define('DISABLE_WP_CRON', true); STB | Blog do intercambio - Intercâmbio de A a Z por Marina Motta - Part 5

Posts com a tag STB

I left my heart in San Francisco….TOP 5 “achados” de quem acabou de chegar de um intercâmbio por lá!

17 de julho de 2012 | Postado por Marina em EUA

Olá viajantes! tudo bom?!

Os mais novos podem não conhecer essa música que ficou conhecida na voz de Tony Bennett, mas quando perguntei a minha amiga Marina Mundim o que ela tinha achado do Intercâmbio de 1 mês que ela fez em São Francisco durante o Carnaval desse ano a resposta foi categórica: “Ah Marina, I left my heart in São Francisco” e não interpretem errado, afinal,  ela foi acompanhada do marido! rsrsrsr. A verdade é que foi realmente a cidade em sí a a fez cair de amores!Tanto que ela achou muito difícil escolher os seus TOP 5  e optou por não colocar os  pontos turísticos  tradicionais como Pier 39, Castro, Telegraph Hill etc…. Resolveu relatar seus “achados” e “momentos inesquecíveis” que viveu nesses 30 dias de curso de inglês, passeio e  muita diversão. Vamos lá:

1) Tour noturno para Alcatraz – A visita ao famoso presídio onde ficaram criminosos como Al Capone é obrigatória. Escolhemos fazer o passeio noturno, que dá um toque a mais de emoção. A vista para a cidade de São Francisco à noite é incrível. Os tickets podem ser comprados pela internet . É bom garantir o bilhete com antecedência, pois tem apenas 2 horários para o passeio noturno pela Alcatraz Cruises.

2) Atravessar a ponte Golden Gate de bicicleta – A Golden Gate liga São Francisco a Sausalito, uma cidadezinha muito charmosa que vale a pena a visita. Para quem olha de longe parece ser um trajeto muito longo, mas a paisagem e o passeio são tão gostosos, que você nem sente o tempo passar. Não existem lojas de aluguel de bicicleta próximo à ponte, então quando você chega no inicio dela, já terá pedalado por aproximadamente 30 minutos, por isso, o ideal é começar o passeio pela manhã, fazer pequenas paradas para fotos e almoçar em Sausalito. Eu aluguei uma bike aqui  próximo ao Pier 39, mas existem várias lojas espalhadas pela cidade. A Blazing Saddles dá a opção de retornar de Sausalito de ferry, o que faz o passeio ficar menos cansativo.

3) North Beach e Haeys Valley – esses dois bairros são super charmosos. Continuar lendo

STB anuncia últimas vagas para curtir o verão europeu

27 de junho de 2012 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes! Tudo bem?!

Muita gente não sabe que existem viagens exclusivas para jovens de 18 a 39 anos para a Europa, que combinam os melhores hotspots do continente em uma programação super descolada e cheia de baladas, praias e paisagens incríveis.Elas existem! E para quem ainda não se programou para as férias de julho, ainda dá tempo! Conforme o destino escolhido é possível passar a noite em um castelo alemão ou até em um cruzeiro da Itália para a Grécia.

Há opções para todos os gostos e bolsos. Com duração de três a 48 dias, os tours incluem hospedagem, transporte terrestre e a maioria das refeições.Os custos variam de US$ 290 a US$ 5.165, de acordo com a programação escolhida.

Confira a seguir os detalhes de alguns roteiros: Continuar lendo

É bom de bola? Abertas as inscrições para bolsas de estudo em universidades dos EUA para praticantes amadores de futebol, basquete, tênis e golfe!

14 de maio de 2012 | Postado por Marina em Bolsas de Estudo

Jovens brasileiros que desejam ingressar ou prosseguir os estudos em universidades norte-americanas e também desenvolver habilidades esportivas têm agora novas chances de conseguir bolsas. O STB  abriu suas inscrições para os programas acadêmicos e esportivos da International Doorway to Education & Athetics (IDEA), organização especializada no recrutamento e na colocação de estudantes em universidades dos Estados Unidos.

 As bolsas esportivas nas modalidades futebol, basquete, tênis e golfe podem variar entre 50% e 100% em relação ao valor da mensalidade da instituição, incluindo acomodação e alimentação. Para concorrer, o candidato deve ter boas notas, estar cursando o último ano do ensino médio, ou universidade, ou ser recentemente graduado. Deve ter entre 16 e 26 anos e, sobretudo, ser hábil no esporte que pratica, sem ser atleta profissional.

Feita a inscrição, em julho, o estudante concorre com outros de vários países em um Showcase, na Flórida que acontecerá de 05 a 15 de Julho 2012. Nesse evento, que tem duração de duas semanas, técnicos de universidades avaliam o desempenho atlético de cada um, em suas respectivas modalidades esportivas e os selecionados recebem bolsas de acordo com sua habilidade, que permite até quatro anos de estudo em universidade norte-americana.

As inscrições para as bolsas atléticas terminam em junho e  os cursos podem começar em agosto ou em janeiro do ano seguinte. 

Bolsa Acadêmica

As bolsas acadêmicas são de no mínimo 50%, incluindo valor do curso, acomodação e alimentação. Para concorrer, o candidato deve ter entre 18 e 26 anos, ser universitário e ter boas notas. Nesse caso, o estudante deverá enviar o currículo para avaliação do IDEA, no ato da inscrição, por meio do STB. Não é necessária proficiência em inglês, mas quanto mais avançado for o nível do candidato, maiores serão suas chances de obter a bolsa.

Cada inscrito recebe dez ofertas de bolsas na área escolhida, podendo transferir os créditos para continuar os estudos nas instituições norte-americanas. As inscrições são permanentes e os cursos começam em setembro na maioria das universidades.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

DISNEY ICP 2011: OPORTUNIDADE DE TRABALHAR PARA O MICKEY:

24 de maio de 2011 | Postado por Marina em EUA

No dia 30 de Maio de 2011(próxima segunda-feira), acontecerá em Recife a seleção para o Disney ICP 2011 2012. Palestra e Recrutamento para o Disney International College Program realizado pelo STB (representante exclusivo deste programa no Brasil). 

O local será na Faculdade Mauricio de Nassau, em dois horários, às 10 h e às 19 h (Para datas em outras cidades visite o site do STB (www.stb.com.br))

O Disney ICP  é um intercâmbio de trabalho temporário nos parques e hotéis da Disney em Orlando com duração entre 8 e 10 semanas e vai de meados de novembro até o fim de janeiro / início de fevereiro. 

Pré-requisitos básicos para se candidatar ao programa:

Ter no mínimo 18 anos de idade

Falar inglês intermediário/ avançado

Ser estudante universitário, matriculado em um curso reconhecido pelo MEC de no mínimo 4 anos;

Estar cursando entre o segundo e o penúltimo período acadêmico da Universidade

Disponibilidade financeira para custear o bilhete aéreo de ida/volta, seguro médico internacional e visto

Comparecimento na palestra informativa e realizar as entrevistas com o STB e o time da Disney

Estar apto a morar com diferentes participantes

Ser extrovertido, alegre e flexível

 A acomodação dos participantes é no próprio complexo da Disney e, o pagamento é deduzido do contra-cheque. O transporte para o trabalho é gratuito e a alimentação fica por conta do participante.

 Os custos básicos do programa são por volta de U$ 1700, sendo U$ 900 de passagem, U$ 200 do visto e U$ 300 de seguro médico. Você também deve levar de U$ 300 a U$ 500 para as primeiras semanas, pois só receberá o seu 1° pagamento 15 dias depois que chega lá. Antes de viajar, deve pagar uma taxa (assesment fee) de aprox.U$ 100 referente ao condomínio onde  ficará hospedado.

Palestra e Recrutamento Recife:

Nessa palestra é falado quais são as posições de trabalho disponíveis, explicado sobre a carga horária, os custos do programa, o salário e a moradia.

Interessados devem se inscrever gratuitamente no site: www.stb.com.br e recomendo chegarem cedo ao local, pois o limite de vagas para o evento será a capacidade do auditório que, no caso de Recife é de 120 lugares e costuma ficar locado.

Por enquanto, aproveite e troque idéias nas comunidades no Orkut “Disney ICP Recife 2011 2012” e “Disney Cast members”, assim você compartilha a sua ansiedade!

Minha experiência na Disney:

Fiz o programa Disney ICP em 2001 e adorei!

Trabalhei como merchandise hostess nas lojas do parque MGM, hoje Hollywood Studios. Entre as lojas em que trabalhei, algumas eram de bichos de pelúcia, outras de jóias e relógios, uma apenas do ursinho puff, outra de todos os vilões da Disney e uma última, a que eu mais gostava – a de doces; nesta, além de vender, também me divertia fazendo algodão doce e maça do amor.

Todas as lojas em que eu trabalhava ficavam na Sunset boulevard, em frente ao brinquedo do elevador (Tower of terror) e, ao olhar para frente, passei dois meses e meio escutando gritos lá do alto enquanto o elevador despencava!

Fiquei acomodada no Vista Way, a acomodação mais antiga da Disney que, em minha opinião, atende perfeitamente todas as necessidades dos cast members (funcionários da Disney).  Além de serem casinhas mobiliadas e super organizadas com tudo! O complexo tem segurança 24h, piscina, acesso a internet etc…Além de transporte gratuito para todos os parques e o Wall- Mart (supermercado) onde, comprava os pratos congelados de massas a 0,99 centavos e os sacos gigantes de nuggets congelados…Muito saudável esta minha fase lá (kkkkk). Brincadeiras a parte, a experiência é super válida. Sim, trabalha-se muito, mas também dá para se divertir bastante e praticar muito o inglês por um investimento realmente bastante econômico.

 A forma de trabalho da Disney é um exemplo muito interessante de absorver o que torna este empresa a maior do ramo de entretenimento do mundo, além de ser a única empresa com 80% de fidelização. Ou seja, 80% das pessoas que vão para a Disney uma vez, retornam outras vezes.

 

Bjs e até a próxima viagem!

 Marina

10 Razões para você fazer um Intercâmbio em Vancouver

28 de março de 2011 | Postado por Marina em Canada

Vancouver já foi eleita por várias vezes a cidade com melhor qualidade de vida do planeta e, fazer um intercâmbio com vista para o pacífico, com uma das temperaturas mais amenas do Canadá (no inverno, é bem menos frio que outras cidades como Toronto ou Montreal) é mesmo um privilégio. Principalmente, porque mesmo sem passar tanto frio na cidade, dá para aproveitar o melhor do inverno esquiando ou praticando snowboard nas várias montanhas ao redor da cidade (muitas delas localizadas apenas 40 minutos do centro da cidade) e, além disso, usufruir das árvores do Stanley Park, das montanhas de tirar o fôlego e de uma variedade gastronomica internacional de altíssima qualidade.

Existem várias escolas de idioma excelentes que estão localizadas no centro de Vancouver. Além disso, também tem ótimas escolas de High School (colegial) em bairros como North Vancouver, Burnaby ou West Vancouver.

Estudei por três meses na PLI (Pacific Language Institute) e fiz um curso de inglês para negócios no centro da cidade. Morei em uma casa de família em North Vancouver e todos os dias eu ia para escola de ônibus e chegava ao centro em 40 minutos.

Depois da aula, sempre ficava por ali pela Robson Street dando uma passeada, vendo as lojas ou comendo um crepe antes de voltar para casa no início da noite para jantar com a família e depois decidir se sairia ou não à noite.

Já nos finais de semana eu fazia atividades mais diurnas, sempre uma coisa diferente, além de ter esquiado muito, também fiz outros passeios bem legais que recomendo a quem for estudar por lá. Além da PLI (que foi a escola que eu estudei) recomendo também outras escolas  muito boas como: a  LSC, a ILSC e o Eurocentres.

Independente da escola escolhida e do tipo de programa (high school, curso ou estágio/trabalho), abaixo seguem os TOP 10 motivos que fazem de Vancouver uma cidade mais do que especial para fazer um Intercâmbio:

1. Vancouver no ar: Quando estiver pousando na cidade, não deixe de olhar pela janela, Vancouver impressiona pela beleza como quando estamos chegando ao Rio de Janeiro. “É bonita é bonita e é bonita….viveerrrr e não ter a vergonha de ser feliz….cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz (de viajante)…

2. Vancouver no mar: Vários cruzeiros passam por Vancouver! O Convention Centre/Cruise Terminal no harbour front tem vistas lindas do Stanley Park Grouse Mountain e do mar do pacífico.

3. Vancouver de bicicleta ou patins: Outra forma deliciosa de passear por Vancouver é pelo False Creek, da English Bay a Stanley Park e depois dentro de todo o parque (cerca de 20 km).

4.  Stanley Park. O parque tem praias, árvores, lagos e várias trilhas, além disso, vale fazer uma visita ao aquário de Vancouver e ver as orcas e as baleias. Impressionante!

5. Grouse Mountain e Capilano: Além de ser maravilhoso para esquiar, tem uma vista fenomenal da cidade, da ilha de Vancouver e do Stanley Park. No caminho pela ponte Lions Gate pare em Capilano e não deixe de fazer o passeio da ponte suspensa de capilano (Capilano Suspension Bridge).

 

6.  Downtown Vancouver. O centro de Vancouver é bem compacto e pode ser feito a pé. Eu recomendo o Heritage Walking tour, mas você pode ir por conta própria e visitar o bairro de o Gastown (e seu famoso relógio), Chinatown ou as mansões de Shaughnessy. Ah, para comer por lá, adoro o “The Old Spaghetti Factory: preço e serviço bom e comida deliciosa.

7. Creek Ferry ou Aquabus para Granville Island: Você vai encontrar artesanatos, lojas e o famoso mercado com muitos frutos do mar frescos.

8. Whisler. Whistler Blackcomb é a maior estação de esqui da América do Norte e fica localizada cerca de 2h de Vancouver. Além de boas pistas e restaurantes, à noite tem várias baladinhas cheias de gente bonita.

 

9.  Vancouver Island. Pegue um ferry de Tsawwassen para Swartz Bay que fica perto de Victoria, a capital da província de BC (British Columbia). Além de o caminho ser muito bonito, muitas vezes você tem a companhia de baleias no seu trajeto. Vancouver Island fica cerca de 2h de ferry do centro de Vancouver. Ao chegar a Victoria, visite o Hotel Empress, e o charmoso Butchart Gardens.

 

10.  Frutos do mar mais frescos do mundo. A influência da imigração oriental é fortíssima em Vancouver, por esta razão talvez a cidade tenha uma das maiores variedades de restaurantes japoneses e chineses fora da Ásia. Alem da grande variedade ofertada que merece ser degustada, não deixe de provar o sashimi de atum que é super saboroso.

Então pessoal, é isso!

Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais sobre Vancouver!

 Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Vai viajar? O STB recomenda check-list p/ garantir uma boa viagem!

19 de novembro de 2010 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Saiba como itens indispensáveis podem garantir o sucesso das férias no exterior

Para quem está programando as próximas férias no exterior, o STB – Student Travel Bureau, líder nacional no segmento de turismo jovem e educação internacional, dá dicas fundamentais que ajudam a garantir o sucesso da viagem.

Documentos

 O primeiro passo é checar a validade do passaporte (no mínimo seis meses após a data de retorno da viagem) ou solicitar a emissão do documento na unidade mais próxima da Polícia Federal (www.dpf.gov.br). Em seguida, é necessário consultar o consulado do país escolhido, sobre a obrigatoriedade do visto de entrada. Para destinos como África do Sul, Marrocos, Turquia, Tailândia, Nova Zelândia e países da União Europeia e da América do Sul, o viajante tem três meses de permanência sem visto. Já os Estados Unidos, Canadá e Austrália exigem o documento, adequado ao tipo e à duração do programa. No site do Ministério das Relações Exteriores (www.abe.mre.gov.br), é possível encontrar orientações sobre vistos para brasileiros. 

 Outro item importante é a vacinação, que varia de acordo com cada país. Entre as mais requisitadas, estão as vacinas contra febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, difteria, tétano e hepatite B. Países como África do Sul e Austrália, por exemplo, exigem vacina contra a febre amarela. Mais informações no site da Anvisa (www.anvisa.org.br).

Segurança

 Seja qual for o destino escolhido, o STB recomenda que o viajante não saia do Brasil sem contratar o plano de Assistência Médica Internacional – ISIS (www.isisbrasil.com.br). O produto garante atendimento para desde casos mais simples, como consultas, exames e medicamentos, até problemas mais graves, como cirurgias, internações e repatriação. O valor investido depende do limite de cobertura e da duração de cada viagem.

Outra recomendação é o seguro Stop Trip. Com ele, em caso de cancelamento ou interrupção da viagem por motivos de saúde, há devolução das multas ou despesas extras nos serviços contratados para a viagem. O limite de cobertura chega a US$ 5 mil.

Dinheiro

 Para proporcionar segurança aos seus clientes, o STB oferece o STB Travel Money, a maneira mais moderna e prática de levar dinheiro ao exterior. Trata-se de um cartão pré-pago, recarregável e protegido por senha, que pode ser utilizado para saques (faz parte da rede Visa Plus) e débitos (rede Visa Electron) em qualquer lugar do mundo. Entre suas vantagens, destacam-se: 

 – aceito em mais de 12 milhões de estabelecimentos filiados ao Visa Electron, incluindo restaurantes, hotéis e farmácias, e 800 mil caixas eletrônicos Visa Plus, distribuídos por 144 países;

– compras e saques são realizados na moeda local;

– ao contrário das transações com cartão de crédito que incidem 2,38% de IOF sobre todas as transações internacionais, no VTM a taxa é de 0,38% na operação de câmbio no Brasil, sem cobrança de impostos nas transações no exterior;

– pode ser carregado quantas vezes forem necessárias, mesmo a distância.

 Carteiras mundiais de descontos

 Para quem é estudante ou tem até 25 anos, as carteiras internacionais ISIC e Jovem Card proporcionam vários benefícios nos principais pontos turísticos, lojas e alimentação no mundo todo. A International Student Identity Card (ISIC) é uma carteira de identificação estudantil reconhecida internacionalmente e aceita em mais de 120 países. É a única com o endosso da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Confira os benefícios em www.carteiradoestudante.com.br e www.jovemcard.com.br.  

 Passes de trem

 Quem viaja pelo mundo já sabe que os passes de trem são uma das melhores formas de percorrer a Europa. O STB assegura que os benefícios começam antes mesmo do embarque, pois os preços dos passes adquiridos no Brasil já são diferenciados e mais baratos que as opções trecho a trecho que podem ser compradas ao longo da viagem. Há opções para diversos perfis de viagens: dias corridos ou intercalados no período de dois meses; passes globais, que permitem percorrer até 20 países; ou até mesmo passes regionais. Há ainda diferenciais para outras faixas etárias e para quem viaja só ou em grupo.

 Mais informações: www.stb.com.br.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

INTERCÂMBIO GRATUITO NOS EUA!

29 de julho de 2010 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Como você se infiltraria em um país entrangeiro?

Para promover o novo filme “Salt” em que Angelina Jolie protagoniza uma  espiã russa, a agência de Intercâmbio STB (STUDENT TRAVEL BUREAU) em parceria com a rede de cinemas Cinemark vai premiar a resposta mais criativa com duas semanas de curso de inglês nos EUA com hospedagem e passagens aéreas inclusas.

O grande vencedor poderá escolher em qual cidade quer fazer o seu intercâmbio: Nova Iorque, Boston, São Francisco, Los Angeles, Fort Lauderdale, San Diego ou Seattle.

Para Participar é só acessar o site da cinemark até o dia 12 de Agosto www.cinemark.com.br

Foto: Angelina Jolie como a agente da CIA Evelyn Salt.

Boa Sorte a todos!

Bjs

Marina.

INTERCAMBIO NA IRLANDA!

22 de março de 2010 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

22/03/10

INTERCAMBIO NA IRLANDA!

Have you ever thought about having an Irish experience? Why Not?

O país de gente alegre, dos pubs e da cerveja Guinness que ficou muito na moda há cerca de três anos esta voltando a ser procurado em 2010 principalmente pelos intercambistas que planejam estudar mais de 25 semanas na Europa e tem interesse de trabalhar até 20 horas por semana de forma legal paralelamente.

Uma das razões deste “revival” com a Irlanda é o aumento de regras impostas pelas autoridades britânicas para a entrada de pessoas no seu vizinho – a Inglaterra, que, por sua vez, também determinou uma a diminuição de carga horária de 20 para no máximo 10 horas semanais de trabalho para portadores de visto de estudante.

Estive na Irlanda a turismo em 2008 e minhas impressões foram super positivas, portanto, atendendo a solicitação da leitora Cynara, neste blog vou falar um pouquinho sobre este destino.

A terra de bandas como U2 e Cranberries adota o Euro como moeda oficial (mais barato que a libra esterlina britânica) e tem chuvas freqüentes que mantêm sempre verdes, as paisagens do interior enquanto que e as cidades grandes ficam, por sua vez, repletas de guarda-chuvas por toda parte… As portas das casas e até de algumas Igrejas são de cores variadas como verde, vermelha, amarela, azul ou até preta, isto é definitivamente a cara do País, assim como o trevinho da sorte que acaba sendo um souvenir obrigatório.

 Historicamente, o herói nacional é o líder político Charles Stewart Parnell (1846 -1891) que lutou pela independência da Inglaterra. Os irlandeses cultivam sua tradição e cultura através de danças, da música e são muito patrióticos.

Em Dublin, uma mini-Londres e a capital do país, existem boas escolas de idiomas e muitos intercambistas de toda a Europa, quando estive lá, visitei a Alpha College (parceira local da global Eurocentres) e a Emerald. Ambas tinham uma estrutura de professores e física muito boa. O Alpha college, fica localizada no centro da cidade, perto de ruas de comércio como a O’connell street (tipo a Champs Elisée de Paris), a Grafton street (a rua mais cara) e a Henry Street, sendo esta ultima mais acessível pelo fato de ser apenas de pedestres. Já a escola Emerald fica em um lindo bairro residencial a menos de 10 minutos de LUAS (espécie de bonde rápido) do centro.

À noite, a galera jovem se encontra nos milhares de pubs para ouvir bandas de rock como os Conwell Pub e Belvedere Hotel Pub.

Nos finais de semana, viajar é super fácil através das cias aéreas low cost (baratas) irlandesas que voam por toda a Europa como a Ryanair.

Para os que querem ter uma experiência ainda mais irlandesa, a cidade de Galway, a pouco mais de 2 h da capital também pode ser uma boa opção, com custo de vida mais barato que Dublin, com menos brasileiros, belas paisagens e uma população que não passa de 100.000 habitantes, a escola de idiomas que leva o mesmo nome da cidade, oferece tanto cursos de inglês geral quanto cursos voltados para marketing, negócios e turismo.

E aí? O que acharam da sugestão? Além de aprender ou aperfeiçoar o inglês, poder trabalhar legalmente, viajar pela Europa e ter uma experiência fantástica, quem sabe você pode ate esbarrar com os conterrâneos Colin Farrell ou Bono Vox em qualquer pub night dessas!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina

Dúvidas ou sugestões? contato@marinamotta.com.br

Tem Orkut, Facebook e Twitter? Adicione: STB RECIFE e conheçam outros viajantes e viajados por este mundo afora!

Saiba mais sobre o Livro: www.intercambioaz.com.br

Página 5 de 512345