A viagem ideal para superar a crise dos 30 anos (e também dos 40, ou 50….)

30 de julho de 2015 | Postado por Marina em Aprendizado Linguas Estrangeiras

Sim, também concordo que a idade está na cabeça. É verdade também que ter um espírito jovem faz com que o passar dos anos seja um mero detalhe. Mas atire a primeira pedra quem nunca se questionou um pouco sobre seu passado e futuro quando completou 30 anos! Ah, e ouvi dizer que isso não para aos 30 viu? Disseram-me que existe um crisezinha dos 40 também e assim vai… a cada dez anos. Porque somos assim? Não sei e não me cabe filosofar a respeito desse tema, afinal, essa coluna não é de psicologia e sim de viagens. Mas calma, vou te dar uma mãozinha: Como já passei dos 30 e acredito verdadeiramente que a solução para muitas crises existenciais pode ser uma boa e velha viagem, aqui vão algumas dicas de roteiros que se encaixam perfeitamente nessa fase “divisor de águas” que nos acomete a cada década, ou apenas uma oportunidade de repensar um pouco o que já vivemos e o que ainda queremos viver. Vamos lá:

1) Fazer um retiro espiritual na Índia

Procurando um sentido para a sua existência, ou precisando se encontrar com seu eu interior ou descobrir mais sobre sua espiritualidade? As opções são inúmeras! Existe caminhada de Santiago de Compostela na Espanha, tem temporada em Lhassa no Tibet e tem também a opção de fazer um retido em Rishikesh, na beira do sagrado Rio Ganges, aos pés do Himalaia. Desde a época dos Beatles, esses Ashrams recebem gente como a gente e também turistas celebridades e mochileiros em geral nesta cidade indiana que e conhecida como a capital mundial da yoga.

2) RoadTrip pela rota 66 na Califórnia

Você já ouviu aquela expressão. “ah você não tem mais vinte anos…” da próxima vez você tem que responder – “Quem disse? – rsrsrs” Nada lhe impede de viver como se tivesse! Alugando um conversível, com cabelos ao vento, desbravando a rota de Chicago a santa Monica. Gostou da ideia? Suas histórias podem ate dar um livro no retorno. Caso contrário, com certeza, ao menos muitas historias engraçadas e surpreendentes, você trará nessa bagagem.

3) Luxo em Dubai

Viajar de mochilão é muito bom, mas como eu disse na frase acima, “você não tem mais vinte anos”. Bem, se você quer finalmente usar essa frase ao seu favor e hoje, mais maduro(a) pode se permitir ter alguns luxinhos que o trabalho árduo de anos lhe proporcionou comece pegando um vôo de primeira classe pela Emirates depois fique em um dos incríveis hotéis de Dubai, compre jóias e volte para o Brasil feliz por finalmente ter podido se presentear com uma viagem de “gente grande” rsrsrs, Afinal a maturidade também tem as suas vantagens!

4) Trabalho voluntário na África

Viajar e fazer o bem sem ver a quem! Na bagagem, muita vontade de ajudar e encontrar sentido na vida através do amor ao próximo em um continente repleto de gente necessitada. Claro que podemos ajudar aqui mesmo no Brasil na nossa vizinhança sem mudar muito a nossa rotina, porém passar um período de um mês imerso em um esquema assim na África é único e,vai por mim, faz qualquer um encontrar também muitas respostas as suas perguntas e indagações oriundas de crises existenciais.

5) Aprender um novo idioma em temporada na Europa

Você sempre quis aprender italiano ou francês e nunca teve tempo ou oportunidade? A maturidade pode lhe permitir realizar isso sem precisar dar muitas explicações a terceiros!Porque vai fazer isso? – Simplesmente porque eu posso e eu mereço! Simples assim.As opções que combinam estudo com passeios culturais são inúmeras e assim o aprendizado torna-se divertido com novos amigos, novas descobertas e quem sabe até um novo amor. Então, no próximo aniversário de 30, 40 ou 50 anos, que tal comemorar com uma temporada em Paris para aprender francês, em Londres para aprender inglês, ou em Roma para aprender italiano? Bem, na minha opinião, ainda não inventaram nada melhor para investir o nosso dinheiro do que em nós mesmos. O STB Recife oferece cursos no exterior e programas de voluntariado. 81-2123-4522  www.stb.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *