Top 5 mercados de pulgas no mundo: Comprar aqui é mais barato e, passear também é “um barato”!

24 de outubro de 2011 | Postado por Marina em Curiosidades Culturais pelo Mundo

Quando o assunto é viagem, qual a diferença entre experimentar os quitutes e iguarias locais ou  ir sempre ao “same old same old” Mac Donalds?

Resposta: Os dois matam a fome, mas o primeiro te permite sair da mesmice e explorar outros paladares e sabores. No quesito compras, faço o mesmo paralelo entre os grandes outlets e os mercados de pulgas.

É claro que, em dias de inverno ou mesmo no caso de excelentes galerias ou shoppings em especial, pode-se sim, encontrar de A a Z tudo o que se precisa nestes grandes outlets alguns exemplos são: na Galeria Lafayette de Paris, no El Corte Inglês de Lisboa, no Eaton Center de Toronto e em milhares de outlets espalhados pelos EUA.  Sendo assim, quando o objetivo é puro e simplesmente o consumo e, principalmente se o foco maior são marcas especificas claro que estas opções são válidas demais! No entanto, Se você dispuser de um diazinho a mais no exterior para, digamos um passeio com “eventuais compras” (sem compromisso), a sugestão de hoje são os Mercados de Pulgas!

Para quem nunca ouviu este termo antes, calma! Não se trata de um mercado cheio de cachorros e animais pulguentos que vão te fazer sair de lá se coçando que nem um cão sarnento! Kkkkkk!  São apenas mercados públicos (alguns ao ar livre) que propõem uma diversidade enorme de itens! Desde artesanatos locais, jóias, artigos de segunda mão (estilo brechó) além de tecidos, tapetes e até artigos fakes de marcas famosas como Adidas, Dior e Cia limitada. Enfim, como diz o matuto, tem “de um tudo” nos Mercados de Pulgas e, com certeza, são uma atração interessantíssima de conferir! Aqui listei os TOP 5 que estive e recomendo:

GRAND BAZAAR – Istambul; Turquia:

Um dos highlights da cidade de Istambul é, sem duvida, o Grand Bazaar. Quando o assunto é quinquilharias, tapetes peças maravilhosos e muitos achados em termos de artesanato e bijus, esse é o lugar! Nas 4 mil lojas dispostas em 22 ruas cobertas e com 22 entradas, negociar é uma arte! Estive por lá em 2002 com meus pais e, adorei! Confesso, algumas vezes acabava pagando mesmo o preço que eles pediam ou cada compra virava “um parto” (se você tem preguiça de seguir negociando até o ultimo centavo). Minha mãe, em contrapartida, ama este “processo” e fica uns 40 minutos tentando baixar cada item. Enquanto isso, eu e meu pai ficamos tomando chá de maça (cortesia das lojas do grand bazaar),  e observando outros negociantes invictos e energéticos como minha mãe. No final, claro, a gente acha ótimo ela ter comprado (seja lá o que for) por 1/3 do valor inicial.

No Grand Bazaar,  dá para se aproximar muito da cultura turca, sem falar que eles são uma simpatia e falam todas as línguas do mundo para te convencer a entrar na tenda ou lojinha deles. Eles ficam tentando adivinhar da onde você vem para começar uma conversar a todo custo! Olhavam para mim e falam: Italy? Spain? Brazil? Para meu pai que é loiro dos olhos azuis era: Germany? England? E para a negociante da família já começam falando em turco ou em árabe porque Mamis é uma morenona jambo de olhos marcantes que poderia ser figurante de “O Clone” ou de “Caminho das Índias” fáaacil, só faltava mesmo o lenço na cabeça… Bom, historias à parte, o Grand Bazaar é definitivamente um must see and live de Istambul:

Mercado Central de Cusco; Peru:

Bom, para quem não leu o post da minha viagem ao Peru, estive no Peru no ano passado e fiquei apaixonada por Cusco e Machu Picchu. São lugares  máaaaagicos demais e a cultura Inca é riquíssima. Como viajei solo, sobrou um dindin (Já que minha mãe não gastou kkk) e comprei algumas coisinhas bem típicas como duas blusas de alpaca que esquentam muito, bonequinhas incas típicas, postais e bijus locais lindas… Não negociei porque fico com pena (é sério, as vezes já é tão barato) e, além do mais não custa dar uma força para os vizinhos né? Kkkkk mas muita gente negocia bem por lá também!

Spice and Gold Souk - Dubai, Emirados Árabes:

Calma eu também não sou tão boazinha assim, aqui eles tem muito dinheiro né, gente? Então dei umas negociadas “marrons” (mais ou menos) quando estive por lá em 2010 com o meu maridón, kkkk para quem quer saber mais deste destino pode ler o post da minha viagem para Dubai Os principais Souks (“mercados” em árabe) são o gold souk e o spice souk. No spice souk, os amantes da culinária ficam loucos, dei uma passeada, senti os cheiros e aromas e segui para o Gold Souk (que fica ao lado), não sou muito consumista (mesmo) nem freak de jóias, mas aqui ouro e diamantes (mesmo sem negociar muito) são normalmente ¼ do valor do Brasil! Ex: Um  anel de ouro com diamantes tava saindo por USD 1500 que, negociado ficou por USD 1200  menos de R$ 2400 e, Quanto é isto aqui na Vivara ou na H Stern? No mínimo R$ 7000. Pois é, como é um negócio da China (Digo, de Dubai) e, vamos combinar? Quando você vai voltar em Dubai? Vale à pena pensar em arrematar nem que seja uma joiazinha quando vier aqui, afinal, neste caso não é um gasto, é um investimento não é?! Kkkkkkk

Mercado de Pulgas de Clignancourt – Paris, França:

Se for para explorar um mercado Europeu então que seja o maior e mais charmoso. No “marché aux Puces” ( mercado de pulgas) de Paris os highlights são: artigos de moda, antiguidades, móveis, roupas de couro. Você também encontrará coisas curiosas que você tem certeza que a pessoa saiu catando tudo de velho que não queria e pensou: “vou vender no mercado de pulgas como antiguidade!”. Tem gente que compra coisas sem noção como ventilador velho e sem funcionar e que vira “décor cult” em sua sala de estar, mas se você procurar pode sim encontrar uns “achados” interessantes! Quer saber mais sobre Paris? Então dá uma lida nas 20 coisas que você precisa saber antes de ir para Paris.

Mercado San Telmo – Buenos Aires, Argentina

Aqui você encontra várias barraquinhas com quadros, cristais, antiguidades, discos, livros, roupas, bijus… E, por ser também um bairro boêmio, um dos mais antigos da cidade, também tem restaurantes e artistas de rua. Começar a explorar o charme dos mercados mundo a fora em terras portenhas?! Si Señor, con mucho gusto! Está com viagem marcada para Buenos Aires? Então esta matéria da revista Lola vai te dar dicas de alguns restaurantes por lá!

Bjs e até a próxima viagem!

Marina.

 

  1. Amei o post!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>