Adicione: STB RECIFE e conheçam outros viajantes e viajados por este mundo afora!

Saiba mais sobre o Livro: www.intercambioaz.com.br

Página 6 de 6« Primeira...23456