Universidades russas disponibilizam 40 vagas para estudantes brasileiros

19 de maio de 2011 | Postado por Marina em Intercâmbio de A a Z

Inglês e espanhol parecem mais do que necessários neste mercado de trabalho cada vez mais competitivo então, temos que concordar que, surpreender o seu CV com um idioma como Russo ou Mandarim realmente destaca qualquer candidato(a), não é?! 

Além disso, conhecer melhor a cultura e a economia in-loco da Rússia ou da China – (emergentes de peso assim como a Índia e o Brasil) é uma experiência mais do que válida para se diferenciar como profissional  globalizado. 

Além de fazer um curso de idiomas em Moscou ou St. Petersburgo em uma fundação como o Eurocentres, mais informações (www.stb.com.br) e da vantagem de não precisar de visto para um permanência de até 90 dias. Outra boa oportunidade para estudar na Rússia, é realizar uma graduação ou um  mestrado por lá. 

Pensando nisso, a Universidade Estatal de Belgorod e a Universidade Amizade dos Povos (RUDN), em Moscou, estão disponibilizando 40 vagas para estudantes brasileiros interessados em cursar graduação em Relações Internacionais e Turismo no exterior.

O período de inscrições fica aberto até o dia 20 de maio e o processo de seleção é conduzido pela Aliança Russa de Ensino Superior, representante das universidades estatais russas no Brasil. Também estão abertas vagas para mestrado nas duas áreas, bem como em Direito Internacional, Direito Europeu e Política Internacional.

Os cursos serão ministrados em russo, no entanto, não é necessário conhecimento no idioma, já que o aluno tem a opção de frequentar a faculdade preparatória por 9 meses antes do período letivo. Lá, eles aprendem todos os termos técnicos necessários para o aprendizado além de um curso completo da língua.

As tradições de um estudo sério e aprofundado estão enraizadas na cultura russa. Esse fator, aliado ao investimento financeiro de baixo custo, tem sido um grande atrativo para jovens de todo o mundo com o intuito de crescer profissionalmente. Para ter acesso a uma instituição reconhecida internacionalmente o estudante investe, aproximadamente, R$ 5 mil por ano, valor equivalente a um trimestre em uma universidade particular no Brasil. Tal quantia inclui a moradia e uma taxa simbólica cobrada pelas universidades aos estudantes estrangeiros.

Além dessa vantagem, o estudante que opta pela área do turismo ganha uma excelente formação internacional com capacidade de sobra para trabalhar atuar em qualquer mercado do mundo. Vale lembrar que as próximas Copas do Mundo de futebol, um dos eventos que mais movimentam o turismo no planeta, serão no Brasil e na Rússia, respectivamente, o que abre um grande leque de oportunidades com o idioma que o aluno aprenderá.

O candidato interessado em estudar na Rússia passa por um processo seletivo avaliado pela universidade de sua escolha e administrado pela Aliança Russa que inclui reunião com os pais, análise de histórico escolar e currículo, tudo para garantir que o aluno se encaixe no perfil da faculdade.

Ao voltar para o Brasil, o estudante submete o diploma adquirido ao processo de reconhecimento em uma universidade brasileira, um procedimento padrão para qualquer brasileiro que faça graduação em centros de ensino estrangeiros. A boa novidade é que desde 2010, o chamado Diploma Único de Estudos Superiores da Europa, do qual a Rússia faz parte, passou a valer conforme o tratado de Bolonha. O objetivo desse Tratado é facilitar a mobilidade dos estudantes e profissionais do ensino superior da Europa.

Mais Informações:

Aliança Russa de Ensino Superior

Av. Antônio de Souza Noschese, 373

Parque Continental – São Paulo – SP

Tel: + 55 (11) 3854-2513 / 3854-2514 / 3854-2515

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *