Archive for the ‘Dicas de Viagem’ Category

#PartiuIntercâmbio: Sorteio Uatt? premiará ganhador com Intercâmbio grátis! Participe!

18 de janeiro de 2016 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Já faz tempo que sou apaixonada pelas mochilas da  Uatt?  Afinal quem é viajante de carteirinha adora uma mochila, certo?

Imagina então se com uma novidade dessas da marca  eu não ia compartilhar com vocês?

Isso mesmo, você poderá ganhar um intercâmbio free? com certeza um desejo de todos que acompanham o blog (e o meu também, claro, né?) pois bem, pegando carona no sonho dos jovens em realizar um intercâmbio, a Uatt?, vai premiar um cliente com uma viagem de estudos para qualquer lugar do mundo. (show né?)

Para concorrer, o cliente deve comprar uma mochila da marca na loja virtual  franquia da rede ou em lojas multimarcas participantes da ação, e cadastrar o código recebido no hotsite da campanha. O sorteio acontecerá no dia 11 de março e o ganhador será contemplado com um intercâmbio para o exterior.

Entrei no site e fiquei com vontade de comprar todas! kkkk. Estarão à venda 15 modelos de mochilas, sendo oito deles supernovidades no mercado, como a Mochila Mix (R$ 219,90) com estampa de Corujinhas criada exclusivamente pelo artista Luciano Martins, a Mochila Bolsa (R$ 229,90), disponível nos modelos Âncoras e Listras, e a Mochila Todo Dia (R$ 209,90), que é perfeita para usar diariamente, pois é feita em jeans e combina com qualquer estilo.

 

 

 

 

Outras opções de mochilas recém-lançadas para este Volta às Aulas são a Mochila Casual (R$ 229,90), toda preta, a Mochila Block Azul e Vermelha (R$ 209,90), a Mochila Moletom (R$ 209,90), e a Mochila Botão (R$ 219,90), ótima opção para as viajantes românticas e que gostam de dar mais cor ao look.

 

Uatt?  também contará com modelos de mochilas com até 40% de desconto, como a de Joaninha e a de Corujinhas, que passarão a custar R$ 119,90, cada, e outros itens para o Volta às Aulas, como estojos, cadernetas, canetas, copos térmico e copos canudo, porta-objetos, blocos de anotações, squeezes e garrafas com canudo e marca-páginas!

 

 

Fuçando o site, descobri também uma história bem bacana da marca que super me identifiquei. Afinal viagens não servem apenas para relaxar, aprender ou compartilhar mas também podem definir o nosso futuro profissional! A Uatt? por exemplo, surgiu graças ao espírito empreendedor e criativo do viajante Rafael Biasotto! Sabe como? Depois de realizar uma viagem pela Europa, em 2002,  ele voltou super inspirado e juntou R$ 8 mil que tinha guardado e pediu mais R$ 10 mil emprestados da avó para começar a criar e fabricar, na sala da casa da família, objetos confeccionados em polipropileno, como luminárias e porta–retratos. Parece que o investimento deu certo! Hoje, com 13 anos de mercado, a Uatt? mantém pelo Brasil cerca de 60 lojas, 400 pontos licenciados (Uatt+), mais de três mil lojas multimarcas e a loja virtual

Fonte foto: exame.abril.com.br

Gostaram da dica?!

Bjs e até a próxima viagem,

Marina.

 

 

 

 

 

 

Próxima segunda 17/08 tem evento gratuito e imperdível em #Recife: Saiba mais sobre #RelaçõesInternacionais como carreira!

13 de agosto de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bem?

Quem já acompanha o blog ou leu o livro Intercambio de A a Z sabe que além de ser formada em Administração de Empresas também sou formada em Relações Internacionais.

Quando prestei vestibular (ano de 1999), o curso de RI era bem novo no Brasil e, por essa razão,  meu pai me pediu pra fazer uma graduação mais tradicional (tipo ADM, Direito, Engenharia) então a única forma de fazer RI foi cursar paralelamente as duas faculdades (o que não me arrependo pois foram cursos bem diferentes mas ao mesmo tempo bem complementares) principalmente para a área que atua hoje gerenciando uma agência de intercâmbio (o STB/Recife)

No entanto, ainda hoje, quando falo da área de Relações Internacionais  muita gente ainda confunde com Relações Públicas e acredita que Relações Internacionais resume-se apenas a  Comércio Exterior .

Sendo assim, esse breve post é apenas para falar das 5  atuações possíveis do internacionalista (pessoa formada em relações internacionais) e indicar um evento bem bacana para quem está considerando a possibilidade de fazer graduação ou pós-graduação em RI. São elas:

1) Comércio Exterior (Importação e Exportação) – meu primeiro emprego – na multinacional holandesa –  Philips)

2) Terceiro Setor (ONGS Internacionais como ONU, Médicos sem fronteiras, UNESCO)

3) Diplomacia

4) Educação Internacional e Intercâmbio (Segmento que atua como profissional  desde 2005)

5) Ciências Políticas

Bem, para quem é de Recife, aqui vai uma dica legal de evento gratuito para você saber mais sobre essa carreira, inscreva-se aqui:

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Mochilão na Europa há 20 anos e hoje: o que mudou com o Tratado de Schengen

29 de junho de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Podem me chamar de nostálgica ou saudosista, porém, tendo nascido nos anos 80 devo admitir que o papel teve sim um “papel” importante na minha vida… cartas, selos, papeis de carta, e porque não dizer carimbos nas páginas do passaporte (quanto mais melhor, de preferência)?. Posso também arriscar dizer que é bem possível em um futuro próximo nem existam mais passaportes, e o controle seja todo realizado pelas digitais. Neste momento levantaremos mais talvez a questão – Ai, que saudade do tempo do passaporte.. ou não?! Vai saber! Pois é….assim é o ser humano…mas o  assunto do post dessa semana é o “niver” do meu contemporâneo , o Tratado de Schengen, pois, graças a ele, viajar pela Europa tornou-se um processo mais fácil, sem fronteiras e padronizado.

No papel há 30 anos e na prática há 20 anos (desde 1995), ele mudou bastante a forma de viajar. Seu nome foi devido a cidade onde o tratado foi firmado em 1985 em uma pequenina cidade chamada Schengen, mais precisamente no pequeno país chamado Luxemburgo que, por sua vez, faz fronteira com a França e a Alemanha. O acordo inicialmente incluía apenas Alemanha (ocidental), França,Bélgica, Holanda, mas a coisa evoluiu e hoje, nós brasileiros podemos, em teoria e prática alugar um carro no norte da Noruega, lá em cima da Escandinávia, e descer até o sul da Espanha no mediterrâneo sem ganhar novos carimbos em seu passaporte. Antes, (quem viveu sabe) esse trajeto seria uma certeza de ao menos 7 fronteiras (e seus respectivos vistos). Continuar lendo

Comida, Comida,Comida-qualquer viagem passa pela culinária! Conheça as principais mundo afora!

26 de junho de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Não sei se isso também acontece com vocês, mas nesse época junina fico um tanto quanto gulosa! Isso porque simplesmente adoro todas as comidinhas de milho do São João e, é certamente uma das festas que mais gosto no ano. Falando que culinária. quando o assunto é viagens, sempre acabo dando preferência pelos restaurantes árabes ou italianos. Mas também não abro mão de especialidades francesas e mexicanas. Afinal,como não amar viajar para comer?

Confesso que, quando viajo, a escolha dos restaurantes é um dos pontos altos. Posso economizar em outras (várias) coisas, quase não compro, por exemplo. Sou capaz de voltar com a mala exatamente como fui, salvo com alguns poucos souvenires mas a  gastronomia essa sim para mim é um capítulo à parte….Provar pratos típicos faz parte da viagem! Quem nunca se deliciou com uma comida que, a princípio, achou estranha ou exótica?

Você não precisa gastar muito com restaurantes caríssimos, como os que têm “três estrelas do Guia Michelin”, para degustar a autêntica gastronomia de cada lugar. A culinária é democrática, está em toda parte e acessível a todos. Afinal, sempre vou lembrar-me do gosto da torta de limão da doceria La Mie Calinie e das moules marinières quando estudava em La Rochelle (França); dos
crepes do Quartier Latin, de Paris, seja de queijo emmental ou de Nutella; dos fast-foods dos EUA, como Wendys e Subway; das massas prontas e congeladas da marca Michelinas a 0,99 cents; dos sacos de Nuggets, miojo,sorvetes Häangen Daz nos Wal Marts da vida espalhados pelos EUA; dos Cinabons de canela da estação Eglington, de Toronto; dos hot dogs de Nova Iorque; dos bagels de
Vancouver; da paella de Valência (Espanha), das pizzas de rua do bairro Trestevere, de Roma, a 1,50 euros; do suco de lichia em lata da África do Sul; do fish & chips da Inglaterra; dos waffles de morangos e chocolate de Bruxelas; dos peixes frescos da Nova Zelândia; da cerveja Kolsch de Colônia (Alemanha); da salsicha picante frankfurter da Alexanderplatz, de Berlim; da carne de canguru da Austrália; dos gelatos de um sábado de sol em Florença; dos alfajores na romântica Buenos Aires ou do bacalhau do boêmio Bairro Alto de Lisboa….

Dia desses achei esse site super legal que fala de todas as comidas tipicas do mundo   http://www.foodbycountry.com/  Vale a pena conferir e assim se programar para degustar as iguarias do seu próximo destino. Afinal, experimentar comidas típicas de cada lugar é  ter a chance de conhecer sabor do mundo , uma experiência que, definitivamente, não pode ser deixada de lado.

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

 

TOP 5 dicas para você se comunicar em países com idiomas exóticos

28 de maio de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?!

Ai como eu adoro viajar para lugares diferentes….. Quanto mais exótico melhor…..as roupas, os costumes, os temperos, os sotaques, os hábitos….tudo me encanta!

Como aprender idiomas sempre foi minha maior paixão, de uma maneira geral comunicar-se sempre foi um assunto tranquilo falando português, inglês, espanhol, francês e alemão  porém,  não se engane,  já passei por algumas situações onde as pessoas não conseguiam se comunicar em nenhum desses idiomas e, consequentemente eu fiquei (inicialmente) a ver navios…Quer alguns exemplos? Na nossa floresta amazônica brasileira, em tribos africanas e até, em vilarejos menos turísticos na Indonésia, na Índia ou na Hungria. Ah! e muitos amigos também me relataram episódios semelhantes em grandes metrópoles da China, Rússia e Japão então,  se o seu próximo destino é um destes, estas dicas serão super bem vindas, vamos a elas?

1)Nada de pânico

O bom senso, uma boa dose de lógica serão seus melhores amigos, tudo vai dar certo, no final, sempre acredito muito naquela música “ o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraída” porque vai por mim, acaba aparecendo alguém que faz uma mímica melhor ou que você consegue associar com alguma coisa que lhe parece familiar. No final tudo dá certo (e de bônus? – Ainda virão muitas histórias engraçadas pra contar!)

2)Tente escrever em um papel algumas palavras-chave do idioma ou baixe um desses 3 aplicativos

Em países asiáticos eu costumava sempre pedir na recepção do hotel pra alguem escrever pra mim no idioma local algumas frases que eu poderia precisar tais como as coordenadas do meu hotel, as minhas alergias (no meu caso frutos do mar) , ou ainda a minha preferida “está muito caro, moço, veja aí um desconto, por favor?!”  kkkk Hoje com aplicativos no celular nem precisa mais,
porém essas frases emergenciais sempre ajudam então já baixe logo um aplicativo antes de viajar e familiarize-se  com ele. Alguns deles são tão bacanas que você escreve a palavra em ingles e ele fornece a escrita e o audio da pronúncia no idioma pretendido. Aqui vão 3 exemplos de apps legais:

Duolingo: Completo, disponível em vários idiomas e ensina vocabulário, gramática, pronúncia e compreensão auditiva.

Babbel:  É um dos melhores, mais populares apps de ensino de idiomas e tem apps para aprender não apenas as línguas mais populares, como inglês, espanhol, francês e alemão, mas também turco, sueco e até indonésio.

AccelaStudy: Ajuda a memorizar palavras através de um método que exibe cartões com o vocabulário e está disponível em mais de 18 idiomas diferentes. É excelente para o aprendizado de vocabulário e para aperfeiçoar a pronúncia. Continuar lendo

Imigração não é bicho papão – Um guia prático para viajar com tranquilidade e segurança!

10 de abril de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Acabei de voltar de uma viagem para o Canadá com escala nos EUA, mais precisamente em Nova York. mas antes de contar tudo que vivi no Canadá, queria falar um pouco do processo de entrada nos países. Seja EUA, Canadá, Inglaterra ou qualquer lugar que você esteja planejando fazer o seu intercâmbio….

Resolvi fazer um post com esse tema pois  percebo que, com muita frequência, algumas pessoas relatam um certo receio em relação ao processo de entrada em alguns países. Claro que como cada país é soberano para permitir ou não a entrada de estrangeiros em seu território, é natural uma certa ansiedade e insegurança em de repente não saber responder as perguntas usuais de forma satisfatória. Relaxe, fique calmo, se você está com toda a sua documentação em ordem, não há nada há temer.

Independentemente do país de destino solicitar ou não um visto prévio, na chegada ao destino, na realidade, as perguntas formuladas têm sempre o mesmo teor: Qual o propósito de sua viagem, estudo, trabalho ou negócios? Quanto tempo você pretende ficar e quais são os seus vínculos com o seu País de origem? Tudo isso, para que eles se sintam assegurados de que você não tem intenções de imigrar. Só isso e nada mais.

Apenas para ilustrar e deixá-lo mais tranquilo as perguntas mais usuais feitas, normalmente em inglês, são as seguintes: Continuar lendo

Em 2015, Intercâmbio e Amazônia tem tudo a ver! Vem saber o por quê!

06 de janeiro de 2015 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Feliz 2015! Tudo bom?

Você deve estar pensando: “era só o que faltava, o blog é sobre intercâmbio e lá vem Marina falar de Amazônia que está bem aqui no Brasil!” kkkk, antes que você ache que o blog mudou de rumo, explico,  recentemente tive o privilégio de conhecer a Amazonia brasileira! Tamanho foi o meu encantamento e não me impressionei ao me deparar com a informação de que o site
TripAdvisor acaba de anunciar os vencedores do Travelers’ Choice™ – Destinos em Alta para 2015, prêmio que reconhece as cidades do mundo com o maior aumento de interesse e avaliações positivas ao longo do ano. Na lista aparecem
destinos dos EUA, América do Sul, Ásia, Europa e Pacífico Sul, com destaque para Manaus, única Sul-Americana do ranking e porta de entrada para explorar a Amazonia brasileira.

Confira a lista Travelers’ Choice – Destinos em Alta: Mundo

1. Da Nang, Vietnã

2. Sihanoukville, Camboja

3. Limassol, Chipre

4. Ao Nang, Tailândia

5. Bodrum, Turquia

6. Naha, Japão

7. Hurghada, Egito

8. Kazan, Rússia

9. Manaus, Brazil

10. Eilat, Israel

E você vai me perguntar de novo, sim, mas qual é a relação disso com Intercâmbio? É a seguinte: quando você for morar um tempo fora e lhe perguntarem da onde você é, quando você responder que é “brazilian” com a aquele sorriso de orgulho existem grandes chances da próxima pergunta ser:

– Você sabe dançar samba?  (check!)

Você já foi ao Rio de Janeiro no Carnanval? (check!)

–  Você conhece a Amazônia? (Rá! acabei de dar finalmente um check neste e deixar de responder com sorriso amarelo! – no, never been there! Agora, é ” Amanzon, yes, of course”! kkkk )

Consegui te convencer? kkk Então, vamos saber mais dessa aventura super exótica dentro do nosso prório país? Sigam me os bons!

Partindo de Recife, os trajetos menos cansativos são os de uma escala e neste caso, pode-se optar por Fortaleza ou Brasília. Minha ida foi Recife/Fortaleza/Manaus e minha volta foi Manaus/Brasilia/Recife entre tempo de voo de conexões o trajeto ficou em média de 6 horas. Os voos não são baratos, com certeza você vai encontrar promoções de ocasião para destinos no Chile ou Argentina por preços mais em conta. Mas vai por mim, se puder resistir a tentação de viajar mais barato para o exterior e ficar na Amazonia desta vez você não vai se arrepender. Três dias inteiros é um tempo mínimo para ficar lá, se você quiser fazer tudo com calma. No entanto, se a ideia é combinar com uns dias em um eco-lodge no meio da selva, uma boa média é uma semana. Continuar lendo

TOP 10 experiências de viagem que marcaram a minha vida!

22 de dezembro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

Não sei para vocês mas para mim, o  mês de dezembro é sempre um convite a reflexão. Penso no que realizei, no que ainda quero realizar e isso, claro, inclui sempre viagens! Este final de semana, para escrever o ultimo post de 2014, estava pensando não nos lugares mais marcantes que estive  especificamente neste ano mas sim em toda a minha vida. Foi aí que nasceu o post TOP 10 experiências de viagem que marcaram a minha vida, vamos a elas?

1)   Ver neve pela primeira vez quando criança e ter aprendido a esquiar no maior domínio esquiável do Mundo no Les Trois Vallees na França. Milhares de pistas do iniciante ao avançado, restaurantes estrelados, gente bonita e a
neve das melhores sendo que com uma temperatura de frio suportável. Seu próximo destino será para esquiar? Então clique aqui!

2)  Mergulhar a Grande Barreira de Corais  – Austrália:
Quem já mergulhou com cilindro sabe que o primeiro mergulho é chamado de“Batismo” pois bem,  o meu foi neste local de visibilidade perfeita, água morna e peixinhos tão coloridos como seus corais. Depois mergulhei ainda em Noronha e na Nova Zelândia mas a grande barreira de corais continua sendo o lugar mais incrível para mergulho na minha opinião. Saiba mais sobre Austrália aqui!

3)   Sobrevoar o Grand Canyon de Helicóptero – EUA: Incrível e mágico. As cores terracota dos canyons e a dimensão são uma experiência imperdível. Saiba mais sobre EUA aqui!

4)   Passear no mercado flutuante de Bangkok, Tailândia. Vários barquinhos são as “lojas” e vamos passando de barco para comprar frutas, flores, souvenirs. Passei muito tempo planejando a minha viagem a Tailândia e, durante esse passeio que foi uma das primeiras coisas que fiz no país não acreditei que estava finalmente alí. Não sei se pelo passeio em sí ou pelo meu sonho de conhecer a Tailândia, para mim essa experiência valeu demais a pena! Saiba mais sobre Tailândia aqui

5)   Acampar no Kruger Park, na África do Sul: Isso mesmo que você leu, acampar no meio na savana africana sem energia e foi uma das experiências mais reveladoras da minha vida. Ter podido visitar e ajudar a alimentar elefantes órfãos na região foi outra que me marcou muito! Saiba mais sobre África do Sul aqui!

6)   Ficar hospedada no Oberoi de Agra, India. Com vista da varanda do quarto para nada mais nada menos que o Taj Mahal me fez encher os olhos d´agua de emoção. Simplesmente único! Saiba mais sobre Índia aqui!

7)   Ficar em um bangalô em cima da água nas Maldivas. Um sonho. A cor da água, a  sensação, a paz, um lugar para
não esquecer. Confira minhas impressões aqui!

8)    Trabalhar na Disney: Passei 2 meses e meio trabalhando nas lojas da Disney em Orlando e conhecer os bastidores da maior empresa de entretenimento do mundo foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. No Brasil, o STB (www.stb.com.br) éo representante pela seleção para os  programas de trabalho temporários na Disney. Saiba mais desse programa aqui!

9)   Morar por 2 meses em Paris, França  e poder visitar um museu diferente a cada dia foi um presente, o máximo! A quantidade de cafés, achados charmosos é  infindável. Super recomendo de preferência fazendo um curso de francês como eu
fiz. Saiba mais sobre a França aqui!

10) Visitar Cusco e Machu Picchu no Peru, Amei!A energia do lugar é muito especial,para mim o lugar mais incrível da américa latina (depois do Brasil, claro!) é uma experiência pertinho da gente que vale demaissssss a pena! Confira minha viagem pro Peru aqui!

Ah, e se Ano Novo é feito de planos e sonhos, existem ainda vários países que desejo conhecer na vida mas espero que em 2015 eu possa conhecer pelo menos um destes lugares: Quênia, Japão, Guatemala ou Islandia…..veremos!!

Alguém já foi? Tem dicas? E vocês? qual país gostariam de conhecer em 2015?

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

#Intercâmbio: Saiba quais 3 melhores cidades do mundo para estudar em 2015

27 de novembro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

O Instituto QS divulgou o ranking das melhores cidades do mundo para estudar em 2015. As cidades escolhidas tem muitas coisas em comum: Diversidade, segurança, qualidade de vida, padrão acadêmico, oportunidades de emprego, inclusão social e custo de vida.

1)  Paris, França – Confira as nossas postagens sobre esse destino aqui

A 200-year-old law forbidding women to wear trousers in Paris has final been revoked.

2)  Melbourne, Austrália – Confira as nossas postagens sobre este destino aqui

3)  Londres, Inglaterra – Confira nossas postagens sobre este destino aqui

Good news for London students wanting UK work

4)  Sydney, Austrália

5)  Hong Kong, China

6)  Boston, EUA

7)  Toquio, Japão

8)  Montreal, Canadá

9)  Toronto, Canadá

10)   Seoul, Coréia do Sul

E aí? Em qual destas cidades você gostaria de fazer o seu Intercâmbio?

Mais detalhes sobre esse ranking  aqui:

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

6 apps de viagem que você ainda não tem (mas vai amar!)

17 de novembro de 2014 | Postado por Marina em Dicas de Viagem

Olá viajantes!

Tudo bom?

As férias estão chegando! Quem está fazendo as malas? Se você está se preparando para curtir os dias off, não deixe de conferir os aplicativos que sugeri na minha coluna do PortalTagIt desta semana aqui: – eles certamente deixarão suas viagens ainda melhores!

1) Viajante Esperto: quem nunca passou pela situação de chegar no aeroporto e descobrir que o vôo estava atrasado? Poxa! Você bem que poderia ter almoçado com mais calma ou ter descansado no hotel antes de fazer o check out… Da próxima vez, fique atento: com o Flight +, você recebe atualizações sobre atrasos de vôos em mais de 16000 aeroportos no mundo.

2) Viajante Localizado: quer saber qual é o transporte público disponível que te leve da balada até a sua acomodação, esteja você em Londres ou Los Angeles? Metro, ônibus, trem ou todas as alternativas? Com mais de 65 cidades na Europa e América do Norte, com TrasitApp você poderá ver a melhor rota e também o horário que precisa sair da “night” para conseguir pegar o transporte público e economizar com o táxi.

3) Viajante Conectado: Vôos longos e com conexões? Quer dar uma paradinha para tomar um banho ou ter acesso a internet ilimitada wi-fi? Com o aplicativo Loungebuddy você ficará sabendo dos lounges gratuitos ou que podem ser pagos in loco em mais de 500 aeroportos no mundo.

4) Viajante “em casa” mundo afora: Claro que viajar e conhecer os melhores restaurantes é muito bom sempre, mas imagina ter uma experiência gastronômica na casa de nativos? Baixe agora mesmo o EatWith para ir jantar uma comida típica na casa de alguém em mais de 30 países. Os preços variam entre R$ 60 e R$ 300.

5) Viajante Feliz: Vôos baratos podem vir com alguns inconvenientes, como muitas paradas e conexões, sempre cansativas e estressantes! Este aplicativo utiliza o critério felicidade para priorizar aqueles que terão a melhor logística aliada ao melhor preço. Baixe agora mesmo gratuitamente o RouteHappy!

6) Viajante em forma: Viajar, experimentar novas comidas e não perder a forma, tem coisa melhor? Na onda das corridas e maratonas que estão super em alta, o aplicativo WalkJogRun vai te indicar ótimas rotas em milhões de lugares no mundo. Você pode selecionar a sua corrida por duração, nível de dificuldade ou até pesquisar por trajetos em lugares históricos, além de ter uma indicação dos melhores lugares para lanchar após a corrida. Integrado ao GPS, ele também garante que você não irá se perder!

Bjs e até a próxima viagem!
Marina.
Página 1 de 1012345...10...Última »