Intercâmbio em família é opção para conciliar estudos e férias com os filhos

01 de julho de 2013 | Postado por Marina em Intercâmbio Adultos e Profissionais

Investir na carreira para aprimorar conhecimentos e passar mais tempo com a família são duas atividades que podem ser difíceis de conciliar. Pensando nessa demanda de estudar e, ao mesmo tempo, não descuidar da família, agências de intercâmbio passaram a investir em uma alternativa para suprir a necessidade de todo o grupo, o intercâmbio em família.

Muitas vezes, o pai ou a mãe quer sair do país para estudar, mas deixa de ir porque prefere aproveitar o período de férias com a família. Agora, eles podem fazer o intercâmbio e também incluir os filhos, que, geralmente, estudam na mesma escola.

Os pacotes dessa modalidade de viagem normalmente permitem que as famílias estudem na mesma escola e tenham obrigações em horários parecidos para que todos consigam aproveitar o restante do tempo juntos.

Manter o foco

Apesar da experiência ser potencialmente muito positiva, o intercâmbio em família pode trazer problemas, como a falta do uso da língua estudada por estar em um ambiente familiar. Além disso, a preocupação com o roteiro turístico e outras atividades pode desviar um pouco o objetivo da viagem.

Para a master coach pela Sociedade Brasileira de Coaching Liamar Fernandes, traçar um objetivo ainda no Brasil e ter disciplina são fundamentais para manter o foco. “Estar em um ambiente familiar é uma coisa boa, mas é preciso ter organização para não confundir estudo com passeio”, sugere Liamar.

Combinar de falar apenas na língua estudada, delimitar os horários de estudo e os de passeio e buscar situações que exijam a comunicação com pessoas do país visitado podem ajudar a não esquecer o principal objetivo da viagem. “Para que ninguém se prejudique, é importante ter os objetivos individuais bem claros. Toda viagem traz conhecimento e experiências. É preciso usar a oportunidade com inteligência”, afirma a master coach.

Muito além do idioma

Muitas famílias não procuram apenas cursos de línguas em outros países. Segundo a gerente de cursos do STB, Marcia Mattos, os brasileiros investem também nas áreas de fotografia, marketing, moda, especializações em geral e cursos de línguas voltados para diversas áreas de atuação, como por exemplo, inglês para advogados. “A procura por intercâmbio em família tem crescido de 60 a 70% ao ano. Hoje, há no Brasil um planejamento maior em educação internacional e isso pode incluir a família inteira”, afirma.

Fonte: IG -BR – 28/06/13 – Web

  1. boa tarde
    minha esposa esta indo para irlanda fazer um intercâmbio de 6 meses eu gostaria de ir mais em nossa programação, so vou esta com disponibilidade de sair e deixar minha empresa com o gerente em julho e gostaria de saber como funciona este intercâmbio em família,pois, estou ficando no brasil com os meus três filhos.
    o destino seria o mesmo de minha esposa irlanda dublin.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *